A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Responsabilidade Social Organizacional Prof. Mestre Demóstenes Farias Fortaleza, setembro de 2011 Revisão Avaliação © www.demostenesfarias.wordpress.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Responsabilidade Social Organizacional Prof. Mestre Demóstenes Farias Fortaleza, setembro de 2011 Revisão Avaliação © www.demostenesfarias.wordpress.com."— Transcrição da apresentação:

1 Responsabilidade Social Organizacional Prof. Mestre Demóstenes Farias Fortaleza, setembro de 2011 Revisão Avaliação © *

2 Avaliação dia 11 Esta é a última aula antes da Avaliação ESTUDEM ! © Responsabilidade social organizacional 1

3 O estudo desta apresentação não dispensa a leitura dos livros descritos na Ementa da disciplina: BARBIERI, José Carlos & CAJAZEIRA, Jorge Emanuel. Responsabilidade Social Empresarial e empresa sustentável. São Paulo. Saraiva MACHADO FILHO, Claudio Pinheiro. Responsabilidade social e governança. São Paulo. Pioneira Thompson Learning MELO CUSTÓDIO, Ana Lucia (Coord.) Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial. São Paulo, Instituto Ethos, 2007, disponível em d8e2011_IndicadoresEthos_PORT.pdf © Responsabilidade social organizacional 1

4 A empresa deve pensar no presente e no futuro de seus trabalhadores, pensando também na saída destes do mercado de trabalho, humanizando esta trajetória e operando assim uma mudança na imagem de meras exploradoras do momento produtivo de seus empregados, servindo como agente da ressignificação do processo do trabalho. O incentivo a programas de preparação para a aposentadoria conjuntamente com espaços de reflexão sobre o envelhecimento, oferecidos pelas empresas, poderão ser preventivos, uma vez que é consenso que vive melhor o envelhecimento quem se preparou para esta fase da vida. A empresa deve criar a garantia de boas condições trabalhistas e o vislumbre de um bom futuro, pós-aposentadoria, garantirão trabalhadores melhores e mais satisfeitos e criar mecanismos de complementação previdenciária. A aposentadoria poderá, então, ser vista como um prêmio e não como um castigo [...] associado à perda da função social, isolamento e depauperação. Fonte: MAURICI, Cristiane et alli, Responsabilidade Social e Envelhecimento, 31/05/2006, PUC-SP Aposentadoria

5 © Responsabilidade na relação com os fornecedores 14 Trabalhadores empregados por fornecedores de roupa para a rede espanhola Zara foram flagrados pelo Ministério Público do Trabalho produzindo peças sob condições análogas à escravidão, De acordo com o veículo, a investigação aponta que 52 trabalhadores foram encontrados em condições degradantes. Contratações ilegais, trabalho infantil, jornadas exaustivas de até 16 horas diárias e cerceamento de liberdade – foram as acusações, assim como a discriminação étnica de indígenas entre as irregularidades. Após as denúncias, as ações da Inditex caíram 4% no mesmo dia. A Inditex, empresa controladora da Zara alegou que problema estava com serviço terceirizado, e prometeu triplicar o controle e a fiscalização de seus fornecedores no Brasil. A empresa espanhola decidiu criou um disque-denúncia para descobrir irregularidades em seus fornecedores, sob a supervisão do Instituto Ethos. Fonte: Revista Época negócios 17/08/2011 * GRUPO 1 O CASO ZARA

6 © Responsabilidade na relação com os fornecedores 16 Cabe à empresa transmitir os valores de seu código de conduta a todos os participantes de sua cadeia de fornecedores, tomando-o como orientador em casos de conflitos de interesse. (ETHOS, 2007). A empresa deve incentivar seus fornecedores e parceiros a aderir aos compromissos que ela adota perante a sociedade. Também deve utilizar critérios voltados à responsabilidade social na escolha de seus fornecedores, exigindo, por exemplo, certos padrões de conduta nas relações com os trabalhadores ou com o meio ambiente. (ETHOS, 2007). A orientação da responsabilidade social corporativa para fornecedores faz com que esta percorra a empresa e se transponha para a cadeia de produção e consumo. Tem-se como base desta o comércio ético – seleção, capacitação e retenção de fornecedores éticos em suas diversas dimensões (econômica, ambiental e social). (ASHLEY, 2002, p. 38 e 39). GRUPO 1 O CASO ZARA *

7 Tudo o que é legal é ético ? 1/14 GRUPO 2 O CASO DO AMIANTO O amianto está presente em caixas dágua, telhas, pisos, lonas e pastilhas de freio, tintas e tecidos antichama; é tão resistente quanto o aço e é imune ao fogo; ocorre que foi banido de 21 países por ser cancerígeno; No Brasil, 4º produtor mundial, está proibido em várias cidades; o Ministério do Meio Ambiente chegou a anunciar que seria proibido em 2003, mas depois transferiu a decisão para o Congresso Nacional; Goiás tem a única mina da América Latina e há interesses políticos e empresariais envolvidos; os empresários alegam que dão aos funcionários uma ajuda financeira; que os casos de doença são antigos e que atualmente segue as normas de segurança: nossa produção não vai acabar enquanto houver demanda e a legislação permitir *

8 O que é ética ? 1/14 GRUPO 3 Ética vem de ethos, palavra grega que significa costume, maneira habitual de agir, índole. A Ética é a parte da filosofia que estuda a moralidade dos atos humanos, enquanto livres e ordenados a seu fim último. De modo natural, a inteligência adverte a bondade ou malícia dos atos livres, haja vista o remorso ou satisfação que se experimenta por ações livremente realizadas. Voltada para a retidão moral dos atos humanos, a Ética é uma ciência prática, de caráter filosófico. Sob esse prisma, sabe-se que o conhecer não tem sentido em si, mas sim por se dirigir à ação, buscando o bem do homem. O homem é social por natureza, e dirige-se para o seu fim último em união com outros homens; assim, a Moral Geral analisa aspectos tais como o fim último, a lei moral, a consciência, as virtudes; e a Moral Especial ou Moral Social aplica tais princípios à vida do homem na sociedade: família, bem comum da sociedade, autoridade e governo, leis civis, e ordem moral da economia e das organizações (RODRIGUES LUÑO, in ARRUDA, 2009). * *

9 O que é ética ? 1/14 Fonte, OESP/JT/FSP/VE/OG, 29/09/2011 ATO ANTICORRUPÇÃO TERMINA COM VASSOURAS FURTADAS EM BRASÍLIA Em um episódio em que a instalação artística se confundiu com a vida real, 594 vassouras nas cores verde e amarelo colocadas no gramado diante do Congresso foram levadas por ambulantes, funcionários de ministérios, seguranças e a população em geral. Instaladas de manhã pela ONG Rio da Paz, cada vassoura representava um parlamentar. Elas, porém, não conseguiram sobreviver ao horário do almoço. A sucessão de furtos fez com que os organizadores retirassem as vassouras sobreviventes. A ideia original da ONG era que elas fossem entregues aos parlamentares. Muitas foram, no final do ato frustrado, doadas a interessados.

10 O que são valores organizacionais ? 1/14 GRUPO 4 Reflexão sobre o cartum *

11 O que são valores organizacionais ? 1/14 GRUPO 4 São um conjunto de ações éticas que auxiliam gestores e funcionários a tomar decisões de acordo com os princípios da organização. Quando bem implementado, os valores éticos tendem a especificar a maneira como a empresa administrará os negócios e consolidar relações com fornecedores, clientes e outras pessoas envolvidas (stakeholders). Ao incorporar elementos de responsabilidade social ao gerenciamento da cadeia de valor e estimular essa incorporação por parte de sua cadeia de fornecimento e de distribuição, a empresa, além de adicionar valor a seu produto, contribui efetivamente para o desenvolvimento sustentável (ETHOS, 2007) [cadeia de valor é uma série de atividades relacionadas e desenvolvidas pela empresa para satisfazer as necessidades dos clientes, desde as relações com os fornecedores e ciclos de produção e venda até a fase final da distribuição para o consumidor final] *

12 Que ações de RSO as empresas podem desenvolver internamente ? 3/14 GRUPO 5 As principais ações de responsabilidade social interna desenvolvidas pelas empresas são: investimento no bem-estar dos empregados e seus dependentes; preservação dos direitos trabalhistas; programas de remuneração e participação nos resultados; gestão participativa, respeito aos direitos humanos, assistência médica, social, odontológica, alimentar e de transporte; investimentos na qualificação dos empregados; e gestão do ambiente e das condições de trabalho, que envolve questões como jornada de trabalho, organização do trabalho, materiais e equipamentos, segurança e saúde do trabalhador e outras. (PENA, Roberto Patrus et alli. Responsabilidade Social Empresarial e estratégia: um estudo sobre a gestão do público interno em duas empresas signatárias do Global Compact). *

13 Que ações de RSO as empresas podem desenvolver internamente ? 7/14 O combate ao preconceito e à discriminação contempla a valorização da diversidade e, desta forma, incentiva a inclusão. Para Carroll e Buchholtz (2000), discriminação significa o uso da sexo, etnia, cor, religião ou origem nacional como base de tratamento das pessoas de maneira desigual ou diferente. Arruda, Whitaker e Ramos (2001) afirmam que o reconhecimento do talento das pessoas, preservando os valores da organização, deve sobrepor-se à discriminação nas políticas de recursos humanos. Com relação à discriminação por gênero, pesquisa realizada por Betiol e Tonelli (1991), concluiu que, para a ascensão profissional da mulher, parecem existir dois tipos de preconceito: um, mais tradicional, que vê a mulher como inferior ao homem para assumir postos de comando; e o outro, é funcional, pois desconfia da disponibilidade do investimento da mulher no trabalho. Para o DIEESE (2001), as mulheres, ainda, representam uma minoria nos cargos de execução e nos grupos de direção e planejamento. Empresas socialmente responsáveis devem oferecer oportunidades iguais, independentemente de sexo, etnia, idade e origem, dentre outras, e trazer para o ambiente de trabalho diferentes histórias de vida, habilidades e visões de mercado (ORCHIS, YUNG, MORALES, 2002). (PENA, Roberto Patrus et alli. Responsabilidade Social Empresarial e estratégia: um estudo sobre a gestão do público interno em duas empresas signatárias do Global Compact). *

14 O que é sustentabilidade organizacional ? 1/14 GRUPO 6 Sustentabilidade empresarial significa assegurar o sucesso do negócio a longo prazo e ao mesmo tempo contribuir para o desenvolvimento econômico e social da comunidade, um meio ambiente saudável e uma sociedade estável. A sustentabilidade tem três amplos componentes, geralmente descritos como as pessoas, os lucros e o planeta Ou seja, os aspectos sociais, econômicos e ambientais. Além da necessidade de as empresas darem conta dessas três dimensões, inclui, ainda, a responsabilidade (accoutability), transparência e o envolvimento com os stakeholders. *

15 A pesquisa International Business Report da consultoria britânica Grant Thornton tentou descobrir qual o objetivo das ações de sustentabilidade das empresas. De acordo com os dados, a disposição dos empresários brasileiros de salvar o planeta diminui em 22 pontos percentuais, saindo de 84% das companhias entrevistadas por aqui, em 2008, para 62%, em A pesquisa ouviu 11 mil corporações de 39 países. Outra constatação é que, para 80% das empresas, os investimentos em responsabilidade social têm por objetivo melhorar sua imagem perante a opinião pública. Apesar disso, o Brasil desfruta de uma posição favorável no geral: O que é sustentabilidade empresarial 1/11 Fonte: Revista IstoéDinheiro 13/07/ /11 *

16 A Universidade corporativa, ou universidade empresarial, é uma instituição de ensino técnico e superior, em nível de graduação e pós-graduação, vinculada a empresas privadas e públicas. O objetivo da universidade corporativa (UC) é oferecer cursos técnicos específicos para os colaboradores da corporação. Assim, ela customiza os cursos exatamente de acordo com as políticas e estratégias das empresas, reduz custos do treinamento convencional e obtém rapidez na formação da mão de obra. Seus objetivos de aprendizagem estão direcionados a desenvolver competências, habilidades e atitudes e relacionadas aos interesses, objetivos e estratégias da organização. A Universidade corporativa parte do princípio de que as pessoas estarão mais conscientes, preparadas e maduras na forma de ver o mundo, e sobre o que é ou não adequado ao comportamento, sendo, portanto, capazes de argumentar em favor dos interesses maiores da sociedade. Isto porque a educação não deve estar limitada às necessidades do mundo do trabalho, mas precisa, também estar voltada para a formação do individuo para a familia, para o trabalho, para a comunidade e para o país, associada ao significado mais amplo e nobre da Educação, como viga mestra da sociedade. Universidade Corporativa 12/14 * * * GRUPO 7 UNIVERSIDADES CORPORATIVAS – OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM * *

17 © Responsabilidade na gestão do relacionamento com clientes 20 A empresa deve alinhar-se aos interesses do cliente e buscar satisfazer suas necessidades, tendo como referência importante o aspecto da qualidade do serviço de atendimento ao cliente. (ETHOS, 2007). Além disso, devem contemplar a identificação e soluções dos problemas levantados pelos clientes. A responsabilidade social em relação aos clientes e consumidores exige da empresa o investimento permanente no desenvolvimento de produtos e serviços confiáveis, que minimizem os riscos de danos à saúde dos usuários e das pessoas em geral. A empresa socialmente responsável apóia seus consumidores/clientes antes, durante e após a efetuação da venda, prevenindo prejuízos com o uso do seu produto. (ETHOS, 2007). Deve buscar conhecer os danos potenciais que possam ser provocados por suas atividades e produtos e alertar os consumidores/clientes quanto a eles [vide sacos plásticos em produtos americanos], atuando em um processo de melhoria contínua e observando as normas técnicas relativas a eles, a exemplo das normas da ABNT (ETHOS, 2007). GRUPO 8 * * * *

18 O que é Responsabilidade Social Organizacional 1 Responsabilidade Social Organizacional é a forma de gestão que se define pela relação ética e transparente da empresa com todos os públicos com os quais ela se relaciona e pelo estabelecimento de metas empresariais compatíveis com o desenvolvimento sustentável da sociedade, preservando recursos ambientais e culturais para as gerações futuras, respeitando a diversidade e promovendo a redução de desigualdades sociais (ETHOS, 2007). GRUPO 9 11/14 *

19 O que é Responsabilidade Social Organizacional 1 (Apresentação do Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial 2009 do Instituto Ethos) [cadeia de valor é uma série de atividades relacionadas e desenvolvidas pela empresa para satisfazer as necessidades dos clientes, desde as relações com os fornecedores e ciclos de produção e venda até a fase final da distribuição para o consumidor final] 12/14

20 [1] Porque os autores consideram a reputação da empresas como uma vantagem competitiva ? [2] Comente a seguinte frase, à luz dos ensinamentos da RSO: espera-se que as empresas deixem de fazer parte do problema para fazer parte da solução. [3] Estabeleça a diferença entre o controle de poluição utilizando a tecnologia de remediação e a tecnologia de controle no final do processo (end-of-pipe-control) [4] Comente o case Zara, à luz dos ensinamentos da disciplina RSO. © Questões para Atividade de sala 26 *

21 [1] Cite 4 das principais ações de responsabilidade social interna desenvolvidas pelas empresas [2] Com relação ao público interno, quais são as grandes vantagens competitivas que as empresas podem desenvolver, a partir das boas práticas da Responsabilidade Social Organizacional ? [3] Explique como e mpresas socialmente responsáveis devem se posicionar em relação à diversidade [sexo, etnia, idade e origem] [4] Quais são os objetivos de aprendizagem da empresa na implantação da universidade corporativa ? Atividades de sala * * * *

22 RSO Governo planeja forte estímulo aos veículos verdes A alíquota de 25% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que incide atualmente sobre os veículos elétricos e híbridos pode ser zerada. Essa é uma das medidas em estudo pelo governo, para quem o forte estímulo aos veículos verdes precisa ocorrer logo, de forma a inserir o País e a indústria automobilística local em um debate que ganha força nos países europeus e asiáticos. Integrantes da equipe econômica citam as discussões dos líderes europeus, em Bruxelas, que envolvem a extinção, até 2050, do tráfego de veículos convencionais, movidos a gasolina e diesel. (VE)


Carregar ppt "Responsabilidade Social Organizacional Prof. Mestre Demóstenes Farias Fortaleza, setembro de 2011 Revisão Avaliação © www.demostenesfarias.wordpress.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google