A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HIDROMETEOROLOGIA HIDROMETEOROLOGIA EVENTOS EXTREMOS E AVISO PRÉVIO EM MOÇAMBIQUE Por: Salvador Domingos Engº. Meteorlogista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HIDROMETEOROLOGIA HIDROMETEOROLOGIA EVENTOS EXTREMOS E AVISO PRÉVIO EM MOÇAMBIQUE Por: Salvador Domingos Engº. Meteorlogista."— Transcrição da apresentação:

1 HIDROMETEOROLOGIA HIDROMETEOROLOGIA EVENTOS EXTREMOS E AVISO PRÉVIO EM MOÇAMBIQUE Por: Salvador Domingos Engº. Meteorlogista

2 INTRODUÇÃO Um dos grandes dilemas da sociedade mundial desde o final do século XX, tem sido a discussão sobre a génesse, características e impactos das mudaças climáticas globais nas diversas regiões do planeta. Os eventos climáticos extremos assumem importâçia significativa no quotidiano das sociedades, quer seja por sua frequência e intensidade de ocorrência, ou pela vulnerabilidade socioambiental.

3 CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE MOÇAMBIQUE O clima de Moçambique é essencialmente tropical com quatro variações: húmido, seco, sémi-árido e o clima modificado pela altitude. É caracterizado por duas estações: a fresca e seca (Abril a Setembro) e a quente e húmida (Outubro a Março). A época quente é também a época chuvosa. Factores que inflenciam no clima: Latitude e longitude; Aproximação ou afastamento do mar; A Zona de Convergência Intertropica (ITCZ); Relevo O fenômeno gglobal ENSO.

4 CONDIÇÕES HIDROCLIMÁTICAS DE MOÇAMBIQUE A existencia de uma vasta e rica bacía hidrográfica com rios que na sua maioria nascem no interior di continente, atravessando o paí até desaguarem na costa moçambicana do Indico, cria condições excelentes para um regime hidrológico peculiar com picos de caudais difinidos dependendo da estação do ano e o desenvolvimento das condições climática em curso.

5 VARIABILIDADE CLIMÁTICA Eventos Extremos (episódios adversos) Desastres Naturais (ameaças) Risco Sócioambiental Vulverabilidade Social EVENTOS EXTREMOS (EPISÓEDIOS ADVERSOS) Anomalias ou desvios que flutuam sobre um padrão médio ou habitual; Episódios extremos que se podem configurar como ameaças; Eventos adversos de natureza climática e/ou meteorológica correspondem a mais de 85% do total em todo o planeta

6 DESASTRES NATURAIS (AMEAÇAS) Um evento adverso (extremo) pode-se transformar numa ameaça, se ocorrer em áreas ocupadas pelo homem; A ocorrência de um evento extremo em áreas vulneráveis, ou de risco, pode-se transformar num desastre.

7 Eventos Hidroclimáticos extremos em Moçambique OrdemTipo de desastre Grau de severidade Tempo de Duração Extesão (area) Perdas Humanas Perdas Economicas Impacto Social Impacto de longo prazo Grau de surpresa Desastres associados 1 Seca Ciclone tropical Enchentes regionais Inundacoes repentinas Vendavais localizados Trovoadas e Raios Grau de Impacto1 - 0Muito Alto2 - Alto3 - Medio4 - Baixo5 - Muito Baixo

8 EVENTOS HIDROCLIMÁTICOS EXTREMOS CheiasInundações Seca Trovoadas e raios

9 Seca Ciclones tropicais

10 ZONAS VULNERÁVEIS A CICLONES TROPICAIS NA COSTA DE MOÇAMBIQUE E SUA INTENSIDADE

11 Zonas vulveráveis a cheias e inudações

12 SISTEMA DE AVISO PRÉVIO Moçambique é extremamente vulnerável a eventos climáticos extremos, frequentemente o país tem sido fustigado por cheias, ciclones e secas, que tendem a transformar-se em calamidade. Esta susceptibilidade do país à variabilidade climática, deve-se por um lado a factores de ordem geo-fisíca e por outro, a factores de natureza humana. Devido a localização costeira e clima do país, eventos extremos tornam-se comuns, contudo o impacto que estes tem na vida da população e em função do seu grau de vulnerabilidade e da existência ou não de mecanismos de prevenção, mitigação e resposta a estes eventos.

13 Importância do Sistema de Aviso Prévio O Sistema de Aviso Prévio e um elemento importante na redução de risco de desastres. Evita a perda de vidas e reduz o impacto económico e material dos desastres. Para serem eficazes, é necessário que os sistemas de aviso prévio incluam as comunidades em risco, facilitem a educação e a consciencialização públicas de riscos, propaguem eficazmente as mensagens e alertas e garantam que exite um estado constante de preparação

14 PRINCIPAIS ELEMENTOS DO AVISO PRÉVIO

15 QUESTÕES TRANSVERSAIS Existem uma gama de questoes gerais que devem ser tomados em conta aquando da concepção e manutenção dos sistemas de aviso prévio eficazes: Acordos governamentais e instituições eficazes; Uma abordagem de multiplos perigos; Envolvimento das comunidades locais; Consideração da perspectiva do género e da diversidade cultural;

16 Actores Principais Para desemnolver e implementar um sistema de aviso prévio eficaz requer a contribuição e coordenação de uma gama diversa de individuos e gurpos: Comunidades; Governos Nacional e Local; Instituições e organizações regionais; Organismos internacionais; Organizações Não-Governamentais; Sector Privado; Comunidade Científica e Académica

17 AVISO PRÉVIO EM MOÇMBIQUE O Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) é a instituição responsável pela observação, monitoria e divulgação dos avisos e alertas sobre eventuais situações extremas das condições do tempo ou clima em Moçambique. A Direcção Nacional de Águas responsabiliza-se pela parte hidrológica (bacias) à nivel Nacional, na monitoria e divulgação das infonrmações de previsão periodicas tendo em conta os informes do INAM.

18 AVISO PRÉVIO EM MOÇMBIQUE (Cont.) Em caso de se estar na eminencia de um evento extremo (cheia, ciclone e outros), informações do INAM e do DNA, seguem para os canais apropriados (Governo da provincia, distrito, localidade)e em simultâneo, para o INGC/CENOE (Centro Nacional Operativo de Emergencias), para a tomada de posições de operativas (declaração de alertas), activação da UNAPROC (Unidade Nacional de Proteção Cívil), em caso de haver necessidade.

19 QUESTIOÁRIO Qual a importânçia do Aviso Prévio? Quais os principais elementos do Aviso Prévio? Quais os principais actores para se desenvolver e implementar um sistema de Aviso Prévio? Em Moçambique quais as instituições responsaveis para emitir avisos em caso de se estar em eminência de inudações, cheias e ciclones?

20


Carregar ppt "HIDROMETEOROLOGIA HIDROMETEOROLOGIA EVENTOS EXTREMOS E AVISO PRÉVIO EM MOÇAMBIQUE Por: Salvador Domingos Engº. Meteorlogista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google