A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1de6 Tratamentos de Águas de Piscinas: Generalidades O controlo microbiológico será a maior preocupação havendo que ter mais cuidado com as piscinas de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1de6 Tratamentos de Águas de Piscinas: Generalidades O controlo microbiológico será a maior preocupação havendo que ter mais cuidado com as piscinas de."— Transcrição da apresentação:

1 1de6 Tratamentos de Águas de Piscinas: Generalidades O controlo microbiológico será a maior preocupação havendo que ter mais cuidado com as piscinas de água doce. Nas piscinas de água do mar, a água pode ser renovada mais frequentemente e, além disso, os microrganismos que ocorrem na água do mar não são geralmente patogénicos. Apesar de não significarem perigos para a saúde, a existência de turvação ou a presença de algas em piscinas também não é do agrado dos utilizadores.

2 2de6 Tratamento de Água em Piscinas Cada piscina tem as suas particularidades e podem considerar-se piscinas para fins terapêuticos ou de recreio (públicas ou particulares). Sem tratamento de águas, torna-se-ia muito perigoso o uso de piscinas e, apesar dos tratamentos, ainda há alguns riscos sendo frequente a ocorrência de otites e conjuntivites. Os tratamentos a considerar são: –Filtração –Desinfecção –Acerto de pH.

3 3de6 Desinfecção de Piscinas com Cloro ou Substâncias Afins (1de2) Esta desinfecção tem por finalidade atacar bactérias, virus, fungos e algas. O tratamento com cloro (hiploclorito) pode ser de choque ou de manutenção. Considera-se como exemplo possível, um tratamento a aplicar ~2 vezes por semana. O pH da piscina deve ser controlado diariamente de modo a manter-se entre 7,0 e 7,6. O problema olhos vermelhos atribuído ao uso do cloro pode também ser devido a falta de controlo de pH.

4 4de6 Desinfecção de Piscinas com Cloro ou Substâncias Afins (2de2) O tratamento com cloro tem de ser feito com cuidado mas mesmo assim há pessoas que sentem irritação nas mucosas e nos olhos (olhos vermelhos). Não está provado que este uso de cloro seja prejudicial à saúde. O cloro usado em piscinas pode provocar alterações de cor dos cabelos ou das roupas. Têm sido propostos outros métodos de desinfecção que não apresentam estas desvantagens.

5 5de6 Filtração e Outros Tratamentos A água da piscina deve estar a ser continuamente filtrada a fim de retirar partículas sólidas e podem ser adicionados agentes de floculação. Estão comercializados equipamentos como filtros, doseadores, medidores, aspiradores. Ainda a propósito da desinfecção com cloro, há a possibilidade de usar um dispositivo que por electrólise da água da piscina liberta cloro a partir do cloreto dissolvido na água. A concentração de cloreto na água é ajustada por adição de cloreto de sódio.

6 6de6 Considerações Finais De certo modo, estava subentendido que as piscinas consideradas eram destinadas a recreio mas também há piscinas destinadas a tratamentos de saúde. Por outro lado, estas metodologias também se poderiam estender, sem dificuldade e com as devidas adaptações, aos tanques de piscicultura. Haveria apenas que salvaguardar as particularidades de cada problema como já se tinha referido a propósito das piscinas de recreio.


Carregar ppt "1de6 Tratamentos de Águas de Piscinas: Generalidades O controlo microbiológico será a maior preocupação havendo que ter mais cuidado com as piscinas de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google