A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Flávia Aleixo Vasconcellos Doutoranda em Biotecnologia Universidade Federal de Pelotas Centro de Biotecnologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Flávia Aleixo Vasconcellos Doutoranda em Biotecnologia Universidade Federal de Pelotas Centro de Biotecnologia."— Transcrição da apresentação:

1 Flávia Aleixo Vasconcellos Doutoranda em Biotecnologia Universidade Federal de Pelotas Centro de Biotecnologia

2 OBJETIVO DA AULA CONHECER E DESCREVER OS PRINCIPAIS MÉTODOS DE ESTERILIZAÇÃO APLICADOS EM LABORATÓRIO

3 ESTERILIZAÇÃO Processo que DESTRÓI ou ELIMINA agentes transmissíveis das superfícies e equipamentos. FUNGOS, BACTÉRIAS, VÍRUS e ESPOROS

4 DESINFECÇÃO X ANTISSEPSIA DESINFECÇÃO Limpar um OBJETO ou INSTRUMENTOS de organismos patogênicosDESINFETANTES São agentes antimicrobianos aplicados à OBJETOS e INSTRUMENTOS para destruir microorganismos. ANTISSEPSIA Limpar um TECIDO VIVO de organismos patogênicos ANTISSÉPTICOS São substâncias antimicrobianas aplicadas a TECIDOS VIVOS para reduzir a possibilidade de infecção. OBS: Álcool 70% - maior difusão e menor evaporação ASSEPSIA

5 Métodos físicos CALOR SECO FORNO PASTEUR ou ESTUFA Provoca a OXIDAÇÃO dos constituintes celulares, DESNATURAÇÃO e a COAGULAÇÃO das proteínas Indicação - Metais, Vidros, Pós Contra-indicação - Tecidos, Borrachas e Líquidos Tempo e Temperatura: 2h à 170°C ou 12h à 120°C

6 Métodos físicos CALOR ÚMIDO AUTOCLAVE TERMOCOAGULAÇÃO das proteínas bacterianas. Elimina bactérias, vírus, fungos, esporos (exceção: prions) Indicação - Metais, Vidros, Tecidos, Borrachas Contra-indicação - (alguns) Tecidos, Borrachas e Líquidos Tempo e Temperatura min à 121°C Avaliação da eficácia: – Fita adesiva – Tubos com suspensão de esporos de Bacillus stearothermophylus (12 min a 121°C)

7 PRÁTICA

8 Métodos físicos RADIAÇÃO por RAIOS GAMA COBALTO altera a COMPOSIÇÃO MOLECULAR das células, sofrem IONIZAÇÃO, ficando carregadas negativa ou positivamente, modificando o DNA (Processo a frio, por isso não danifica embalagens e invólucros) Indicação: Plásticos descartáveis por ULTRAVIOLETA 15min – Somente superfícies

9 Métodos físicos FILTRAÇÃO A técnica é considerada esterilizante conforme o diâmetro dos POROS. diâmetro igual ou inferior a 0.2 μm ( embora não retenham VÍRUS) Os FILTROS podem ser de vários tipos : ex: velas porosas, discos de amianto, filtros de vidro poroso, de celulose, e filtros millipore (membranas de acetato de celulose ou de policarbonato Indicação: Líquidos

10 Métodos químicos Gases e Líquidos Formaldeído 180 min a temp °C U tilizado em processos fechados, (autoclave especial) A esterilização é eficiente, depende de umidade local controlada. Desvantagens Requer equipamento específico Controle rigoroso Glutaraldeído Vantagem F acilidade de uso Desvantagens É tempo dependente Necessário a imersão total do material. Alergênico, tóxico e irritante. Mycobacterias podem ser resistentes, bem como esporos.

11 DESINFECÇÃO:....considerações sobre SOLUÇÕES GERMICIDAS DESINFECÇÃO DE BAIXO NÍVEL(tempo de exposição< ou= a 10 minutos) São destruídas as bactérias em forma vegetativa, alguns vírus e alguns fungos. O Mycobacterium tuberculosis, os esporos bacterianos,o vírus da Hepatite B (HBV) e os vírus lentos sobrevivem. Ex:Álcool etílico e isopropílico, Hipoclorito de Sódio Fenólicos, Iodóforos*, Quaternário de amônia, DESINFECÇÃO DE MÉDIO NÍVEL (depende da concentração e/ou período de exposição) Além…são atingidos o Mycobacterium tuberculosis, a maioria dos vírus (inclusive o HBV) e a maioria dos fungos. Ainda sobrevivem os Mycobacterium intracelulares, os esporos bacterianos e os vírus lentos. Ex:Álcool etílico e isopropílico (70 a 90%), Fenólicos, Iodóforos, Hipoclorito de Sódio(100ppm) Pasteurização 75 o C a 30 minutos. DESINFECÇÃO DE ALTO NÍVEL (Tempo de exposição >ou= 20 minutos ) Resistem apenas alguns tipos de esporos bacterianos mais resistentes e os vírus lentos Ex: Glutaraldeído, Solução de Peróxido de Hidrogênio, Hipoclorito de sódio (1000ppm), Cloro e compostos clorados

12 Mais resistentes Príons Esporos bacterianos Micobactéria Cistos de protozoários Protozoários vegetativos Bactéria Gram-negativa Fungo e maioria de esporos de fungos Vírus não envelopados Bactérias Gram-positivo Menos Resistentes Vírus sem envelope lipídico

13 Método IDEAL de Esterilização Rápido Eficaz contra todos microrganismos Não tóxico De fácil penetração Estável Aplicável a vários materiais e tecido humano Sem odor e cor Custo reduzido

14 OBRIGADA! ANTES e DEPOIS ENCARE A TÉCNICA ÉSTERIL NÃO APENAS COMO UMA MANEIRA DE ABRIR E MANIPULAR AS CULTURAS EM AMBIENTE ESTÉRIL, MAS COMO UMA MANEIRA DE PENSAR E DE AGIR SEMPRE NO LABORATÓRIO.


Carregar ppt "Flávia Aleixo Vasconcellos Doutoranda em Biotecnologia Universidade Federal de Pelotas Centro de Biotecnologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google