A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Modelação Ambiental Aula #4 Modelos de População Simplistas Modelos NPZD Lei da Conservação da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Modelação Ambiental Aula #4 Modelos de População Simplistas Modelos NPZD Lei da Conservação da."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Modelação Ambiental Aula #4 Modelos de População Simplistas Modelos NPZD Lei da Conservação da Massa R Neves | M Mateus | G Riflet

2 Vacas esféricas A realidade e os modelos Os modelos são uma abstracção (generalização / simplificação) da realidade São (e devem ser) muito mais simples do que a realidade (objectos/processos) que pretendem caracterizar. Ainda assim podem ser complexos, mas a inclusão de muitos detalhes nos modelos não ajuda na compreensão nem garante realismo. Por vezes é mais eficaz a utilização de modelos simplificados contendo apenas algumas das características mais relevantes do sistema que se quer simular (realidade). A identificação das características mais importantes requer conhecimento científico (actualizado)

3 Da realidade ao modelo Os passos (mais ou menos) essenciais realidade modelo conceptual modelo numérico Factores envolvidos no processo: Conhecimento (científico) do sistema Desconhecimento (científico) do sistema Preconceito Pressupostos Simplificações etc…

4 Modelos de crescimento populacional (simplificados) A base dos modelos de populações r – taxa intrínseca de crescimento per capita (ilimitada ou exponencial) K – capacidade de carga da equação logística de crescimento (tamanho da população em assimptota) Modelo logístico: densidades muito abaixo da capacidade de carga por factores abióticos ou bióticos são influenciadas em grande escala pelo parâmetro r taxas de crescimento das populações a densidades próximas da capacidade de carga são sobretudo influenciadas pelo parâmetro K Equação diferencialSolução analítica crescimento exponencial crescimento logístico

5 Crescimento exponencial vs. logístico

6 Capacidade de carga do sistema

7 Modelos de crescimento populacional (simplificados) Pressupostos e limitações principais Crescimento exponencial Não há limitação de recursos Não há mortalidade Apenas se aplica a alguns casos (organismos r- seleccionados) Pouco realista Crescimento logístico Existe uma limitação (capacidade de carga) Controlo da população (mortalidade implícita) Mais adequado a organismos k- seleccionados Mais generalista, mas igualmente simplista

8 Modelos de crescimento populacional (simplificados) Estrutura População crescimento mortalidade Crescimento exponencial: um termo de ganho Crescimento logístico: um termo de ganho e um de perda (implícito)

9 Modelos Lotka-Volterra: predação

10 Modelos Lotka-Volterra: competição

11 Modelos Lotka-Volterra Estrutura Presa crescimento predação Predador mortalidade

12 Modelos Lotka-Volterra Estrutura Espécie 1 Espécie 2 Recurso

13 Modelos Lotka-Volterra Principais limitações 1.Pressupostos simplistas 2.O modelo de predação não considera dependência de um recurso no caso da presa 3.A competição impõe uma limitação de recurso (k) fictícia (não é considerada explicitamente) 4.A dinâmica das populações das espécies em competição dependem uma da outra e não do disponibilidade de um recurso (falso balanço) 5.Ciclos abertos (sem conservação de massa)

14 Modelos NPZ…D A necessidade de modelos mais realistas NPZNPZ D utrient hytoplankton ooplankton etritus

15 Modelos NPZD Vantagens (em relação aos anteriores) 1.Mais complexos 2.Mais realistas 3.Ciclos fechados (reciclagem de material) 4.Conservam massa

16 Lei de conservação das massas Na natureza nada se cria nada se perde tudo se transforma Antoine Lavoisier (1743 – 1794) E os modelos devem ter isto em consideração

17 Para pensar nos tempos livres Conservação de massa: enigma #1 + Vamos supor que o sujeito da direita ingere o animal da esquerda na sua totalidade. De acordo com a lei da conservação da massa, a massa total do animal será igual ao somatório da massa assimilada pelo sujeito, mais a massa excretada (no objecto ainda mais á direita). Certo ou errado?

18 Para pensar nos tempos livres Conservação de massa: enigma #2 À medida que se sobe nos degraus das pirâmides alimentares oceânicas encontram-se: 1.Organismos maiores 2.Menos indivíduos 3.Menor quantidade de biomassa total Aparentemente temos uma violação da lei da conservação de massa, mas como tal não acontece, o que acontece?


Carregar ppt "UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Modelação Ambiental Aula #4 Modelos de População Simplistas Modelos NPZD Lei da Conservação da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google