A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

III EPEA Ribeirão Preto – 10 a 13 de julho O uso da fotografia na Percepção Ambiental Estudo de caso: Escola Dorivaldo Damm Árvore do EPEA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "III EPEA Ribeirão Preto – 10 a 13 de julho O uso da fotografia na Percepção Ambiental Estudo de caso: Escola Dorivaldo Damm Árvore do EPEA."— Transcrição da apresentação:

1 III EPEA Ribeirão Preto – 10 a 13 de julho O uso da fotografia na Percepção Ambiental Estudo de caso: Escola Dorivaldo Damm Árvore do EPEA

2 III EPEA Orientador: Sandro Tonso Orientando: Luiz Vasconcelos da S. Filho CESET – Centro Superior de Educação Tecnológica UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas FAPESP – Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo Uso da fotografia na Percepção Ambiental Crianças subindo o barranco

3 III EPEA Ribeirão Preto - Introdução e Justificativa - Objetivo da Pesquisa - Plano de Trabalho - Metodologia - Forma de Análise - Análise dos Resultados - Conclusão - Resultados Esperados - Bibliografia utilizada Estrutura Alunos em frente à igreja

4 III EPEA Ribeirão Preto Introdução e Justificativa - Os problemas ambientais: conseqüência da falta de percepção, reflexão e entendimento crítico das pessoas sobre as relações existentes entre ser humano-ambiente e ser humano-ser humano. - Essa não percepção impulsionou a degradação dos recursos hídricos, entre outras questões sócio- ambientais.

5 III EPEA Ribeirão Preto Introdução e Justificativa - A Educação Ambiental vem como possibilidade de criar uma nova percepção de mundo, que possibilite à população compreender a natureza complexa do ambiente, de forma a sensibilizar-se para o envolvimento na prevenção e solução dos problemas ambientais. - E a percepção ambiental promove essa sensibilização e tomada de consciência por meio de interpretações mediadas pela cultura e estímulos sensoriais.

6 III EPEA Ribeirão Preto Introdução e Justificativa - O uso da fotografia vem como possibilidade informativa e de expressão artística. - E por envolver idéias, sentimentos e sensações para a sua formação, ela pode ser um instrumento eficaz, detonador da capacidade perceptiva, ou indicador do estágio dessa percepção (FERRARA). Três alunos com a máquina fotográfica

7 III EPEA Ribeirão Preto Objetivo da Pesquisa - A finalidade da pesquisa é trabalhar a percepção ambiental sobre o Ribeirão Pires, através de uma vivência fotográfica, como ferramenta para a Educação Ambiental, com o intuito de investigar se a metodologia aplicada promove o desenvolvimento da compreensão crítica e reflexiva dos estudantes sobre os diversos sistemas e relações existentes no Ribeirão Pires.

8 III EPEA Ribeirão Preto Plano de Trabalho - As atividades estão sendo realizadas em uma escola de um bairro rural da cidade de Limeira, com alunos da 4ª série. - Para o desenvolvimento das atividades está sendo utilizado um período de 100 (cem) minutos por semana. Fotos dos alunos juntos na saída a campo

9 III EPEA Ribeirão Preto Metodologia A pesquisa é dividida em quatro etapas: - Análise Iconográfica; - Saída a Campo/Ribeirão Pires; - Apresentação das Fotografias Produzidas; - Discussão sobre as relações existentes. Alunos arrumando a sala

10 III EPEA Ribeirão Preto Análise Iconográfica Algumas atividades desenvolvidas: -Leitura e discussão de fotografias/sentimentos - Discussão dos pontos de vista - Produção de Imagens Através da moldura Metodologia objetivo

11 Fotografia de uma mão segurando a moldura e da imagem escolhida pelas crianças ao fundo

12 III EPEA Ribeirão Preto Metodologia Saída a Campo – Ribeirão Pires - Produção de Fotografias - Discussão dos grupos - Percepções pessoais e de grupo objetivo Foto de alunos no ônibus

13 III EPEA Ribeirão Preto Metodologia Apresentação dos grupos – etapa 3 - Discussão dos grupos. objetivo Para esta atividade foram estimuladas diversas capacidades necessárias ao processo de construção de cidadãos: o exercício de ouvir, de se expor, de se posicionar e de buscar acordos sobre o que foi visto e percebido, posto que todos os alunos terão a mesma região como objeto de seu trabalho.

14 III EPEA Ribeirão Preto Metodologia Atividades sobre as dinâmicas das relações do Ribeirão Pires objetivo Através da apresentação das múltiplas abordagens construídas pelos alunos sobre o Ribeirão, possibilita-se uma análise e reflexão crítica sobre seus sistemas e suas relações, desempenhando um papel de consciência e compreensão através e um vínculo mais estrito entre o cotidiano dos alunos e o processo educativo.

15 III EPEA Ribeirão Preto Metodologia Atividades sobre as dinâmicas das relações do Ribeirão Pires Ocorre desta forma uma sensibilização dos alunos com relação aos problemas que o Ribeirão enfrenta. Foto atividade fora de aula

16 III EPEA Ribeirão Preto Forma de Análise Análise Quantitativa: - Aplicação de Questionário - Desenho Análise Qualitativa: - Mudanças de comportamento - Mudanças de compreensão - Fotografias Produzidas

17 III EPEA Ribeirão Preto Análise dos Resultados - Organização dos alunos - Trabalho em grupo - discussões - Apresentação dos alunos - Complexidade das discussões - Questionário - Desenho

18 III EPEA Ribeirão Preto Conclusão Após a realização das atividades desenvolvidas na primeira fase da pesquisa e da análise das mesmas é possível verificar que a metodologia aplicada, até o momento, está auxiliando os alunos numa compreensão mais abrangente e complexa sobre as relações existentes no Ribeirão Pires. E um processo que não estava no objetivo da pesquisa, mas que está ocorrendo é a utilização dos temas desenvolvidos na pesquisa em outras matérias ministradas pela professora da classe.

19 III EPEA Ribeirão Preto Resultados Esperados BRANDÃO, Cláudia Mariza Mattos. Arte – Educação Ambiental: na busca de uma cidadania ecológica. [on- line]. Arte e meio ambiente - Educação Ambiental em Ação, Disponível em: Acesso em: 10 out http://www.revistaea.arvore.com.br

20 III EPEA Ribeirão Preto Bibliografia Utilizada BRANDÃO, Cláudia Mariza Mattos. Arte – Educação Ambiental: na busca de uma cidadania ecológica. [on-line]. Arte e meio ambiente - Educação Ambiental em Ação, Disponível em: Acesso em: 10 out http://www.revistaea.arvore.com.br DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: princípios e práticas. 8ª ed. São Paulo: Gaia, FERRARA, Lucrécia DAlessio. Olhar Periférico: informação, linguagem, percepção ambiental. São Paulo: Edusp, 1999

21 III EPEA Ribeirão Preto FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, KOSSOY, Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica. São Paulo: Ateliê Editorial, GUIMARÃES, Solange T. de Lima. Dimensões da percepção e interpretação do meio ambiente: vislumbres e sensibilidades das vivências da natureza. Rio Claro/SP: OLAM Ciência e Tecnologia. Ano IV. Vol. 4, Nº 1, Bibliografia Utilizada

22 Fotos dos alunos subindo o barranco


Carregar ppt "III EPEA Ribeirão Preto – 10 a 13 de julho O uso da fotografia na Percepção Ambiental Estudo de caso: Escola Dorivaldo Damm Árvore do EPEA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google