A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Breve manual educomunicativo para cobertura em foto & vídeo Programa Nas Ondas do Rádio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Breve manual educomunicativo para cobertura em foto & vídeo Programa Nas Ondas do Rádio."— Transcrição da apresentação:

1 Breve manual educomunicativo para cobertura em foto & vídeo Programa Nas Ondas do Rádio

2 1 Organização prévia da equipe

3 Programa Nas Ondas do Rádio ANTES DE TUDO Realize uma reunião com a equipe para apresentar: o a natureza e importância do evento; o o local em que ocorrerá e o trajeto a ser percorrido até lá; o os horários de início e término da cobertura, o o histórico do evento, caso hajam edições anteriores; o a finalidade da cobertura: objetivos, mapa do local; o as prioridades da equipe de cobertura, tarefas a serem cumpridas e perguntas que deverão ser respondidas(pauta) o O quê? o Quem? o Por quê? o Onde? o Quando? o Como?; o o cronograma das tarefas; o outras informações pertinentes. DICA: Prepare uma apresentação ilustrada que valorize o evento e motive a equipe.

4 Programa Nas Ondas do Rádio Elabore e confira um checklist com os itens: o câmeras e microfones externos/lapela (caso existam); o câmeras (e microfones) reservas; o baterias e pilhas (carregar); o cartões de memória (testar); o cabos e carregadores; o demais acessórios mídias de backup (cartões, fitas MiniDV, pendrives etc.) baterias de reserva, tripé ou monopé, bolsas, flashs (para fotos), lentes e tampas. ANTES DE TUDO DICA: Teste todo o equipamento com antecedência.

5 Programa Nas Ondas do Rádio 2 Atribuição das funções

6 Programa Nas Ondas do Rádio Designar responsáveis para cada uma das tarefas. COORDENADOR DE EQUIPE – garante espaço para alojar o grupo e seus pertences, confere a pauta prévia, esclarece a cada um o seu respectivo papel, controla os horários e o cumprimento de metas. OPERADOR(ES) DE CÂMERA (FOTO E VÍDEO) – responsabiliza(m)- se pelas câmeras e sua operação, define(m) os ângulos, a iluminação e os ambientes adequados nas tomadas de cena, orientam os entrevistadores e os entrevistados quanto à postura e posicionamento. ENTREVISTADORES – apresentam e fazem perguntas aos entrevistados, responsabilizam-se pelos microfones, gravam os offs. AUXILIAR(ES) – apóiam os operadores carregando os acessórios e isolando o espaço em volta da gravação, verificam e anotam os detalhes importantes. EDITOR(ES) DE AVI e FOTO – fazem a decupagem (descrição do conteúdo) e classificação do material bruto; tratam e formatam das imagens, inserindo créditos e legendas.decupagem PUBLISHERS – garantem o backup em mídias e a publicação das imagens nos canais de mídia on-line. CHEGANDO AO EVENTO DICA: Sempre que possível, estabeleça um rodízio de funções na equipe.

7 Programa Nas Ondas do Rádio 3 Levantamento da pauta

8 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Tenha sempre em mãos um plano B, caso o planejamento inicial não possa ser cumprido. Assim, se evita muita frustração. CHEGANDO AO EVENTO Defina com o grupo de forma ágil e objetiva: os tópicos mantidos da pauta prévia, isto é, quais os eventos e personagens que merecem prioridade no registro (procure manter só os já foram devidamente escolhidos, pesquisados e contatados); o roteiro de perguntas (utilizando o quê, quem, como, quando, onde e por que); o tempo destinado a cada gravação, medido em minutos-relógio ou espaço disponível em fita ou HD (dependendo da câmera); os prazos máximos para entrega, finalização e postagem dos vídeos e fotos da cobertura.

9 Programa Nas Ondas do Rádio 4 Foto e Vídeo-reportagem

10 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Forme duplas com alunos mais e outros menos xperientes, para que todos possam compartilhar conhecimentos. NA COBERTURA Para Foto Ajuste as câmeras para uma resolução média a boa. Caso a imagem necessite ser reduzida, diminua a qualidade na edição. Atente para um bom enquadramento, enfocando com precisão o objeto da imagem. Não tente conciliar retrato e paisagem: ou é um, ou é outro. Evite bater sempre a mesma foto: busque ângulos ousados e inesperados. Use o Flash mesmo durante o dia: ele equilibra melhor a luz nas imagens. Nas externas, evite a luz direta do sol (contra-luz), especialmente nos horários horários próximos ao meio dia.

11 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Utilize o enquadramento do monitor. Embora ele consuma mais bateria, torna a gravação muito mais prática e confortável. NA COBERTURA Para Vídeo Grave sempre um espaço a mais no começo e no final das tomadas. Você precisará dele na hora de cortar e editar. Se achar que a tomada não ficou satisfatória, procure repeti-la. O ideal é trabalhar com duas câmeras, mas se isso não for possível e se o entrevistado for colaborativo, você pode gravar as respostas em mais de um ângulo, possibilitando maior dinamismo na edição. Os microfones das câmeras geralmente apresentam baixa qualidade de captação. Use um gravador de áudio para fazer um backup que possa, se necessário, ser usado na edição.

12 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Garanta a melhor produção de imagens que for possível. Lembre- se: a maioria dos problemas NÃO pode ser resolvida na edição. NA COBERTURA Para Foto e Vídeo Use um tripé ou, ao menos um monopé. É muito difícil obter uma imagem sem um apoio fixo. Só recorra ao Zoom quando não puder se aproximar do objeto enquadrado. Evite particularmente o uso do Zoom digital. Evite o contraluz, ele dificilmente gera um bom efeito em coberturas noticiosas. As câmeras digitais modernas contam com bons ajustes automáticos de abertura e foco. Para abrir mão deles, é necessário ser um operador experiente.

13 Programa Nas Ondas do Rádio 5 Edição do material captado

14 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Uma edição eficaz de cobertura utiliza o corte seco (sem transição) ou transições em fade. Evite enfeitar o pavão. NA COBERTURA Hardware e Software Câmeras com saída em CD ou cartão de memória (desde que haja um leitor disponível) são mais úteis do que as que necessitam transmitir as imagens via cabo). Neste aspecto, câmeras analógicas são bastante limitadas. Dê preferência aos formatos com boa qualidade para entrada AVI para vídeo e JPEG de alta resolução para fotos. Dê preferência aos formatos leves para saída MPEG 4 para vídeo e JPEG de baixa resolução para fotos. A menos que você seja um expert bem equipado, suas opções de software para edição de vídeo são o Windows Movie Maker (PC-Windows), Kino (PC- Linux) e iMovie (Apple Macintosh). Para edição de imagens, há o GIMP (software livre para Windows e Linux) como opção ao Paint ou o Photo Editor do Windows.

15 Programa Nas Ondas do Rádio 6 Publicação das matérias

16 Programa Nas Ondas do Rádio DICA: Discuta a pauta da cobertura foto-videográfica com as equipes de Rádio e Mídia Impressa para evitar lacunas e redundâncias. NA COBERTURA Todas as pessoas cuja imagem venham a ser veiculadas deverão manifestar sua autorização para a publicação das mesmas. Há sites específicos para postagem de fotos (ex. Picasa) e vídeos (ex: Youtube). Todos necessitam de uma conta com cadastramento prévio que deve ser providenciado ANTES do evento. Por maior que pareça ser o espaço disponível nesses repositórios, a transmissão de arquivos de mídia ainda é problemática. Por isso, limite o tamanho (5 Mb) e a duração (60 segundos) dos arquivos AVI. A cobertura deve ser um trabalho integrado, com horários definidos para a captação de material (cerca de uma hora), edição (uma hora e meia a duas horas) e publicação (30 minutos a uma hora). Assim, leve em conta um período de três a quatro horas bem aproveitadas para o cumprimento da meta de uma postagem diária.

17 Programa Nas Ondas do Rádio 7 Registro e Avaliação

18 Programa Nas Ondas do Rádio NO FINAL E DEPOIS Os arquivos digitais do material bruto e das produções finalizadas são a base do portifólio e da midiateca. Devem ser descarregados das câmeras e salvos em mídias de backup como HDs, CDs e DVDs. Depois de finalizada a cobertura, é necessária uma reunião com a equipe na qual todos os participantes expressem sua avaliação pessoal. A avaliação final da atividade deve ser levada ao conhecimento de todos os participantes. Elaborar um relatório final com os aspectos relevantes da ação realizada garante aos educadores a justificativa pedagógica para o desenvolvimento de novos projetos educomunicativos.

19 Programa Nas Ondas do Rádio Vocabulário e referências

20 Programa Nas Ondas do Rádio ALGUNS TERMOS USADOS AQUI: AVI – sigla para áudio & vídeo Briefing – dados resumidos a respeito de uma instituição, entidade ou mesmo uma pessoa. Backup – registro de segurança armazenado em alguma mídia (CD, DVD, HD). Checklist – relação de equipamentos ou tarefas para conferência. Decupagem – procedimento de anotar o conteúdo de uma fita de acordo com a duração de cada tomada. MiniDV – padrão comercial para fitas de gravação digital. Offs – locuções associadas à imagens sem que apareça a imagem do locutor. BREVE REFERÊNCIA WATTS, Harris. On Camera: o curso de produção de filme e vídeo da BBC. São Paulo, Summus, ( ). Direção de Câmera. São Paulo, Summus, WOHLGEMUTH, JULIO. Vídeo Educativo, uma pedagogia audiovisual. São Paulo, SENAC, 2005.

21 Programa Nas Ondas do Rádio Realização Secretaria Municipal de Educação da Cidade de São Paulo Programa Nas Ondas do Rádio – DOT/SME Coordenação do Programa Nas Ondas do Rádio Carlos Alberto Mendes de Lima Equipe de Assessores/as Alda Ribeiro Carlos Eduardo Fernandez Eveline Araujo Izabel Leão Marciel Consani Mauro Cordeiro Michel Sitnik Paola Prandini Salete Soares Silene Araújo


Carregar ppt "Breve manual educomunicativo para cobertura em foto & vídeo Programa Nas Ondas do Rádio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google