A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CINEMÁTICA VETORIAL Análise vetorial,ou seja, completa(direção, sentido e módulo) das grandezas: Deslocamento Velocidade Aceleração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CINEMÁTICA VETORIAL Análise vetorial,ou seja, completa(direção, sentido e módulo) das grandezas: Deslocamento Velocidade Aceleração."— Transcrição da apresentação:

1 CINEMÁTICA VETORIAL Análise vetorial,ou seja, completa(direção, sentido e módulo) das grandezas: Deslocamento Velocidade Aceleração

2 Vetor deslocamento - ou simplesmente 'deslocamento' de P entre os instantes t 1 e t 2 é o vetor Δ r assim definido:

3 Vetor Velocidade Instântanea

4 Vetor Velocidade Média

5 Aceleração Resultante – Duas Componentes Note que a direção do vetor velocidade pode se manter constante enquanto sua intensidade varia. Repare que a direção do vetor velocidade pode variar mesmo com o módulo permanecendo constante. CONCLUSÃO : a aceleração de um corpo é resultado de duas componentes.(tangencial e centrípeta)

6 ACELERAÇÃO RESULTANTE Componente Tangencial Indica a variação do módulo do vetor velocidade ( at ) Direção - mesma do vetor velocidade Sentido – M.Acel.- igual ao vetor velocidade M.Retar.- oposto ao vetor velocidade Módulo – igual ao da aceleração escalar Componente Centrípeta Indica a variação da direção do vetor velocidade ( acp ) Direção – normal ao vetor velocidade Sentido – para o centro da trajetória Módulo -

7 Aceleração tangencial( t ) Importante: 1) Em movimentos acelerados, a aceleração tangencial e o vetor velocidade tem o mesmo sentido. 2) Em movimentos retardados, a aceleração tangencial e o vetor velocidade tem sentidos contrários, como na figura ao lado. 3) Em movimentos uniformes, a aceleração tangencial é nula, já que o módulo do vetor velocidade não varia nesses movimentos.

8 Aceleração Centrípeta ( cp ) Importante: 1) nos movimentos retilíneos, a aceleração centrípeta é nula porque o móvel não muda de direção nesses movimentos. 2) no MCU a a R = a cp, pois o vetor velocidade, mesmo sendo constante em módulo(uniforme), varia sua direção (circular)

9 Aceleração vetorial resultante A obtenção da intensidade da aceleração resultante pode ser feita aplicando-se o Teorema de Pitágoras no triângulo retângulo em destaque na figura: a 2 = a t 2 + a cp 2


Carregar ppt "CINEMÁTICA VETORIAL Análise vetorial,ou seja, completa(direção, sentido e módulo) das grandezas: Deslocamento Velocidade Aceleração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google