A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOVIMENTOS: COMO DESCREVÊ-LOS? Marta Feijó Barroso IF-UFRJ, 2006.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOVIMENTOS: COMO DESCREVÊ-LOS? Marta Feijó Barroso IF-UFRJ, 2006."— Transcrição da apresentação:

1 MOVIMENTOS: COMO DESCREVÊ-LOS? Marta Feijó Barroso IF-UFRJ, 2006

2 trajetória posição deslocamento velocidade aceleração exemplos: movimento retilíneo movimento circular conceitos:

3 O QUE SE MOVE o modelo para o que é observado QUEM OBSERVA o observador, o ponto de referência,... preliminares (escondido):

4 objeto de nosso estudo sistema

5 o observador sistema de referência

6 . O ponto de referência

7 O

8 O

9 O

10 O trajetória

11 objeto de nosso estudo sistema modelo: partícula

12 O

13 O r (t)

14 O

15 O t vetor posição da partícula no instante t em relação ao observador em O.

16 O

17 O vetor deslocamento da partícula entre os instantes t e t+ t

18 vetor deslocamento da partícula entre os instantes t e t+ t O

19 A C B

20 velocidade

21

22 velocidade média no intervalo t, t+ t

23 O t = 0,5 s

24 O

25 O secante à trajetória

26 O secante à trajetória velocidade ?

27 O t t+ t

28 O t

29 O t t decrescente

30 O t v r decrescente

31 O v r (t) t t decrescente r decrescente

32 O t t decrescente

33 O t tangente à trajetória no instante considerado

34 tangente à trajetória no instante considerado

35 O tangente à trajetória

36

37 retilíneo?...

38

39

40 a velocidade tem sempre a mesma direção o movimento é retilíneo

41 movimento uniforme = deslocamentos iguais em tempos iguais = movimento com velocidade constante

42

43 movimento retilíneo uniforme próximo

44 movimento retilíneo uniforme: deslocamentos iguais em tempos iguais próximo

45 movimento retilíneo uniforme: deslocamentos iguais em tempos iguais próximo

46 O movimento e sua descrição – pausa para respiração deslocamento = velocidade x tempo Se a trajetória encurva, a velocidade mudou… se a velocidade mudou... é porque tem aceleração...

47

48 MOVIMENTO ACELERADO definições

49 MOVIMENTO ACELERADO

50

51

52 P

53

54

55 P

56 apenas o módulo da velocidade é alterado!

57 MOVIMENTO ACELERADO o módulo da velocidade é alterado (também seu sentido poderia ser mudado!)

58 MOVIMENTO ACELERADO num movimento retilíneo... P

59 MOVIMENTO ACELERADO Para mudar a direção da velocidade, é necessária uma componente da aceleração na direção perpendicular a ela… e aí podemos ter trajetórias curvas.

60 MOVIMENTO ACELERADO muda o módulo da velocidade muda a direção da velocidade

61 MOVIMENTO ACELERADO … MOVIMENTO CIRCULAR... ?

62

63

64

65

66 módulo de r é constante direção de r varia

67 módulo de r é constante direção de r varia

68

69

70

71 módulo de r é constante direção de r varia

72

73

74 E A ACELERAÇÃO NO MOVIMENTO CIRCULAR ?

75

76

77 caso particular: movimento circular uniforme

78

79

80

81

82 aceleração perpendicular a v que é perpendicular a r aceleração na direção radial para dentro aceleração centrípeta!

83 movimento circular não uniforme

84

85

86

87

88 PAPES IV - LADIF MOVIMENTO ACELERADO

89 na direção da velocidade que é a direção tangencial na direção perpendicular à velocidade que é a direção radial movimento circular não uniforme

90

91 aceleração centrípeta - direção radial, para dentro

92 movimento circular não uniforme aceleração tangencial: na direção da velocidade, tangente ao círculo, é responsável pelo aumento de seu módulo v = r

93 movimento circular não uniforme


Carregar ppt "MOVIMENTOS: COMO DESCREVÊ-LOS? Marta Feijó Barroso IF-UFRJ, 2006."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google