A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DIGESTÓRIO COMPARADO PROFESSOR: PAULO NEY BIOLOGIA II ENSINO MÉDIO: 3 º ANO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DIGESTÓRIO COMPARADO PROFESSOR: PAULO NEY BIOLOGIA II ENSINO MÉDIO: 3 º ANO."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DIGESTÓRIO COMPARADO PROFESSOR: PAULO NEY BIOLOGIA II ENSINO MÉDIO: 3 º ANO

2 REINO MONERA HETERÓTROFAS – a maioria Retira por absorção as moléculas orgânicas já digeridas do ambiente ou dos seres vivos que parasitam. AUTÓTROFAS Produzem seu próprio alimento por meio de fotossíntese ou quimios- síntese (nitrificantes). A NUTRIÇÃO DAS BACTÉRIAS É DIVIDIDA EM DOIS GRUPOS:

3 REINO PROTISTA FILO PROTOZOA Classe rizópoda ou sarcodina Classe flagelata ou mastigófora Classe ciliófora ou ciliata Classe esporozoa FILO EUGLENÓFITA FILO CRISÓFITA FILO PIRRÓFITA

4 FILO PROTOZOA – CLASSE RIZÓPODA Podem ingerir outros seres vivos e digerir suas moléculas orgânicas complexas (heterotróficas por ingestão) ou absorve moléculas orgânicas simples do ambiente (heterotróficos por absorção).

5 REINO FUNGI A digestão é extracorpórea, o fungo lança no ambiente enzimas digestivas, que desdobram macromoléculas em moléculas menores e que são, então, absorvidas.

6 INVERTEBRADOS FILO PORÍFERA (Espongiários) Não têm sistema digestivo. Neles ocorre a digestão intracelular, pois acontece no interior das células e não numa cavidade digestiva. Os coanócitos conseguem captar partículas de alimento trazidas pela água (que é filtrada) no colarinho, que escorregam ao longo dele, entrando em contato com o citoplasma, onde se formam vacúolos digestivos, no interior das células. As substâncias nutritivas dissolvidas no citoplasma passam para outras células.

7 INVERTEBRADOS FILO CNIDÁRIA (Celenterados) São predadores que se alimentam de crustáceos, peixes, vermes e outros pequenos animais, incluindo organismos do plâncton. As presas capturadas pelos tentáculos são levadas à boca e digeridas na ampla cavidade digestiva, os restos são expelidos pela própria boca. O sistema digestivo é, portanto muito mais simples. A digestão ocorre parcialmente na cavidade gastrovascular, sendo que as partículas menores são digeridas no interior da células da gastroderme.

8 INVERTEBRADOS FILO PLATHELMINTHES Sistema digestivo incompleto. Quando existe, ramificado, aumentando a absorção e distribuição dos nutrientes.

9 Orifício único para ingestão e egestão

10 INVERTEBRADOS FILO NEMATÓDEOS Digestão do alimento é em parte extracelular e em parte intracelular. Sistema digestivo completo. Um tubo reto com boca e ânus (ou cloaca nos machos). Sistema digestivo completo. Um tubo reto com boca e ânus (ou cloaca nos machos).

11 INVERTEBRADOS FILO ANNELIDA Possuem mandíbulas para capturar alimento. Possuem uma prega intestinal (tiflossolis) para aumentar a superfície de absorção. A minhoca tem um sistema digestivo completo, que inicia na boca e termina no ânus. Na sua porção anterior, há uma grande câmara, o papo, e, em seguida, uma moela, que tritura o alimento. Segue-se um longo intestino, até o ânus, no último segmento

12 INVERTEBRADOS FILO MOLLUSCA Os filtradores (ostras e mexilhões), filtram algas nas branquias, possuem ceco intestinal que secreta enzimas. Os não filtradores, ralam o alimento na rádula. Possuem fígado.

13

14 INVERTEBRADOS FILO ARTHROPODA As peças bucais (mandíbula, maxilas, quelíceras,pedipalpos), estão adaptados para mastigação, sucção ou inoculação de veneno nas presas. As peças móveis, que mostram a adaptação de cada animal a um determinado tipo de alimentação.

15 INVERTEBRADOS FILO EQUINODERMA O sistema digestivo é simples: boca, estômago, intestino e ânus. As estrelas, alimentam-se de moluscos, crustáceos, vermes e outros invertebrados. Uma estrela pode agarrar em um bivalve e com seus pés ambulacrários, vão gradualmente separá-las.

16 Nos ouriços há um aparelho bucal muito grande, com cinco dentes que correm dentro de placas arranjadas em forma de uma lanterna, que, por isso, é chamada lanterna-de-aristóteles. Com esses dentes, o animal pode raspar algas das rochas, seu principal alimento.

17 CORDADOS SUBFILO TUNICADOS (ASCÍDIAS E SALPAS) SUBFILO CEFALOCORDADOS (ANFIOXOS) SUBFILO VERTEBRATA CLASSE DOS AGNATOS OU CICLOSTOMADOS (lampréias) CLASSE DOS CONDRÍCTES CLASSE DOS OSTEÍCTES CLASSE DOS ANFÍBIOS CLASSE DOS RÉPTEIS CLASSE DAS AVES CLASSE DOS MAMÍFEROS

18 CLASSE DOS PEIXES Aparelho digestivo completo, terminando em ânus nos peixes ósseos e em cloaca nos cartilaginosos. Não possuem glândulas salivares. Nos peixes cartilaginosos o intestino possui uma válvula espiralada, cuja função é aumentar a superfície de absorção de alimentos.

19 NOS CICLÓSTOMOS E PEIXES CARTILAGINOSOS.

20 CLASSE DOS ANFÍBIOS O sistema digestivo dos sapos é simples. Na boca, há uma grande língua, dilatada na extremidade livre, com a qual, ele agilmente captura insetos em pleno voo. Há estômago simples, fígado, pâncreas, intestino e cloaca.

21 CLASSE DOS RÉPTEIS Adapta-se aos hábitos alimentares das espécies envolvidas, Os não aquáticos possuem glândulas orais (palatinas, as labiais, as linguais e as sublinguais) mais desenvolvidas que nos anfíbios devido a necessidade de umedecer o alimento seco para reduzir a fricção durante a deglutição. A boca nas tartarugas é desprovida de dentes, possuindo bico córneo de origem epidérmica. Depois de uma curta faringe segue um longo esôfago que conduz ao estômago, no qual se distinguem uma região gástrica e uma região pilórica. O intestino é provido de um divertículo cecal, e o reto desemboca na cloaca. O fígado é bilobulado e está situado adiante do estômago. O pâncreas se localiza na primeira alça intestinal.

22 CLASSE DAS AVES Presença de bico córneo. O esôfago apresenta uma dilatação (papo) onde o alimento é armazenado e triturado. Estômago apresenta o proventrículo e a moela. O longo intestino delgado apresenta cecos intestinais na extremidade posterior.

23 CLASSE DOS MAMÍFEROS O estômago continua a digestão mecânica e química. No intestino delgado ocorre a digestão química e absorção. No intestino grosso ocorre o armazenamento do conteúdo fecal e a absorção de água. Apresenta glândulas anexas.

24 Só os monotremos possuem cloaca; os demais possuem ânus anexos do sistema digestivo: fígado, pâncreas e glândulas salivares. Na boca, além da língua, há diferentes tipos de dentes (incisivos, caninos, pré- molares e molares). O tubo digestivo é constitu í do pelo esôfago, estômago e intestino (delgado e grosso). O estômago é simples, nos ruminantes possui quatro câmaras (pança, barrete, folhoso e coagulador).

25

26 RUMINANTES Boca Rúmen (armazenamento e amolecimento) Retículo (compactado e regurgitado) Omaso (fermentação e digestão mecânica) Abomaso (digestão química)

27

28 Nos mamíferos ruminantes, o estômago está dividido em três câmaras que armazenam e processam o alimento (rúmen ou pança, retículo ou barrete, ômaso ou folhoso), seguidas por uma quarta câmara na qual a digestão ocorre(abômaso ou coagulador). Após a mastigação parcial, o alimento é deglutido e direcionado para o rúmen, onde o processo digestivo se faz principalmente pela ação dos microrganismos simbiontes. As bactérias e protozoários que vivem no segmento formado pelo rúmen e pelo retículo, conhecido como câmara de fermentação, produzem enzimas (celulase e celoboise) que desdobram celulose, hemicelulose e lignina em glicose. Os principais responsáveis por esse desdobramentos enzimático são as bactérias Ruminococcus, Bacterioides e Streptoccus e os protozoários Isotricha, Epidinium, Diplodinium e Entodinium. Da câmara de fermentação, o alimento é devolvido à boca, graças à inversão do peristaltismo do esôfago. Após uma nova mastigação, o alimento passa pelo ômaso e chega ao abômaso, segmento de estômago do ruminante que secreta as enzimas típicas dos vertebrados. Nesse comportamento, as enzimas ácidas do ruminantes atuam sobre os produtos fermentados e sobre os próprios microrganismos, matando-os e desdobrando suas proteínas, lipídios e carboidratos. Após a digestão no abômaso, o bolo alimentar vai para o intestino, onde os nutrientes são absorvidos e os resíduos são eliminados pelas fezes.


Carregar ppt "SISTEMA DIGESTÓRIO COMPARADO PROFESSOR: PAULO NEY BIOLOGIA II ENSINO MÉDIO: 3 º ANO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google