A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Digestório e Nutrição. Digestão é o processo de transformação de moléculas de grande tamanho, por ação enzimática, liberando moléculas menores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Digestório e Nutrição. Digestão é o processo de transformação de moléculas de grande tamanho, por ação enzimática, liberando moléculas menores."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Digestório e Nutrição

2 Digestão é o processo de transformação de moléculas de grande tamanho, por ação enzimática, liberando moléculas menores que possam ser absorvidas e utilizadas pelas células.

3 Digestão extra e intracelular Digestão intracelular: ocorre no interior das células. Ex.: protozoários, esponjas, cnidários (digestão intracelular no final e extracelular no início) e platelmintos (digestão intracelular e extracelular). Digestão Extracelular: a digestão ocorre no interior de uma cavidade. Ocorre a partir dos nematelmintos, anelídeos, moluscos, artrópodes e vertebrados.

4 O tubo digestivo humano Composto pela seguinte seqüência de órgãos: 1. Boca; 2. Faringe; 3. Esôfago; 4. Estômago; 5. Intestino delgado; 6. Intestino Grosso; 7. Ânus.

5

6 Digestão começa pela boca Através da mastigação que o alimento é fragmentado pelos dentes. Função: aumento da superfície de ação para a enzima presente na saliva. Na saliva se encontra a enzima ptialina, responsável pela quebra do amido em molécula menores de maltose. Função: amolecimento e lubrificação do alimento para facilitar a ação da ptialina.

7

8 Processo de deglutição Após ser umedecido e lubrificado pela saliva o bolo alimentar passa pela faringe em direção ao esôfago (quando ocorre a deglutição). Para não ocorrer a entrada do alimento no sistema respiratório a epiglote fecha a glote (abertura da laringe), podendo assim o bolo alimentar chegar no esôfago. Para não ocorrer a entrada do alimento no sistema respiratório a epiglote fecha a glote (abertura da laringe), podendo assim o bolo alimentar chegar no esôfago.

9

10 Estômago Através do peristaltismo (movimento lento e rítmico) o alimento chega ao estômago. No estômago o suco gástrico (suco digestivo, produzido pelas células do estômago) passa a exercer a sua função. A pepsina é a principal enzima do suco gástrico, e sua função é converter proteínas em moléculas menores (peptídios) em meio ácido (devido ao ácido clorídrico). O bolo alimentar passa a ser chamado de quimo. No processo de quimificação o alimento permanece em torno de 4 horas.

11 Curiosidades sobre o estômago As células estomacais produzem um muco que umedece o alimento e protege as paredes contra a ação do ácido clorídrico. As células estomacais produzem um muco que umedece o alimento e protege as paredes contra a ação do ácido clorídrico. A visão e o odor podem ser suficientes para estimular a produção de suco gástrico. A visão e o odor podem ser suficientes para estimular a produção de suco gástrico. Recém-nascidos produzem em grande quantidade uma enzima chamada renina que atua na digestão do leite, facilitando a ação da pepsina. Recém-nascidos produzem em grande quantidade uma enzima chamada renina que atua na digestão do leite, facilitando a ação da pepsina.

12

13

14 Intestino Delgado O estômago é separado do intestino delgado por um esfíncter chamado piloro. Quando há o relaxamento do piloro o quimo passa para o intestino delgado e lá ocorre a finalização da digestão. São três sucos digestivos que atuam no intestino delgado: 1. Suco pancreático; 2. Suco entérico; 3. Bile.

15

16 Suco pancreático Secretado pelo pâncreas, é uma solução alcalina formada por sais, água e enzimas. As enzimas são: 1. Tripsina e quimotripsina: desdobram as proteínas em peptídios. 2. Lipase pancreática: atua na digestão de lipídios. 3. Amilase pancreática: transforma o amido em maltose. 4. Peptidases: transformam peptídios em aminoácidos. 5. Nucleases: digerem ácidos nucléicos.

17

18 Suco entérico Produzido pelas paredes do intestino delgado. Em sua composição, existem muco e enzimas, que completarão a digestão dos alimentos. As enzimas são: 1. Sacarase: atua na digestão da sacarose, liberando glicose e frutose. 2. Lactase: desdobra a lactose em galactose e glicose. 3. Maltase: atua nas moléculas de maltose transformando-as em glicose. 4. Nucleotidases: atuam nos nucleotídeos, liberando pentoses, fosfatos e bases nitrogenadas. 5. Peptidases: atuam nos peptídios levando a liberação de aminoácidos.

19 Bile Produzido pelo fígado. Não contém enzimas digestivas. É armazenada na vesícula biliar e secretada no intestino delgado. Auxilia o trabalho das enzimas lipases, aumentando a superfície de exposição das partículas de gorduras. Lembra a ação do detergente.

20

21 Absorção do alimento As paredes intestinais possuem inúmeras vilosidades para aumentar a superfície de absorção. Aminoácidos, açúcares, vitaminas e sais minerais são absorvidos pelas células e passam para o sangue. Dali, são enviados para todas as células do organismo.

22

23 Intestino grosso Através de movimentos peristálticos os restos alimentares misturados com água e sais são enviados para o intestino grosso. No intestino grosso ocorre grande absorção de água e sais. A perda de água seria desastrosa para nosso organismo que precisa sempre se manter hidratado. A cor das fezes deve-se a presença de pigmentos provenientes da bile.

24

25

26 Ler saiba mais... Página 453 Ler saiba mais... Página 453

27 O papel da celulose Seres humanos não possuem enzimas que digerem celulose, porém a celulose auxilia na digestão facilitando os movimentos intestinais. Seres humanos não possuem enzimas que digerem celulose, porém a celulose auxilia na digestão facilitando os movimentos intestinais. Evidências indicam que fibras vegetais evitam o câncer do cólon. Evidências indicam que fibras vegetais evitam o câncer do cólon. Ler: Hormônios que controlam a digestão; A dieta humana e Úlcera. Ler: Hormônios que controlam a digestão; A dieta humana e Úlcera. Página 454, 455 e 456.


Carregar ppt "Sistema Digestório e Nutrição. Digestão é o processo de transformação de moléculas de grande tamanho, por ação enzimática, liberando moléculas menores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google