A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PSP - Personal Software Process Maria Cláudia F. P. Emer.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PSP - Personal Software Process Maria Cláudia F. P. Emer."— Transcrição da apresentação:

1 PSP - Personal Software Process Maria Cláudia F. P. Emer

2 PSP: Personal Software Process Já foram vistas – ISO/IEC 9126 – foco no produto – ISO 9001 e CMM – foco no processo de desenvolvimento Critica a essas abordagens – Difícil aplicação em pequenas empresas ou no nível individual

3 PSP: Personal Software Process Surgimento do PSP SEI (Software Engineering Institute), por Watts Humphrey Objetivo ajudar as pessoas a serem melhores engenheiros de software

4 PSP: Personal Software Process Visa melhorar, no nível pessoal: – Capacidade de planejamento – Acompanhamento – Qualidade dos resultados Benefícios – Melhoria de produtividade – Melhoria do perfil de qualidade dos produtos

5 Os quatro níveis do PSP

6 PSP0: Processo referencial (Baseline process) Estabelecimento de práticas de medidas Formatos de relatórios – base para melhoria contínua pessoal

7 PSP0: Processo referencial (Baseline process) PSP0.1: – Padrões de programação – Práticas de medida de tamanho de produto de trabalho – Proposta de melhoria de processo (PIP – Process Improvement Proposal) – registro de problemas nos processos, experiências e propostas de melhoria

8 PSP1: Processo de planejamento pessoal Práticas de planejamento Relatório de teste Práticas de estimativa de tamanho e recurso

9 PSP1: Processo de planejamento pessoal PSP1.1: – Planejamento de tarefas – Elaboração de cronogramas – O planejamento no nível pessoal permite: Melhor compreensão do tamanho do programa e tempo gasto no seu desenvolvimento Assumir compromissos com certeza de seu cumprimento Organizar o trabalho Acompanhar melhor o status do desenvolvimento

10 PSP2: Processo de gestão pessoal de qualidade Gerenciamento dos próprios erros Técnicas de inspeção e revisão para detecção de defeitos – Coleta e análise de dados de defeitos de compilação e teste detectados em programas anteriores – Avaliação da evolução do nível de qualidade do programador

11 PSP2: Processo de gestão pessoal de qualidade PSP2.1: – Processo de design – Auxilia no estabelecimento de critérios de completitude e de técnicas de verificação e consistência

12 PSP3: Processo pessoal cíclico Subdividir o programa em módulos Desenvolvimento incremental Cada módulo é um ciclo completo de design, codificação e teste (PSP2) Controle de qualidade de cada módulo Uso de relatórios Testes de regressão

13 Utilização do PSP Benefícios concretos para os desenvolvedores [Humphrey 95]: – Melhor entendimento do trabalho, através da definição, medição e acompanhamento – Uso de uma estrutura de processos definida e critérios mensuráveis avaliação de experiências anteriores – Possibilidade de selecionar métodos e técnicas que melhor se adaptem ao trabalho – Maior produtividade e eficácia nas equipes de desenvolvimento

14 Utilização do PSP Princípios que influenciam a produtividade e qualidade do processo de desenvolvimento – Um processo bem definido e estruturado pode melhorar a eficiência no trabalho – O processo pessoal deve ser ajustado ao conhecimento e preferência de cada um – O desenvolvedor se sente à vontade com o processo se participar de sua definição – Na medida que o conhecimento e habilidade de um profissional evoluem, o processo utilizado deve evoluir – A melhoria contínua fica facilitada com um processo de realimentação permanente

15 PSP e CMM PSP foi criado a partir do CMM A idéia é trazer ao nível de programador os conceitos de processo tratados pelo CMM

16 SPICE – ISO/IEC Maria Cláudia F. P. Emer

17 SPICE – ISO/IEC SPICE – Software Process Improvement and Capability dEtermination Nome dado ao projeto de elaboração da futura norma ISO/IEC Surgiu pela necessidade de uma norma de avaliação de processo de software

18 SPICE – ISO/IEC Objetivo: – Ser mais geral e abrangente que modelos existentes – Ser mais específica que a ISO 9001 É dividida em duas dimensões: – Processo – Capacidade de processo

19 Documentos que formam o SPICE

20 Uso da ISO/IEC Pode ser usada para avaliação quanto a: – Melhoria de processo Gerar um perfil dos processos que serão usados em um plano de melhorias O perfil deve conter objetivos e contexto para avaliação, modelo e método para avaliação e objetivos de melhoria

21 Uso da ISO/IEC Melhoria de processo

22 Uso da ISO/IEC Pode ser usada para avaliação quanto a: – Determinação da capacidade dos processo de uma organização Avaliar um possível fornecedor Perfil de capacidade – objetivos e métodos de avaliação, modelos e métodos de avaliação e requisitos esperados O perfil de capacidade permite estimar o risco associado a contratação do fornecedor

23 Uso da ISO/IEC Determinação da capacidade

24 Estrutura do Modelo de Referência Dimensão de processo – Processos de desenvolvimento são vistos conforme a norma ISO/IEC (ciclo de vida de software) Dimensão de capacidade – Modelo de medição com base na identificação de um conjunto de atributos que permite determinar a capacidade de um processo para atingir seus propósitos

25 Dimensão de processos Três agrupamentos básicos – Processos primários: categorias de engenharia de software e de ralação cliente-fornecedor – Processo de apoio: categoria de processos de apoio – Processos organizacionais: categorias de processos de gestão e processos organizacionais

26 Dimensão de processos Cinco categorias de processos – CUS: cliente-fornecedor (customer-supplier) – ENG: engenharia de software (engineering) – SUP: apoio (support) – MAN: gestão (management) – ORG: organizacionais (organization)

27 Dimensão de processos - primários

28 Dimensão de processos - Processos primários Categoria CUS CUS: processos que afetam diretamente o cliente – CUS.1 processo de aquisição: obtenção de um produto que satisfaça as necessidades expressas pelo cliente Preparação para aquisição Seleção do fornecedor Monitoramento do fornecedor aceitação

29 Dimensão de processos - Processos primários Categoria CUS – CUS.2 processo de fornecimento: fornecimento do software para o cliente, satisfazendo suas necessidades Preparação de um contrato Entrega Instalação do produto

30 Dimensão de processos - Processos primários Categoria CUS – CUS.3 elicitação de requisitos: indica coletar, processar, controlar e acompanhar os requisitos do cliente Mecanismos de comunicação com o cliente Mecanismos de controle de mudanças de requisitos

31 Dimensão de processos - Processos primários Categoria CUS – CUS.4 processo de operação: fazer operar o software no ambiente de software e hardware para o qual ele foi desenvolvido e fornecer suporte ao cliente Processo de uso operacional Processo de suporte ao usuário

32 Dimensão de processos - Processos primários Categoria ENG ENG: processos relacionados à construção e manutenção do produto de software – ENG.1 processo de desenvolvimento: objetivo de transformar os requisitos em um produto de software Processo de análise de requisitos do sistema Processo de análise de requisitos de software

33 Dimensão de processos - Processos primários Categoria ENG – ENG.1 continuação Processo de projeto de software Processo de construção de software Processo de integração de software Processo de teste de software Processo de integração e teste de sistema

34 Dimensão de processos - Processos primários Categoria ENG – ENG.2 processo de manutenção de software e de sistema: gerenciar modificações, migrações e desativações de software e sistema, a pedido do usuário

35 Dimensão de processos - Processos apoio

36 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP SUP: processos relacionados ao apoio ou suporte – SUP.1 processo de documentação: desenvolver e manter documentos que registrem informações produzidas por outro processo ou atividade Elaboração, controle, manutenção, revisão, aprovação e publicação de documentos e seu acesso

37 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.2 gestão de configuração: estabelecer e manter a integridade de todos os produtos de trabalho de algum processo ou do projeto Estratégia de gestão da configuração Identificação de itens de configuração Controle de acesso e de mudanças de itens Registro da situação de todos os itens Controle do armazenamento e manuseio desse registro

38 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.3 garantia da qualidade: assegurar que os produtos de trabalho e atividades de um processo ou projeto estão de acordo com os requisitos especificados e satisfazem aos planos e regras estabelecidos Estabelecimento de procedimentos para o tratamento de desvios encontrados em relação as regras, procedimentos e padrões Pode fazer uso de resultados de processos de verificação, validação, revisão conjunta, auditoria e resolução de problemas Os envolvidos com a garantia de qualidade devem ter autonomia na execução de suas tarefas

39 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.4 processo de verificação: examinar se cada produto de trabalho ou serviços obtidos de um processo reflete as especificações de entrada do processo Definição de uma estratégia de verificação Definição de critérios de verificação A verificação deve assegurar que os defeitos encontrados serão removidos e que os resultados serão disponibilizados para elementos relevantes Processo relacionado com os processos ENG1.6 e ENG1.7

40 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.5 processo de validação: examinar se estão satisfeitos os requisitos para o uso pretendido de cada produto de trabalho ou serviço, resultado de um processo Definição de uma estratégia de validação Definição de critérios de validação A verificação deve assegurar que os defeitos encontrados serão removidos, que os resultados serão disponibilizados para elementos relevantes e que os produtos são adequados para o uso pretendido Processo relacionado ao processo ENG1.7

41 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.6 processo de revisão conjunta: permitir ao cliente a visibilidade do andamento do desenvolvimento quando comparado ao especificado no contrato Aspectos técnicos e administrativos Realização de revisões periódicas da situação de produtos e atividades por todas as partes interessadas em datas preestabelecidas Solução de todas as pendências, problemas e desvios detectados

42 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.7 processo de auditoria: determinar a conformidade de produtos identificados e atividades com planos, requisitos e com o contrato Definição da estratégia de programação da auditoria Especificação dos itens que serão auditados e por quais regras O pessoal que conduz a auditoria deve ser independente àquele que executa o desenvolvimento Os problemas detectados devem ser comunicados aos responsáveis para sua correção

43 Dimensão de processos – Processo de apoio Categoria SUP – SUP.8 processo de resolução de problemas: assegurar que todos os problemas encontrados sejam analisados, resolvidos e que tendências sejam observadas, para planejamento e execução de ações corretivas

44 Dimensão de processos – Processos organizacionais

45 Categoria MAN MAN: processos que contêm práticas de natureza geral – MAN.1 processo de gestão: organizar, monitorar e controlar a execução de qualquer processo ou função dentro da organização para garantir a satisfação de seus objetivos e dos objetivos de negócio da organização Planejamento das atividades e dos recursos necessários Análise da viabilidade de se atingir os objetivos associando às restrições técnicas, de custo e de prazo

46 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria MAN – MAN.2 processo de gestão de projeto: identificar, estabelecer, coordenar e monitorar atividades, tarefas e recursos necessários para que um projeto produza serviços ou produtos de acordo com requisitos especificados Definição do contexto de trabalho Realização de análise de viabilidade Produção de estimativas de recursos e esforço necessário para realização das tarefas

47 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria MAN – MAN.3 processo de gestão da qualidade: monitorar a qualidade dos produtos e serviços do projeto e garantir a satisfação do cliente Estabelecimento de metas conforme necessidades explícitas e implícitas dos clientes Definição de pontos intermediários de verificação Estabelecimento de uma estratégia contendo práticas de verificação e de garantia de qualidade, monitorando os resultados, comparando-os com as metas estabelecidas e coordenando as correções necessárias

48 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria MAN – MAN.4 processo de gestão de risco: identificar, analisar, priorizar e monitorar riscos continuamente, desenvolvendo planos de contingência para os mais críticos Níveis organizacionais e de projeto Definição de uma estratégia de gestão de riscos Monitoramento contínuo dos riscos Análise e priorização dos riscos definição de métricas quantitativas de risco (evolução e variação) Planejamento e execução de planos de contingência para prevenção de problemas

49 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG ORG: processos associados às atividades gerais da organização, desde os objetivos do negócio até a gestão de recursos humanos – ORG.1 processo de alinhamento gerencial: assegurar que os indivíduos na organização conheçam e entendam o seu papel e trabalhem para alcançar os objetivos de negócio da empresa, e também, compreendam a visão da empresa e sua missão

50 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG – ORG.2 processo de melhoria: estabelecer, medir, controlar e aperfeiçoar os processos do ciclo de vida de software Processo para o estabelecimento de processos Processo para a avaliação de processos Processo de melhoria de processos

51 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG – ORG.3 processo de gestão de recursos humanos: prover para organização indivíduos capacitados para exercer os seus papéis, como indivíduos e em grupo Avaliação periódica da necessidade de treinamento Verificação da necessidade de recrutamento e contratação Apoio à interação produtiva e harmônica entre grupos Avaliação do desempenho dos profissionais da organização

52 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG – ORG.4 processo de infra-estrutura: manter de forma estável e confiável a infra-estrutura necessária para apoiar a execução de outros processos A infra-estrutura inclui: hardware, software, métodos, ferramentas, técnicas, padrões e facilidade para o o desenvolvimento, operação e manutenção

53 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG – ORG.5 processo de medida: coletar e analisar dados relacionados aos produtos desenvolvidos e processos implementados na organização, apoiar a sua gestão e demonstrar de forma objetiva a qualidade dos produtos

54 Dimensão de processos – Processos organizacionais Categoria ORG – ORG.6 processo de reuso: promover e facilitar o reuso de produtos de trabalho de software novos ou existentes Desenvolvimento de estratégia de reuso Identificação de atividades relacionadas Estabelecimento de infra-estrutura de apoio (rede de computadores, repositórios e gestão de configuração)

55 Dimensão de capacidade de processo Estabelece uma escala de capacidade de processo Seis níveis crescentes Roteiro claro para orientar a melhoria de um processo Medida de capacidade – atributos de processo

56 Dimensão de capacidade de processo – descrição dos atributos de processo

57 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 0: processo incompleto – Processo não implementado – Processo não gera os produtos esperados – Não há atributos de processo

58 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 1: processo executado – Processo consegue alcançar os objetivos de alguma forma – Processo gera os produtos esperados – Atributo: PA 1.1 atributo de execução de processo: transformação de produtos de entrada em produtos de saída e os resultados esperados do processo são alcançados

59 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 2: processo gerenciado – Processo executado de modo planejado, controlado, acompanhado, verificado e corrigido – Atributos: PA 2.1 atributo de execução de processo: mede até que ponto o processo é gerenciado para produzir os produtos que satisfazem ao seu objetivo – Características: objetivos do processo em termos de qualidade, prazo e uso de recursos identificados, atribuição de responsabilidade pelo produto de trabalho feita, execução do processo é gerenciada

60 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 2: processo gerenciado – Atributos: PA 2.2 atributo de gestão dos produtos de trabalho: mede até que ponto os produtos de trabalho são documentados, controlados e verificados – Características: requisitos dos produtos de trabalho documentados, requisitos para documentação e controle de produtos de trabalho definidos, dependências entre produtos de trabalho estão definidas, os produtos de trabalho têm suas mudanças controladas e são distribuídos em baselines, os produtos são verificados

61 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 3: processo estabelecido – Processo executado e gerenciado, é definido com base em princípios de engenharia de software – Atributos: PA 3.1 atributo de definição de processo: mede até que ponto o processo é definido com base em um processo padronizado – Características: existe um processo padronizado na empresa, no qual as adaptações podem ser feitas; o processo é executado conforme um processo padronizado ou adaptado de acordo com orientações para adaptações; dados históricos do processo são coletados para auxiliar na compreensão do comportamento estatístico do processo; a experiência acumulada é usada para refinar o processo

62 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 3: processo estabelecido – Atributos: PA 3.2 atributo de recursos de processo: mede até que ponto o processo faz uso de recursos humanos e materiais para ser executado com sucesso – Características: os papéis, responsabilidades e competências necessárias para execução do processo são identificados e documentados; a infra-estrutura necessária para a execução do processo é identificada e documentada; os recursos necessários são alocados e utilizados na execução do processo

63 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 4: processo previsível – Processo executado, gerenciado e definido, é executado dentro de limites quantitativos bem definidos – Atributos: PA 4.1 atributo de medida: mede até que ponto métricas e objetivos de processo/produto são usados para assegurar que a execução do processo é efetiva, alcançando os objetivos de negócio da empresa – Características:métricas são identificadas e coletas; as tendências observadas são analisadas; a capacidade de processo é medida

64 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 4: processo previsível – Atributos: PA 4.2 atributo de controle de processo: mede até que ponto o processo é controlado por intermédio da coleta, análise e uso de medidas para servir de base para ações corretivas, quando necessário – Características: técnicas de medida são estabelecidas; características de produto e processo são medidas e usadas como insumo para permitir o controle de processo dentro de limites de variabilidade; o processo é gerenciado de forma quantitativa

65 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 5: processo em otimização – Processo executado, gerenciado, definido e executado dentro de limites quantitativos, pode ser mudado e evoluído de maneira dinâmica e sob controle – Atributos: PA 5.1 atributo de mudança de processo: mede até que ponto mudanças na definição, gerência e execução do processo são controladas – Características: impacto de mudança versus objetivos do processo e de seus produtos é avaliado; mudanças realizadas de forma controlada e prevenida; eficácia das mudanças é medida em relação ao planejado

66 Dimensão de capacidade de processo – Níveis Nível 5: processo em otimização – Atributos: PA 5.2 atributo de melhoria contínua: mede até que ponto as mudanças de processo contribuem para melhoria contínua – Características: metas de melhoria de processo são estabelecidas conforme objetivos de negócio; possíveis fontes de risco e de problemas são identificadas; estratégia de melhoria contínua é estabelecida

67 Mecanismos de Pontuação Baseia-se na verificação do grau de satisfação dos atributos de processo Escala ordenada de quatro valores: – N (not achieved) ou não atendido: 0% a 15% – P (partially achieved) ou parcialmente atendido: 16% a 50% – L (largely achieved) ou largamente atendido: 51% a 85% – F (fully achieved) ou totalmente atendido: 86% a 100%

68 Nível de capacidade Processo pontuado em determinado nível se todos os atributos de processo dos níveis inferiores estiverem totalmente atendidos e que os atributos de processo desse nível sejam pelo menos largamente atendidos

69 Nível de capacidade Exemplo: PA 1.1 – F PA 3.2 – P PA 2.1 – F PA 4.1 – L PA 2.2 – L PA 4.2 – L PA 3.1 – F PA 5.1 – N Qual o nível desse processo?

70 Perfil de nível de capacidade por projeto

71 Situação dos processos ENG1.1, ENG 1.2, ENG 1.3 e ENG 1.4 em vários projetos de uma organização – 40% dos projetos têm o processo em ENG 1.3 no nível 2 – 20% dos projetos têm o processo em ENG 1.4 no nível 1, 70% no nível 2 e 10% no nível 3

72 Evoluções recentes Foram detectados alguns problemas no TR (Technical Report) Nova estrutura – Prevê a redução do número de partes de nove para cinco Parte 1: conceitos e vocabulário Parte 2: realização de uma avaliação Parte 3: guia para a realização de uma avaliação Parte 4 guia para a utilização dos resultados de uma avaliação Parte 5 um modelo-exemplo para avaliação – Remoção da dimensão de processos


Carregar ppt "PSP - Personal Software Process Maria Cláudia F. P. Emer."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google