A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mestrado em Física Universidade Federal de Pelotas Coordenador: Victor Gonçalves Criado em 17/12/2007; Ingresso da primeira turma em 08/2008 Ingresso da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mestrado em Física Universidade Federal de Pelotas Coordenador: Victor Gonçalves Criado em 17/12/2007; Ingresso da primeira turma em 08/2008 Ingresso da."— Transcrição da apresentação:

1 Mestrado em Física Universidade Federal de Pelotas Coordenador: Victor Gonçalves Criado em 17/12/2007; Ingresso da primeira turma em 08/2008 Ingresso da segunda turma em 03/2009. Próximo ingresso: 08/2010.

2 PROPOSTA DO PROGRAMA Área de concentração –Física Linhas de Pesquisa 1.Física da Matéria Condensada (Teórica e Experimental) –Supercondutidade Professores: 3 P, 1 C (+1 em 2010) Estudantes: 3 PG, 4 G –Teoria e Simulação em Sistemas Complexos Professores: 2 P, 1 C (+1 em 2010) Estudantes: 3 PG, 4 G 2.Física de Partículas e Hádrons (Teórica) Professores: 3 P, 1 C, 1 PosDoc PNPD (+1 em 2010) Estudantes: 3 PG, 5 G 3.Física dos Plasmas (Teórica) Professores: 1 P, 2 C (+1 em 2010) Estudantes: 1 PG, 1 G

3 PROPOSTA DO PROGRAMA I-) Projetos em andamento: (16) -Correlação eletrônica em sólidos: supercondutividade e magnetismo -Efeitos da substituição química e pressão externa na condutividade elétrica de supercondutores não convencionais -Estudo do pseudogap na fase normal do supercondutor YBaCuO -O papel das substituições químicas na granularidade supercondutora do YBaCuO -Supercondutividade e magnetismo: correlações, coexistência e desordem -Fluidos Complexos -Teoria e simulação de eletrólitos e polieletrólitos -Teoria e simulação de sistemas complexos -Dinâmica não-linear das interações fortes e suas implicações fenomenológicas -Dinâmica QCD em colisões relativísticas de íons pesados e em reações lépton – hádron -Física Hadrônica e Física Nova no LHC -Interações hadrônicas ente glueballs e mesons na QCD no gauge de Coulomb -Produção e propagação de quarks pesados em meios densos -Efeitos cinéticos na propagação de ondas eletromagnéticas em plasmas empoeirados magnetizados -Ondas e instabilidades em plasmas inomogeneos -Processos não-lineares em física dos plasmas

4 PROPOSTA DO PROGRAMA II-) Proposta curricular: Ingresso anual de cinco discentes. Durante o programa o estudante deve obter 16 créditos em disciplinas, dos quais 12 advindos das disciplinas obrigatórias (Mecânica Quântica, Mecânica Estatística e Teoria Eletromagnética), e 16 créditos em dissertação. O elenco de disciplinas optativas é formado pelo seguinte conjunto de disciplinas: Mecânica Clássica, Estado Sólido, Teoria Quântica de Campos, Cromodinâmica Quântica, Transições de Fase e Fenômenos Críticos, Simulação Molecular, Supercondutividade, Física dos Plasmas, Seminários de Física de Partículas, Seminários de Física Estatística, Seminários de Supercondutividade, Seminários de Física dos Plasmas, Tópicos em Física de Partículas e de Hádrons, Tópicos em Física Estatística, Tópicos em Supercondutividade, Tópicos em Física dos Plasmas. Ao final do primeiro semestre o estudante e seu orientador deverão encaminhar à CPG o plano de mestrado.

5 PROPOSTA DO PROGRAMA II-) Proposta curricular: Ingresso anual de cinco discentes. Durante o programa o estudante deve obter 16 créditos em disciplinas, dos quais 12 advindos das disciplinas obrigatórias (Mecânica Quântica, Mecânica Estatística e Teoria Eletromagnética), e 16 créditos em dissertação. O elenco de disciplinas optativas é formado pelo seguinte conjunto de disciplinas: Mecânica Clássica, Estado Sólido, Teoria Quântica de Campos, Cromodinâmica Quântica, Transições de Fase e Fenômenos Críticos, Simulação Molecular, Supercondutividade, Física dos Plasmas, Seminários de Física de Partículas, Seminários de Física Estatística, Seminários de Supercondutividade, Seminários de Física dos Plasmas, Tópicos em Física de Partículas e de Hádrons, Tópicos em Física Estatística, Tópicos em Supercondutividade, Tópicos em Física dos Plasmas. Ao final do primeiro semestre o estudante e seu orientador deverão encaminhar à CPG o plano de mestrado.

6 PROPOSTA DO PROGRAMA III-) Perspectivas: Para os próximos anos esperamos a evolução natural do programa, em função de ações iniciadas em 2007 que terão impacto direto, dentre as quais: instalação do centro de microscopia da UFPel : docente do curso de pós-graduação em física é o coordenador e três docentes atuam como pesquisadores; consolidação da central analítica da UFPel : aquisição de novos equipamentos que apoiarão o desenvolvimento da área experimental; implementação do setor de criogenia da UFPel: junto às instalações do programa, sob coordenação de dois docentes; contratação de três novos doutores : 1 na área de física de partículas, 1 na área de física estatística e 1 na área de física dos plasmas, feixes e sistemas dinâmicos, durante o segundo semestre de 2010; aquisição de novos equipamentos : Edital PROINFRA 2008 da UFPel, para a pesquisa nas áreas experimentais do programa; melhoria da infraestrutura dos laboratórios: Edital PROINFRA 2009 da UFPel, para a instalação dos laboratórios de pesquisa em física teórica e física experimental. aquisição de novos recursos computacionais e equipamentos para os grupos teóricos e experimentais: Pró-Equipamentos CAPES 2008 e 2009, Edital Universal 2008 (3), 2009 (3) e Pronex (3). A tendência é que estas ações nos permitam aumentar o número de estudantes selecionados, conclusão de trabalhos de mestrado no tempo de 2 anos, aumento de docentes no quadro e aumento na produtividade dos docentes do quadro atual.

7 PROPOSTA DO PROGRAMA IV-) Infraestrutura: Atualmente o mestrado em Física possui 5 laboratórios associados (Laboratório de Computação de Alto Desempenho, Laboratório de Modelagem Computacional em Física de Altas e Médias Energias, Laboratório de Modelagem Computacional em Sistemas Complexos, Laboratório de Computação PPGFIS e Laboratório de Materias Supercondutores). O mestrado em Física recebeu em 2008 uma nova área de aproximadamente 200 m 2, totalmente reformada, onde estão instaladas a secretaria do programa, a sala de permanência dos estudantes, o laboratório de computação PPGFIS, a sala da coordenação, a sala dos professores visitantes e pós-docs e uma sala de seminários. O mestrado em Física utiliza-se para a realização de suas atividades de ensino das instalações do Departamento de Física da UFPel, o qual será reformado durante este ano. Os grupos de pesquisa em Física participam do subprojeto ¨Núcleo de Excelência em Pesquisa – Campus Capão do Leão¨ encaminhado ao FINEP pela UFPel no edital CT-INFRA 2009, o qual objetiva a construção de uma nova infraestrutura para instalação dos laboratórios de pesquisa.

8 CORPO DOCENTE Nome DocenteP, C ou VTitula ç ãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplin a 2008 (G ou PG) Disciplina 2009 (G ou PG) N í vel Bolsa CNPq Alexandre Diehl -PPDoutor1997GG e PG 2 Álvaro Leonardi Ayala Filho -PPDoutor1998G Dimiter Hadjimichef -P-Doutor1995GG e PGG2 Émerson Gustavo Luna da Silva -PPDoutor2005GGG Fábio Teixeira Dias -PPDoutor2003GGG e PG

9 CORPO DOCENTE Nome DocenteP, C ou VTitula ç ãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplin a 2008 (G ou PG) Disciplina 2009 (G ou PG) N í vel Bolsa CNPq Letície Ferreira Mendonça -PPDoutor2004GGG2 Paulo Kuhn-PPDoutor1999GG e PGG Rudi Gaelzer-PPDoutor1995GG e PG 2 Valdemar das Neves Vieira -PPDoutor2004GGG e PG Victor Paulo Barros Gonçalves -PPDoutor2000GGG e PG1D

10 CORPO DOCENTE Nome DocenteP, C ou VTitula ç ãoAnoDisciplina 2007 (G ou PG) Disciplin a 2008 (G ou PG) Disciplina 2009 (G ou PG) N í vel Bolsa CNPq Marcelo Machado --CDoutor2005--G Roger Pizzato --CDoutor2008--G Magno Machado -CCDoutor2002-GG2 Luiz Fernando Ziebel -CCDoutor1984G e PG 1C Paulo Pureur Neto -CCDoutor1984G e PG 1C

11 CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES Nenhuma dissertação apresentada até o momento, com previsão das 5 primeiras em julho. Até o momento há duas publicações internacionais (1 Physical Review C e 1 Physical Review D) e 10 trabalhos completos publicados em anais de eventos associados aos projetos de mestrado. Os mestrandos do programa partiparam, com apresentação de trabalho, nos seguintes eventos: XXX Encontro Nacional de Física de Partículas e Campos, Light-Cone 2009: Relativistic Hadronic and Particle Physics, Workshop on Routes to Superconductivity at Ambient Conditions, 10º Encontro Brasileiro de Física dos Plasmas, I Escola de Moléculas e Biomolécula e I Simpósio Sul-Brasileiro de Física e Astrofísica. A relação candidato/vaga das duas primeiras seleções foi de aproximadamente 3 para 1, sendo constituída por egressos da UFPel e da FURG. Seleção realizada considerando o histórico de graduação (nota geral e em disciplinas específicas) e o currículo do candidato. As duas primeiras turmas que ingressaram no programa se caracterizam por egressos da graduação em Física da UFPel. O programa dispõe atualmente de 6 bolsas CAPES + 1 Quota Pró-reitoria de pesquisa.

12 PRODUÇÃO INTELECTUAL

13

14 ORIENTAÇÕES

15 INSERÇÃO SOCIAL Inserção e impacto regional e (ou) nacional do programa O curso tem atendido a demanda dos egressos das graduações em Física da UFPel e de outras instituições da região sul do RS. Algumas das linhas de pesquisa do curso não estão presentes em outros programas do RS. Os docentes do programa contribuem fortemente nas atividades do curso de graduação em Física, através da coordenação, orientação de estudantes de iniciação científica e da colaboração nas atividades do Programa de Educação Tutorial (PET) e do projeto institucional de iniciação à docência (PIBID/UFPel/CAPES). Os docentes do programa contribuem para a consolidação dos grupos de pesquisa da FURG e UNIPAMPA. Os docentes do programa organizaram em 2010 do II Encontro de Física do RS.

16 INSERÇÃO SOCIAL Integração e cooperação com outros programas e centros de pesquisa e desenvolvimento profissional relacionados à área de conhecimento do programa Professores colaboradores do programa UFRGS : 2 UNIPAMPA : 1 UFPel : 2 Projetos de pesquisa conjuntos com outras IFES Cromodinâmica Quântica para altas energias e suas implicações fenomenológicas (FURG, UNIPAMPA) – Edital Universal Efeitos de substituição química e pressão externa na condutividade elétrica de supercondutores de alta temperatura crítica (UFRGS, UNICAMP) - Edital Universal Correlação entre Irreversibilidade Magnética e Resistência Nula em Supercondutores Granulares: O Efeito de Campos Magnéticos Sobre o Acoplamento de Grãos. (UFRGS, UNICAMP) - Edital Universal Correlação eletrônica em sólidos: supercondutividade e magnetismo (UFRGS, UFSM, UEPG) – Edital PROCAD. Os docentes do programa participam de três projetos PRONEX (CNPq/FAPERGS). Publicações conjuntas UFRGS : 20 FURG : 4 UNIPAMPA : 12 USP : 8 UNICAMP : 6 IFT-UNESP, UEPG : 3 Instituições internacionais: BNL, LANL, NASA/Goddard Space Flight Center, Pohang University of Science and Technology, Hochfeld-Magnetlabor Dresden, Universite Montpellier II, Max Planck Institute for Chemical Physics of Solids, University of Maryland, Sung Kyun Kwan University, Institut de Ciencia de Materials, Universidad Nacional de Colombia, Institute for Particle Physics Phenomenology

17 INSERÇÃO SOCIAL Visibilidade ou transparência dada pelo programa à sua atuação As atividades do programa (linhas de pesquisa, docentes, discentes, disciplinas, eventos, editais) são divulgadas na homepage do curso (www.ufpel.edu.br/ifm/pgfisica) e no portal de notícias da Universidade.


Carregar ppt "Mestrado em Física Universidade Federal de Pelotas Coordenador: Victor Gonçalves Criado em 17/12/2007; Ingresso da primeira turma em 08/2008 Ingresso da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google