A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRINCIPAIS LESÕES OCORRIDAS PELA PRÁTICA DESPORTIVA Típicas: Contusões Lesões articulares Lesões musculares Atípicas: Lesões Neurológicas Transtornos Cárdio-respiratórios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRINCIPAIS LESÕES OCORRIDAS PELA PRÁTICA DESPORTIVA Típicas: Contusões Lesões articulares Lesões musculares Atípicas: Lesões Neurológicas Transtornos Cárdio-respiratórios."— Transcrição da apresentação:

1 PRINCIPAIS LESÕES OCORRIDAS PELA PRÁTICA DESPORTIVA Típicas: Contusões Lesões articulares Lesões musculares Atípicas: Lesões Neurológicas Transtornos Cárdio-respiratórios Etc.

2 Tipos de Lesões: Podem ser agudas ou crônicas. Mialgia Contusão Contratura Estiramento muscular Câimbra Tendinite Luxação Fratura de estresse Entorses Lesões meniscais Lesões ligamentares

3 LESÕES MUSCULARES Prevenção das Lesões Musculares As lesões musculares podem ser evitadas através de um bom condicionamento físico, aeróbico, trabalhando a força muscular adequadamente e mantendo um bom alongamento da musculatura esquelética.

4 Mecanismos de Lesão Muscular As lesões musculares podem ocorrer por diversos mecanismos, seja por trauma direto, laceração ou isquemia. Após a lesão, inicia-se a regeneração muscular, com uma reação inflamatória, entre 6 e 24 horas após o trauma.

5 O processo de cicatrização inicia-se cerca de três dias após a lesão, com estabilização em duas semanas. A restauração completa pode levar de 15 a 60 dias para se concretizar.

6 As principais causas de lesão são: o treinamento físico inadequado, a retração muscular acentuada, desidratação, nutrição inadequada e a temperatura ambiente desfavorável. As lesões musculares podem ser classificadas em quatro graus:

7 grau 1 é uma lesão com ruptura de poucas fibras musculares, mantendo-se intacta a fáscia muscular; grau 2 é uma lesão de um moderado número de fibras, também com a fáscia muscular intacta;

8 lesão grau 3 é a lesão de muitas fibras acompanhada de lesão parcial da fáscia; grau 4 é a lesão completa do músculo e da fáscia (ou seja, ruptura da junção músculo- tendínea. O lesão muscular por estiramento pode ocorrer nas contrações concêntricas ou excêntricas, sendo muito mais comum nesta última, com a falha freqüentemente ocorrendo na junção miotendínea.

9 O diagnóstico é realizado pelo exame clínico, em que se percebe a nítida impotência funcional e pelos exames complementares que podem auxiliar também no tratamento e na prevenção de novas lesões. Exames laboratoriais, como de Sódio, Potássio, Cálcio, Fosfato, Magnésio, VHS, podem ser úteis em determinadas situações, a critério do médico.

10 A Ultrassonografia, a Tomografia e a Ressonância Magnética também podem ser consideradas para auxiliar no diagnóstico e tratamento, tendo em vista que a correta localização anatômica da lesão é fundamental para o tratamento e previsão de retorno ao esporte.

11 Outras Lesões no Esporte Contratura muscular, distensão muscular, câimbra: muitas vezes nos confundimos com alguns termos utilizados no meio esportivo, relacionados a lesões. Vamos apresentar alguns conceitos básicos e dicas para reconhecê-las e socorrer vítimas.

12 Câimbra - É uma contração muscular involuntária e dolorosa, que ocorre mais freqüentemente nos membros. O ataque dura, em geral, alguns segundos e desaparece subitamente. Observa-se o endurecimento no grupo muscular afetado. Contratura muscular - uma dor localizada num músculo longo, sem sinais de ruptura. Surge num músculo que não foi alongado antes do exercício ou por esforço muito grande, mas não o suficiente para romper as fibras. Não impede as atividades rotineiras, mas dificulta algumas atividades esportivas. Muitas vezes, ao tocar a região, é possível identificar um certo endurecimento muscular bem delimitado.

13 Distensão muscular - É uma ruptura parcial do músculo. É caracterizada pelo "sinal da pedrada" em grande esforço ou velocidade, o paciente tem a sensação nítida de que recebeu uma pedrada. A dor e a incapacidade de usar o músculo são imediatas. Pode haver sangramento (hematoma). Comum nos músculos da batata da perna (gêmeos), da coxa (quadríceps, bíceps femural e adutores da coxa), e do braço (bíceps e tríceps).

14 Tratamento Fisioterapêutico das Lesões Musculares Termoterapia Crioterapia – é o resfriamento local dos tecidos ou regiões com finalidades terapêuticas. É também definida como terapia fria, que utiliza as formas: líquida, sólida e gasosa, com o objetivo terapêutico de retirar calor do corpo. Os efeitos terâpeuticos da crioterapia são a vasoconstricção e a analgesia.

15 Compressa quente – É a transmissão de calor por condução direta, que se faz através de toalhas e bolsas térmicas. Efeito terapêutico: vaso dilatação periférica, sedante e relaxante.

16 Eletroterapia Microcorrentes – é um tipo de eletroestimulação que utiliza correntes com parâmetros de intensidade na faixa dos microamperes e são de baixa freqüência, podendo apresentar correntes contínuas ou alternadas. Efeitos terapêuticos: analgesia, aceleração do processo de reparação tecidual, antiinflamatório. Eletroestimulação transcutânea (TENS) – é uma neuroestimulação sensorial superficial, que utiliza correntes de baixa freqüência. Efeitos terapêuticos: controle da dor.

17 Laser – amplificação da luz com emissão de luz estimulando a matéria viva, através do fornecimento de energia nos átomos. Efeitos terapêuticos: estimula a cicatrização tecidual de maneira acelerada, antiinflamatório, analgésico e antiedematoso.

18 Ultra-som – São ondas sonoras (vibrações mecânicas com faixas terapêuticas que se encontram de 1 a 3Mhz). É o tratamento médico mediante vibrações mecânicas com uma freqüência superior a Hz. Efeitos terapêuticos: Antiinflamatório, analgésico, regeneração tissular, relaxamento muscular, regeneração óssea. Iontoforese – é o fenômeno físico que se caracteriza pela penetração de uma substância terapêutica através da pele íntegra por intermédia da corrente galvânica. É também conhecida como ionização, iontopenetração, dieletroforese. Efeitos terapêuticos: afecções cutâneas superficiais e mialgia, cicatrização e etc.

19 Corrente Russa – é uma corrente alternada de média freqüência que pode ser modulada por rajadas e é utilizada com fins excitomotores. Este tipo de corrente permite aplicação de alta amperagem, em torno de 100mA. Efeitos terapêuticos: fortalecimento muscular (pós-lesão ou pós-operatório), aumento da resistência muscular, velocidade de contrações musculares. Cinesioterapia – a terapia através dos exercícios isométricos, isotônicos e isocinético. Técnicas Proprioceptivas – Utilização de cama elástica, balancinho, giro-plano etc.


Carregar ppt "PRINCIPAIS LESÕES OCORRIDAS PELA PRÁTICA DESPORTIVA Típicas: Contusões Lesões articulares Lesões musculares Atípicas: Lesões Neurológicas Transtornos Cárdio-respiratórios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google