A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MEMBRO SUPERIOR PROBLEMAS MAIS COMUNS 1. OS MEMBROS SUPERIORES SÃO OS LOCAIS MAIS FREQUENTES DE SÍNDROMES DOLOROSAS. AS MÃOS, OMBROS E PUNHOS SÃO AS REGIÕES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MEMBRO SUPERIOR PROBLEMAS MAIS COMUNS 1. OS MEMBROS SUPERIORES SÃO OS LOCAIS MAIS FREQUENTES DE SÍNDROMES DOLOROSAS. AS MÃOS, OMBROS E PUNHOS SÃO AS REGIÕES."— Transcrição da apresentação:

1 MEMBRO SUPERIOR PROBLEMAS MAIS COMUNS 1

2 OS MEMBROS SUPERIORES SÃO OS LOCAIS MAIS FREQUENTES DE SÍNDROMES DOLOROSAS. AS MÃOS, OMBROS E PUNHOS SÃO AS REGIÕES MAIS AFETADOS 2

3 BURSITE Afecção inflamatória que comumente ocorre no ombro. As bolsas são sacos cheios de líquido que impedem o atrito entre as articulações durante o movimento. 3

4 4

5 TENDINITE Afecção inflamatória nos tendões. Mais comum em ombros. O estiramento repetitivo é a causa mais da inflamação. 5

6 6

7 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS (BURSITE E TENDINITE) Dor Restrição do movimento articular Fraqueza 7

8 TRATAMENTO (BURSITE E TENDINITE) Repouso Gelo e calor intermitente Antiinflamatório Analgésicos Sinovectomia artroscópica 8

9 CUIDADOS DE ENFERMAGEM Repouso da articulação em posição que minimiza o estresse. Apoio do braço afetado sobre travesseiros ao dormir. Aplicação frio hs da fase aguda. Aplicação calor conforme plano de tto. 9

10 Promoção da retomada gradual do movimento e uso da articulação. Orientação quanto ajuda de terceiros em atividades no domicílio. Orientação quanto a evitar levantamento peso acima do nível do ombro. Realização de exercícios de amplitude do movimento e fortalecimento da articulação conforme prescrição. 10

11 SÍNDROME DO CARPO 11

12 Neuropatia provocada pelo aprisionamento do nervo mediano no punho por bainha espessada do tendão flexor, por avanço esquelético, por edema ou massa de tecido mole. As atividades normais repetitivas são a principal causa da síndrome. 12

13 13

14 TRATAMENTO Imobilização em repouso Prevenção da flexão repetitiva do punho Antiinflamatórios Injeções locais de cortisona cirurgia 14

15 15

16 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Dor Dor noturna Dormência Parestesia Fraqueza 16

17 CUIDADOS DE ENFERMAGEM Orientar repouso da articulação Administrar medicamento prescrito No pós-operatório: - avaliação da função neurovascular da mão - avaliação da dor e desconforto (bandagem, hematoma, edema) - elevar mão c/travesseiros ou tipóia - compressas frias conforme prescrição - auxiliar nas atividades diárias(banho, alimentação) - fisioterapia 17

18 CONTUSÃO ESTIRAMENTO ENTORSE 18

19 CONTUSÕES Lesões de tecido mole provocada por impacto, chute, queda. Os vasos sanguíneos pequenos se rompem e há um sangramento para dentro dos tecidos moles – equimose, hematoma, escoriação. Pode levar 1-2 semanas para melhorar. 19

20 CONTUSÕES 20

21 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Dor Edema Alteração da cor 21

22 ESTIRAMENTO OU DISTENSÃO Tração muscular pelo uso, estiramento ou estresse excessivo. Consiste em lacerações musculares microscópicas e incompletas com algum sangramento dentro dos tecidos. 22

23 ESTIRAMENTO 23

24 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Dor súbita Região dolorida Aumento da sensibilidade 24

25 ENTORSE Lesão dos ligamentos que circundam uma articulação provocada por torção ou tração violenta. 25

26 ENTORSE 26

27 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Edema Alteração da coloração Comprometimento da mobilidade Dor na articulação Dor ao movimento avaliar lesão óssea por avulsão 27

28 TRATAMENTO (CONTUSÃO, ESTIRAMENTO E ENTORSE) Repouso Elevação parte afetada Aplicação frio (por min. A cada hora) Bandagem compressiva e/ou imobilização com gesso Cirurgia em entorse grave Monitoramento do estado neurovascular Calor após hs conf. Prescrição Exercícios passivos e ativos após liberação médica 28

29 LUXAÇÃO ARTICULAR 29

30 LUXAÇÃO É uma condição que ocorre quando os ossos de uma articulação não estão mais em contato anatômico. Podem ser: - Congênitas -> mais comum no quadril - Espontâneas ou patológicas - > doenças articulares ou periarticulares. - Traumáticas - > a articulação é rompida pela força. 30

31 MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS Dor Alteração do contorno da articulação Alteração comprimento do membro Perda da mobilidade Alteração do eixo dos ossos luxados 31

32 LUXAÇÕES 32

33 TRATAMENTO Imobilização imediata até atendimento especializado Redução da luxação Analgesia, relaxante muscular e anestesia para redução Imobilização com gesso, bandagem, talas para estabilização após redução Retomada lenta da movimentação ativa e passiva após dias ou semanas da redução 33

34 C UIDADOS DE ENFERMAGEM Proporcionar conforto Monitoramento do estado neurovascular Proteção da articulação durante a cura Orientação quanto aos aparatos de imobilização 34

35 35


Carregar ppt "MEMBRO SUPERIOR PROBLEMAS MAIS COMUNS 1. OS MEMBROS SUPERIORES SÃO OS LOCAIS MAIS FREQUENTES DE SÍNDROMES DOLOROSAS. AS MÃOS, OMBROS E PUNHOS SÃO AS REGIÕES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google