A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REAÇÕES DE COMBUSTÃO. Até o final do século XVIII – Surgiu a Teoria do flogisto - Becher ( alquimista alemão) – Propõe a 1ª teoria de combustão. Editou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REAÇÕES DE COMBUSTÃO. Até o final do século XVIII – Surgiu a Teoria do flogisto - Becher ( alquimista alemão) – Propõe a 1ª teoria de combustão. Editou."— Transcrição da apresentação:

1 REAÇÕES DE COMBUSTÃO

2 Até o final do século XVIII – Surgiu a Teoria do flogisto - Becher ( alquimista alemão) – Propõe a 1ª teoria de combustão. Editou o livro Physica Subterranea, no qual apresentou uma teoria sobre os elementos, considerando três tipos de Terras diferentes: terra mercurialis, terra lapida e terra pinguis. Segundo Becher a terra pinguis estava presente nos materiais combustíveis, e era libertada quando esses materiais ardiam. Johann Joachim Becher ( )

3 George Ernest Sthal - Stahl desenvolveu a teoria do flogisto a partir de uma adaptação da teoria de um dos seus mentores, Johann Joachim Becher. Publicou sobre a teoria do flogisto (fogo pincípio), elemento contido em todos os corpos combustíveis.Esses materiais ao serem queimados perdiam o flogisto.Johann Joachim Becher A teoria do flogisto (ou do flogístico) foi desenvolvida pelo químico e médico alemão Georg Ernst Stahl entre 1703 e Segundo Stahl os corpos combustíveis possuiriam uma matéria chamada flogisto, liberada ao ar durante os processos de combustão (material orgânico) ou de calcinação (metais). "Flogisto" vem do grego e significa "inflamável", "passado pela chama" ou "queimado". A absorção dos flogistos do ar seria feita pelas plantas, de acordo com a teoria. químicomédicoalemãoGeorg Ernst Stahl combustãomaterial orgânicocalcinaçãogregoinflamávelplantas George Ernest Sthal ( )

4 COMO EXPLICAR A OXIDAÇÃO DOS METAIS ? Ao queimar o metal liberava o seu flogisto,restando apenas a cal. METALCAL + FLOGISTO COMO EXPLICAR O FATO DA COMBUSTÃO CESSAR EM AMBIENTE FECHADO? O ar era o lugar para onde ia o flogisto que escapava dos corpos que entravam em combustão. Só que o ar comportava apenas uma certa quantidade de flogisto e a combustão não continuava quando o ar estava cheio desse elemento.

5 COMO EXPLICAR O FATO DA MASSA VARIAR APÓS A COMBUSTÃO? A teoria do flogisto explicava esses dados, atribuindo ao flogisto ora uma massa positiva, ora uma massa negativa. Final do século XVIII Joseph Priestley- Anunciou a descoberta de um gás que alimentava a combustão melhor que o ar. Acreditou após a realização de experimentos ter descoberto o ar deflogisticado. Joseph Priestley ( )

6 Antoine Laurent Lavoisier ( ) - Lavoisier mostrou que o ar contém 20 por cento de oxigênio e que a combustão é devida a combinação de uma substância combustível com o oxigênio. Ficou provado também o seu papel na respiração.respiração Antonie Laurent Lavoisier – Chama o ar que alimentava as reações de combustão de gás oxigênio ( do grego oxi significa ácido e genon formador ), a combustão é a reação de um combustível com uma substância presente no ar atmosférico.

7 EXPERIMENTO REALIZADO POR LAVOISIER

8 COMBÚSTIVEL COMBUSTÃO ENERGIA COMBURENTE


Carregar ppt "REAÇÕES DE COMBUSTÃO. Até o final do século XVIII – Surgiu a Teoria do flogisto - Becher ( alquimista alemão) – Propõe a 1ª teoria de combustão. Editou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google