A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Portaria 518 MS Potabilidade de Água. Perguntas Frequentes Água é só H2O ? Quem pode emitir laudo de Potabilidade ? Os parâmetros da Água não mudam ?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Portaria 518 MS Potabilidade de Água. Perguntas Frequentes Água é só H2O ? Quem pode emitir laudo de Potabilidade ? Os parâmetros da Água não mudam ?"— Transcrição da apresentação:

1 Portaria 518 MS Potabilidade de Água

2 Perguntas Frequentes Água é só H2O ? Quem pode emitir laudo de Potabilidade ? Os parâmetros da Água não mudam ? A Água é igual em todos os lugares ?

3 Portaria 518 A Portaria 518 do Ministério da Saúde estipula 78 parâmetros analíticos para a verificação da potabilidade da água: - 73 parâmetros físico-químicos - 3 parâmetros microbiológicos - 2 parâmetros radioativos

4 Parâmetros Microbiológicos Coliformes Totais: Grupo de bactérias encontrado no intestino humano e de animais. São empregadas como indicadores de contaminação patogênica. - Enterobacter - Citrobacter - Escherichia coli - Klebisiela Padrão: ausência em 100 mL Escherichia Coli: Bactéria do grupo coliforme indicativa da presença de contaminação fecal na água. Padrão: ausência em 100 mL Bactérias heterotróficas: bactérias presentes tanto no ar quanto na água, não patogênica, porém indicativas de problemas com relação à higiene do local. Padrão: até 500 UFC em 1 mL

5 Parâmetros Físico-Químicos Turbidez: Característica física relacionada à presença de substâncias em suspensão e de microorganismos presentes na água. Sintoma: Água com aparência turva e entupimentos em tubulações. Padrão: 5 NTU Cor: Propriedade física gerada a partir de substâncias dissolvidas na água as quais podem ou não ser removidas por filtração mecânica. Sintoma: Água com coloração. Existem 2 tipos: - Real - Aparente Padrão: 15 UC

6 Parâmetros Físico-Químicos PH: medida do grau de acidez ou alcalinidade de uma solução. Sua escala vai de 0 a 14, sendo: 0,1 - 6,9 : solução ácida 7,0 : solução neutra 7,1 - 14,0: solução básica Sintoma: Gosto, oxidação de equipamentos e tubulações. Padrão: 6,0 – 9,0 Alguns exemplos de PH: Suco Gástrico: 2,0 Limão: 2,3 Refrigerante: 3,0 Suco de laranja: 3,5 Leite: 6,5 Água pura: 7,0 Ovos: 7,8 Leite de magnésia: 10,5

7 Parâmetros Físico-Químicos Condutividade elétrica: é a medida da capacidade da água em conduzir eletricidade. Esta quando pura não conduz eletricidade. Quanto maior a concentração de sais dissolvidos na água, maior será sua condutividade elétrica. Uma vez que existe uma correlação entre o teor de sais dissolvidos e a condutividade, essa propriedade pode ser empregada então, para estimar a concentração dos sais em solução. Padrão: até 1000 S/ cm TDS: a quantidade de sólidos dissolvidos na água é geralmente determinada filtrando-se uma alíquota desta em membrana de 0,45 m e pesando-se o resíduo do filtrado após evaporação à 180 oC. Padrão: não mencionado

8 Parâmetros Físico-Químicos Alcalinidade total: é a soma das alcalinidades carbonato (CO32-); bicarbonato (HCO3-) e hidróxido (OH-). A alcalinidade hidróxido poderá coexistir com a alcalinidade carbonato, apenas acima de pH 10. Logo, este tipo de alcalinidade não é comum em águas naturais. Quando o valor de dureza total de uma amostra de água é superior a somatória das alcalinidades (carbonato e bicarbonato), o excesso é chamado de dureza não-carbonato. Para os casos onde a dureza total seja igual ou não exceda a somatória das alcalinidades (carbonato e bicarbonato), ela é definida apenas como dureza carbonato.

9 Parâmetros Físico-Químicos Matéria Orgânica: substâncias dissolvidas na água, derivadas de animais e vegetais, que podem ser degradadas pelos agentes oxidantes mais comuns empregados no tratamento de água: hipoclorito, ozônio, etc. Constitui-se num parâmetro bastante importante no tratamento de água pois está diretamente ligada à demanda de cloro livre. Sintomas: Sabor / Odor / Cor Cloro: O cloro é o principal desinfetante que pode ser utilizado para tratamento de água; é efetivo para desativar bactérias, vírus e oxidar materiais orgânicos e inorgânicos, porém Não é efetivo contra os cistos dos protozoários. Tempos de contato para ação relativamente baixos, e fornece efeito residual de desinfecção. Facilmente removido por carvão ativado.

10 Tipos de Cloração da Água Cloro gás: Fornecido liquefeito em cilindros especiais sob pressão, com pureza de 99,99% e com peso de 40,68 e 900 Kg; Cal clorada (cloreto de cálcio): Pó branco com 25 a 30 % de cloro disponível; Hipoclorito de cálcio: Pó branco com cerca de 70% de cloro disponível. Muito usado em piscinas. Hipoclorito de sódio: É encontrado sob a forma de solução a 12% de cloro ativo embalado em bombonas de 40 kg. Estável por 3 meses, mas deve ser guardado em local escuro e fresco. Foco de uso em Tratamento de água. A água sanitária comumente comprada em Supermercados é composta por Hipoclorito de sódio, porém com concentração de apenas 2%.

11 Produtos do Cloro Risco Químico x Risco Microbiológico: A cloração pode gerar a formação de trihalometanos, entre outros 25 sub-produtos. Apesar de ser muito efetiva contra microorganismos ela também pode gerar sub-produtos nocivos à saúde. Trihalometanos: Subprodutos orgânicos formados durante a cloração. Surgem em função da ligação do cloro com a matéria orgânica dissolvida. Exemplo: CHCl3 (clorofórmio) Sintoma: podem ser cancerígenos

12 Problema das Algas Compostos orgânicos (principalmente MIB 2 metilisoborneol e geosmina) produzidos por cianofíceas ( algas azuis ). Perceptíveis ao ser humano em ppb ( g/L). Outros compostos são medidos em ppm ( mg/l ). Portanto 1000 vezes mais perceptiveis. Estudos realizados afirmam que nesta concentração, não são nocivos à saúde. Sintomas: Cheiro de BHC, Gostos de mofo e terra Causas: Maior Presença de luz e calor nas represas por escassez de chuvas Remoção: Removidos por grandes leitos de carvão ativado e ou ozônização.

13 A Norma NBR ISO Descrição: Esterilização de Produtos hospitalares – requisitos para validação e controle de rotina - esterilização por calor úmido. Objetivo: Esta norma especifica requisitos para o uso do calor úmido no desenvolvimento do processo de esterilização, na validação do processo de esterilização e no controle da rotina de esterilização. Definições: Calor Úmido: Calor originado a partir da água na forma liquida ou do vapor saturado sob pressão. Esterilização por Calor Úmido : Processo que usa calor úmido para produção de produtos estéreis. Auto Clave: Equipamento de esterilização que utiliza vapor sob pressão para seu ciclo de trabalho. Constituída basicamente de uma câmara de aço inoxidável. Necessita de alta qualidade de água para operação devido à pressão e temperatura que associados causam corrosão mesmo no aço inox dependendo dos sais presentes na água.

14 Comparação Norma x Portaria 518 ContaminanteVMP ( NBR )VMP ( P. 518 MS ) Resíduos Evaporação 15 mg/lNão Citado Silício 2 mg/lNão Citado Ferro 0,2 mg/l 0,3 mg/l Cádmio 0,005 mg/l Chumbo 0,05 mg/l 0,01 mg/l Resíduos Metais Pesados 0,1 mg/lNão Citado Cloretos 3 mg/l 250 mg/l Fosfato 0,5 mg/lNão citado Condutividade 50 µS/cm 1000 µS/cm PHDe 6,5 a 8,0De 6,0 a 9,5 AparênciaIncolor, Límpida, Sem Sedimentos Límpida, Inodora, Insipida Dureza 0,1 mg/l 500 mg/l


Carregar ppt "Portaria 518 MS Potabilidade de Água. Perguntas Frequentes Água é só H2O ? Quem pode emitir laudo de Potabilidade ? Os parâmetros da Água não mudam ?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google