A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Do Dadaísmo aos principais conceitos da arte contemporânea Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Do Dadaísmo aos principais conceitos da arte contemporânea Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."— Transcrição da apresentação:

1 Do Dadaísmo aos principais conceitos da arte contemporânea Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes

2 Prof.ª Caroline Bonilha Dadaísmo - Movimento de crítica cultural que questiona não somente as artes visuais, mas também modelos culturais; - Movimento radical de contestação de valores que utiliza variados canais de expressão: revista, manifesto, exposição e outros; - As manifestações dos grupos dada são intencionalmente desordenadas e pautadas pelo desejo do choque e do escândalo, procedimentos típicos das vanguardas de modo geral;

3 Prof.ª Caroline Bonilha - A criação do Cabaré Voltaire, 1916, em Zurique, inaugura oficialmente o dadaísmo. Fundado pelos escritores alemães H. Ball e R. Ruelsenbeck, e pelo pintor e escultor alsaciano Hans Arp; - Cabaré Voltaire: clube literário; galeria de exposições e sala de teatro - promove encontros dedicados a música, dança, poesia, artes russa e francesa;

4 Prof.ª Caroline Bonilha

5 -São formados diferentes grupos, em diversas cidades, unidos pelo espírito de questionamento crítico e pelo sentido anárquico das intervenções públicas; -Na Alemanha, nas cidades de Berlim e Colônia, destacam-se os nomes de R. Ruelsenbeck, R.Haussmann, Johannes Baader, John Heartfield, G.Groz e Kurt Schwitters e de Max Ernst; Max Ernst – La Femme

6 Prof.ª Caroline Bonilha -Nova York, por sua vez, é protagonista do movimento com Marcel Duchamp e Man Ray; -Outros nomes importantes do dadaísmo são: Francis Picabia, Albert Gleizes; A. Cravan; Tzara e Arp; Jean Crotti, ?, André Breton, Jacques Rigault, Paul Eluard, Ribemont-Dessaignes, Benjamin Péret, Théodore Fraenkel, Louis Aragon, Tristan Tzara, Philippe Soupault.

7 Prof.ª Caroline Bonilha

8

9 Manifesto Dadaísta

10 Prof.ª Caroline Bonilha Dadá é uma nova tendência da arte. Percebe-se que o é porque, sendo até agora desconhecido, amanhã toda a Zurique vai falar dele. Dadá vem do dicionário. É bestialmente simples. Em francês quer dizer "cavalo de pau". Em alemão: "Não me chateies, faz favor, adeus, até à próxima!" Em romeno: "Certamente, claro, tem toda a razão, assim é. Sim, senhor, realmente. Já tratamos disso." E assim por diante.

11 Prof.ª Caroline Bonilha Uma palavra internacional. Apenas uma palavra e uma palavra como movimento. É simplesmente bestial. Ao fazer dela uma tendência da arte, é claro que vamos arranjar complicações. Psicologia Dadá, literatura Dadá, burguesia Dadá e vós, excelentíssimo poeta, que sempre poetastes com palavras, mas nunca a palavra propriamente dita. Guerra mundial Dadá que nunca mais acaba, revolução Dadá que nunca mais começa. Dadá, vós, amigos e Também poetas, queridíssimos Evangelistas. Dadá Tzara, Dadá Huelsenbeck, Dadá m'Dadá, Dadá mhm'Dadá, Dadá Hue, Dadá Tza.

12 Prof.ª Caroline Bonilha Como conquistar a eterna bem aventurança? Dizendo Dadá. Como ser célebre? Dizendo Dadá. Com nobre gesto e maneiras finas. Até à loucura, até perder a consciência. Como desfazer-nos de tudo o que é enguia e dia-a-dia, de tudo o que é simpático e linfático, de tudo o que é moralizado, animalizado, enfeitado? Dizendo Dadá. Dadá é a alma-do-mundo, Dadá é o Coiso, Dadá é o melhor sabão-de-leite-de-lírio do mundo. Dadá Senhor Rubiner, Dadá Senhor Korrodi, Dadá Senhor Anastasius Lilienstein. Zurique, 14 de Julho de 1916

13 Prof.ª Caroline Bonilha Marcel Duchamp

14 Prof.ª Caroline Bonilha Ready-made Definição O termo é criado por Marcel Duchamp ( ) para designar um tipo de objeto que consiste em um ou mais artigos de uso cotidiano, produzidos em massa, selecionados sem critérios estéticos e expostos como obras de arte em espaços especializados (museus e galerias). Ao transformar qualquer objeto em obra de arte, o artista realiza uma crítica radical ao sistema da arte. Assim, objetos utilitários sem nenhum valor estético em si são retirados de seus contextos originais e elevados à condição de obra de arte simplesmente ao ganhar uma assinatura e um espaço em exposições.

15 Prof.ª Caroline Bonilha Marcel Duchamp – A fonte, 1917

16 Prof.ª Caroline Bonilha Marcel Duchamp – A roda da bicicleta, 1913

17 Prof.ª Caroline Bonilha

18 Kur Schiwitters

19 Prof.ª Caroline Bonilha -Multi-artista considerado o pai da instalação a partir da criação de uma ideia batizada de Merzbau ; -Kurt tentava superar os limites do tempo da vida e do tempo da arte; -Para isso propôs a realização de uma obra sem fim, ou melhor cujo o fim coincidiria com a sua morte; -O primeiro Merzbau foi destruído por uma bomba nazista no começo da segunda Guerra Mundial. -Na Suécia ele começou o segundo Merzbau, concluído com sua morte. -O Merzbau é uma obra sem fim, sem plano, que recebia elementos novos a cada dia;

20 Prof.ª Caroline Bonilha

21

22

23

24 INSTALAÇÃO - Instalação é um lugar, sala ou outro espaço onde o artista realiza um trabalho e que é também tratado como material; - Na maioria das vezes, o artista se apropria de uma sala já existente; - Espaços externos também podem ser apropriados e transformados em instalações que repensam o espaço real; - A instalação remete à escultura ou à arte objetou pelo uso do espaço tridimensional, mas deles se distingue bastante;

25 Prof.ª Caroline Bonilha - No ambiente de instalações, é sempre exigida a participação direta do espectador na exploração do espaço da sala pelo deslocamento de seu corpo entre os dispositivos, numa espécie de "presença cênica". Jorge Machi, 6ª Bienal do Mercosul, 2009

26 Prof.ª Caroline Bonilha Hannah Hoch

27 Prof.ª Caroline Bonilha

28

29

30

31

32 Raoul Hausmann

33 Prof.ª Caroline Bonilha László Moholy-Nagy

34 Prof.ª Caroline Bonilha Grete Stern

35 Prof.ª Caroline Bonilha Grete Stern

36 Prof.ª Caroline Bonilha

37 John Heartfield

38 Prof.ª Caroline Bonilha

39 Proposta de trabalho prático Crie uma colagem a partir do texto Manifesto Dadaísta; Material: -Uma folha de papel Canson A4; -Revistas e jornais velhos; -Fotografias; -Tesoura; -Cola bastão; -O trabalho será realizado em sala de aula nos dias 09 e 16 de maio; Trabalho individual Valor: 6,0 pontos

40 Prof.ª Caroline Bonilha Referências Enciclopédia de Artes Visuais – Itaú Cultural Arte na Escola


Carregar ppt "Do Dadaísmo aos principais conceitos da arte contemporânea Professora: Caroline Bonilha Componente Curricular: Artes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google