A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

III Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica GESEL – Grupo de Estudos do Setor Elétrico / UFRJ Rio de Janeiro, 18 e 19 de setembro de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "III Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica GESEL – Grupo de Estudos do Setor Elétrico / UFRJ Rio de Janeiro, 18 e 19 de setembro de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 III Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica GESEL – Grupo de Estudos do Setor Elétrico / UFRJ Rio de Janeiro, 18 e 19 de setembro de 2008 Estratégia dos Grupos Empresariais Prof. José Bonifácio de Sousa Amaral Filho Instituto de Economia - UNICAMP

2 Reforma do setor elétrico brasileiro Seqüência programada das privatizações: primeiro as distribuidoras, depois as geradoras Justificativa: Temor de potenciais investidores caso as geradoras fossem privatizadas inicialmente - pois nesse caso teriam como clientes as distribuidoras estatais, que haviam incorrido em forte inadimplência no início dos anos – privatizada Escelsa; 1996 – privatizadas Light e CERJ 1997/1998 – privatizadas as demais distribuidoras Regra tarifária: teto de preços (price cap) Custos Não-Gerenciáveis (Parcela A da Receita): repasse anual das variações ocorridas (pass through) Custos Gerenciáveis (Parcela B) : reajuste anual de acordo com a variação do Indice Geral de Preços (IGP-M) Fator X igual a zero até a primeira Revisão Tarifária Periódica (4 ou 5 anos à frente) : as reduções de custos obtidas eram apropriadas pelas distribuidoras (maximização do VPL das empresas distribuidoras)

3 Estímulo a rápidas e significativas reduções de custos operacionais: Pessoal (Planos de `Demissão Voluntária`) Atendimento comercial (centralização com introdução de call center) Softwares de gestão empresarial (ex. R3/SAP) Terceirizações e Consultorias Fornecedores (revisões contratuais) Contratação da energia de suprimento: Regra inicial previu permanência dos contratos de suprimento existentes (1998/2002) e redução (25% ao ano) Contratação de até 30% do suprimento de energia dentro do próprio grupo (self-dealing), para facilitar a expansão Ausência de regras de preços para aquisição da energia a ser descontratada (preço da energia velha = preço da energia nova), maximização do VPL das geradoras a privatizar Falha do planejamento indicativo (falta de projetos/estudos) Racionamento 2001/2002, queda de mercado (recuo de 3 anos) e crise financeira aguda das distribuidoras em 2002

4 Descontratação da energia velha a partir de 2003 (25% ao ano) Recontratação: self dealing com a comercializadora (intermediária, não- regulada) do grupo; Em 2003/2004, novo modelo de funcionamento setorial Geração nova menos atrativa com fim do self-dealing no novo modelo; regra de contratação obrigatória de 100% da demanda 5 anos à frente, ao preço do leilão Revisão tarifária 2003/2004 permitiu a diversas distribuidoras recompor suas margens e a rentabilidade Multi-utilities não prosperou (telecomunicações, água/saneamento) Movimento de aquisições de outras distribuidoras para reduzir custos de pessoal especializado e colher economias de escala em contratações

5

6

7


Carregar ppt "III Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica GESEL – Grupo de Estudos do Setor Elétrico / UFRJ Rio de Janeiro, 18 e 19 de setembro de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google