A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSORA LÚCIA BRASIL. GÊNEROS LITERÁRIOS: Conjuntos de elementos semânticos, estilísticos e formais utilizados pelos autores em suas obras, para caracterizá-las.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSORA LÚCIA BRASIL. GÊNEROS LITERÁRIOS: Conjuntos de elementos semânticos, estilísticos e formais utilizados pelos autores em suas obras, para caracterizá-las."— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSORA LÚCIA BRASIL

2 GÊNEROS LITERÁRIOS: Conjuntos de elementos semânticos, estilísticos e formais utilizados pelos autores em suas obras, para caracterizá-las de acordo com a sua visão da realidade e o público a que se destinam. Lírico: sentimental, poético. Épico: narrativo. Dramático: teatro.

3 Os textos são divididos em Prosa e Verso Prosa: é o nosso modo habitual de falar e escrever. Verso: se distingue da prosa pela distribuição das palavras na linha. O texto costuma ser sintético, pois o poeta ao selecionar um número reduzido de palavras, obtém maior expressividade.

4 A flor e a náusea Preso à minha classe e a algumas roupas, Vou de branco pela rua cinzenta. Melancolias, mercadorias espreitam-me. Devo seguir até o enjôo? Posso, sem armas, revoltar-me'? Olhos sujos no relógio da torre: Não, o tempo não chegou de completa justiça. (...) Carlos Drummond de Andrade

5 Uma ideia, um sentimento, uma história podem ser transformados em texto. Organizá-lo em versos ou em prosa, explorar as características de um gênero literário: narrativo, lírico ou dramático são alguns dos recursos de que o escritor dispõe para torná-lo literário

6 O táxi ia rodando devagar pela rua mal iluminada, para que eu pudesse ir vendo os números das casas. Quando vi o 118, mandei parar. Tinha de ir ao 227 e perguntar por dona Maria de Sousa. Era quase certo que não me seguiam; de qualquer modo não convinha parar o táxi diante da casa para não chamar a atenção. Tive, alem disso, o cuidado de deixar o carro se afastar sem que o chofer pudesse ver a casa em que eu entrava. Naquele tempo vivíamos cercados de precauções, porque o perigo estava em toda a parte. O menor descuido era a prisão, e as noticias que vinham "lá de dentro" eram de fazer tremer. Andei pela calçada. Era uma rua sossegada, em um bairro onde antigamente viviam famílias ricas. Agora os ricos viviam em outras partes da cidade e aqueles casarões envelhecidos, com seus parques de grandes árvores, pareciam dormir. (...) Rubem Braga

7 OS GÊNEROS LITERÁRIOS O texto literário se organiza em gêneros literários. Os textos literários são divididos em dois grupos: textos em verso e textos em prosa. Os textos literários, escritos em versos ou em prosa, podem ser estudados a partir de um conjunto de traços característicos, que não são permanentes, pois variam conforme a época. A preocupação em agrupar os textos em categorias surgiu por volta do século V a.C, na Antiguidade grega.

8 GÊNERO ÉPICO (NARRATIVO) = Quando é contada uma história. GÊNERO LÍRICO = Quando um eu registra sua subjetividade (emoções). GÊNERO DRAMÁTICO: Quando personagens representam uma ação (diálogo + palco).

9 A palavra "epopéia" vem do grego épos, verso+ poieô, faço e se refere à narrativa em forma de versos, de um fato grandioso e maravilhoso que interessa a um povo.

10 GÊNERO ÉPICO Textos escritos em versos. Narrador-observador(onisciente) Narrativa em 3ª pessoa. Narração de histórias de um povo. Envolvem aventuras, guerras, viagens, gestos heróicos e um tom de exaltação - valorização - dos heróis e seus feitos.

11 GÊNERO NARRATIVO APRESENTA: Sequência de FATOS interligados (relação de causa e efeito). FATOS vividos p/PERSONAGENS Em determinado lugar (ESPAÇO) e TEMPO. Fatos (história) contados por um NARRADOR.

12 FOCO NARRATIVO NARRATIVA EM 1ª PESSOA (NARRADOR- PERSONAGEM) = O narrador pode ser uma das personagens, participa da ação e relaciona-se com outras personagens. NARRATIVA EM 3ª PESSOA (NARRADOR- OBSERVADOR) = Não participa da história, relata ações praticadas por outros.

13 Elementos da narrativa ENREDO = sucessão de fatos (aventuras - peripécias - conflitos) organizados de forma coerente e lógica (Enredo = argumento, intriga ou trama). A partir do enredo podemos chegar ao tema - motivo central do texto.

14 TENSÃO NARRATIVA = tradicionalmente é mínima no começo da história. Aumenta quando ficar configurado o CONFLITO (NÓ da intriga). Ponto máximo de TENSÃO = CLÍMAX - Em seguida = DESFECHO (FIM da história). TEMPO = Período que assinala o percurso cronológico que vai do início ao fim do enredo. Tempo cronológico = é exterior, marcado pela passagem das horas, dos dias, etc. Tempo psicológico = é interior, ocorre dentro das personagens (subjetivo/memória /reflexões).

15 ESPAÇO = é o ambiente no qual os personagens se movimentam. Pode ser apresentado de maneira minuciosa (detalhes) ou apenas sugerido.

16 Gênero Épico/Narrativo FORMAS: Epopéia (em versos) Romance Novela Conto Crônica Fábula

17 EM RESUMO EPOPÉIA = narra a grandeza de heróis, símbolos (arquétipos) de uma coletividade. ROMANCE - NOVELA - CONTO = narram os conflitos entre os indivíduos e o mundo e consigo próprios.

18 GÊNERO LÍRICO: é a manifestação literária em que predominam os aspectos subjetivos do autor. É, em geral, a maneira de o autor falar consigo mesmo ou com um interlocutor particular (amigo, amante, fantasia, elemento da natureza, Deus...) Não confundir eu-lírico com o autor. O eu-lírico ou eu-poético é uma espécie de personalidade poética criada pelo autor que dá vazão a sensações e/ou impressões.

19 Relação intuitiva e interiorizada do escritor com o mundo. Texto no qual um EU LÍRICO (a voz que fala no poema) exprime suas emoções, ideias e impressões ante o mundo exterior. Manifestação de uma individualidade.

20 POEMA = Forma escrita (Normalmente em VERSOS = cada linha que compõe o texto poético e que formam ESTROFES = conjunto de versos). POESIA = O encantamento (a emoção) sobre as coisas da vida.

21 FORMA = Poesia lírica (quase sempre = verso) PREDOMINÂNCIA DA SUBJETIVIDADE (REGISTRO DE EMOÇÕES). EXPRESSA ALGO. EM GERAL, EXPRESSA A VISÃO DO EU SOBRE O MUNDO E SOBRE SI PRÓPRIO.

22 Segundo Aristóteles, é aquele gênero que imita a realidade por meio de personagens em AÇÃO e NÃO da narração. Texto destinado à representação, através de atores que dialogam (DIÁLOGO) e agem (AÇÃO). Apresenta a encenação de um texto.

23 TRAGÉDIA = desperta temor e piedade (paixões e vícios do homem = conflito ente caráter do herói e seu destino). COMÉDIA = ações que criticam a sociedade e o comportamento humano através do ridículo (provoca a reflexão)

24 FARSA = comédia exagerada e agressiva na crítica social e na encenação do texto = provoca o riso apresentando situações engraçadas, grotescas e ridículas da vida cotidiana. AUTO = breve peça do teatro medieval, de assunto religioso ou profano, de conteúdo simbólico e linguagem popular.

25 FORMAS = TRAGÉDIA + COMÉDIA + DRAMA EM PROSA OU VERSO REPRESENTAÇÃO DE ATORES FUSÃO DE OBJETIVIDADE & SUBJETIVIDADE APRESENTA ALGO Representação dos conflitos humanos mediante encenações feitas por atores que se valem de diálogos e monólogos.


Carregar ppt "PROFESSORA LÚCIA BRASIL. GÊNEROS LITERÁRIOS: Conjuntos de elementos semânticos, estilísticos e formais utilizados pelos autores em suas obras, para caracterizá-las."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google