A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OFICINA DE CÓDIGOS E LINGUAGENS ENSINO FUNDAMENTAL NarraçãoNarração CrônicaCrônica Setor de Educação de Jovens e Adultos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OFICINA DE CÓDIGOS E LINGUAGENS ENSINO FUNDAMENTAL NarraçãoNarração CrônicaCrônica Setor de Educação de Jovens e Adultos."— Transcrição da apresentação:

1 OFICINA DE CÓDIGOS E LINGUAGENS ENSINO FUNDAMENTAL NarraçãoNarração CrônicaCrônica Setor de Educação de Jovens e Adultos

2 VAMOS RELEMBRAR O QUE É UMA NARRAÇÃO Narração é um tipo de texto que conta uma história. Uma história compõe-se de fatos, reais ou fictícios, dispostos em sequência. Os fatos são vividos por personagens, em determinado tempo e em determinado lugar. Romances, contos, novelas, crônicas, histórias em quadrinhos, notícias, filmes, fotografias, fábulas, lendas, parábolas e anedotas são textos narrativos, pois possuem a finalidade de contar histórias.

3 REVISANDO A ESTRUTURA NARRATIVA Quem? Quando? Onde? O quê? Como? Por quê?

4 Quem? um homem Quando? Num dia de sol Onde? Na beira da estrada O quê? Parou um veículo que passava Como? Fez sinal de carona para o motorista Por quê? Aparentemente a carona era para o homem, mas na verdade era para uma vaca de estimação.

5 NARRADOR Narrador (foco narrativo) em 1ª pessoa: Narrador (foco narrativo) em 1ª pessoa: participa da ação, ou seja, coloca-se como um dos personagens da história Meu irmão Aristides, o Hélio Caveira-de-Burro e o Orlando Cuíca me acompanharam na ideia de não ir ao baile e fomos tomar um chope, sossegados, num bar vazio, na esquina da Avenida Atlântica com Rua Cons­tante Ramos. A noite estava boa e o papo também. (João Saldanha – O time de Neném Prancha) É a voz que conta os fatos e acontecimentos, o ponto de vista, o foco pelo qual os acontecimentos são narrados.

6 Narrador (foco narrativo) em 3ª pessoa: Narrador (foco narrativo) em 3ª pessoa: está fora dos acontecimentos, participando da história como um personagem secundário, que observa tudo, ou literalmente fora da história, mas sabendo de tudo o que se passa em seu desenrolar – Narrador observador Poema tirado de uma notícia de jornal João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número Uma noite ele chegou ao bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Dançou Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado. (Manuel Bandeira. Libertinagem. São Paulo: Abril Educação, p.65. Literatura comentada.)

7 CRÔNICA – UM TIPO DE TEXTO NARRATIVO Características da crônica: Texto breve Narrador em 1ª pessoa (personagem) ou 3ª pessoa (observador) Possui como marca a subjetividade (visão de mundo) do autor É comum apresenta diálogo com o leitor A linguagem é mais informal Criada a partir de fatos observados no cotidiano ou recolhidos no noticiário jornalístico Escrita para ser veiculada em jornais e revistas, porém a linguagem está mais próxima dos textos literários do que dos textos informativos Podem ser do tipo narrativo (mais comum) ou argumentativo Tem o objetivo de divertir o leitor ou levá-lo a refletir sobre a vida e os comportamentos humanos

8 EXERCÍCIO: LEITURA DE UMA CRÔNICA O autor Moacir Scliar escreve crônicas para o jornal Folha de São Paulo. Ele baseia-se em notícias do próprio jornal para construir suas narrativas, como esta: Mãe italiana reclama que o marido registrou às escondidas o filho do casal com o nome de um premiado cavalo de corrida. (Folha Online, 12.ago.2002 ) Vamos ler agora a crônica Nomes condicionam destinos, de Moacyr Scliar, e identificar as características desse tipo de texto narrativo.

9 Atividade de redação Ao terminar de escrever a sua crônica, faça uma revisão de seu texto, observando se ele apresenta todos os elementos do seguinte roteiro: Foi colocado o título? Está claro: –quem são as personagens? – o que ocorreu (o fato)? – onde tudo aconteceu? – quando ocorreu o fato? – o modo como tudo aconteceu? – por que tudo ocorreu? (motivos) – o desfecho do texto? É possível identificar com clareza o começo, meio e fim do texto? O diálogo, se houver, foi reproduzido corretamente? (Dois pontos, parágrafo e travessão) Há respeito às margens? As ideias estão organizadas em parágrafos? Há aproveitamento adequado das linhas? Há erros de ortografia? Quais? Há algum trecho de difícil compreensão?

10 Setor de Educação de Jovens e Adultos ATÉ A PRÓXIMA OFICINA


Carregar ppt "OFICINA DE CÓDIGOS E LINGUAGENS ENSINO FUNDAMENTAL NarraçãoNarração CrônicaCrônica Setor de Educação de Jovens e Adultos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google