A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CIVILIZAÇÕES DO EXTREMO ORIENTE Mesopotâmia Professor Romildo Tavares.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CIVILIZAÇÕES DO EXTREMO ORIENTE Mesopotâmia Professor Romildo Tavares."— Transcrição da apresentação:

1 CIVILIZAÇÕES DO EXTREMO ORIENTE Mesopotâmia Professor Romildo Tavares

2 Mesopotâmia Região entre rios (Grego) Rio Tigre e Eufrates Atual Iraque

3

4 Povos que habitaram a região: Sumerianos Acadianos Babilônios Assírios Caldeus

5 Sumerianos: Oriundo da Ásia Central, ocuparam a baixa Mesopotâmia. Desenvolveram a escrita pictográfica cuneiforme, escritos em tabuinhas de argila. A revolução urbana transformou aldeias agropas- toris em centros urbanos.

6 Desenvolveram a construção com tijolos, leis escritas e a roda. Cada cidade-Estado possuía um governante, chamado Patesi, representante do deus local (sumo-sacerdote) e chefe militar. Este governante passou a se chamar posterior- mente de Lugal ou Rei.

7 Os deuses eram considerados proprietários das terras de cultivo, criadas pelo trabalho coletivo, através da secagem dos pântanos e da irrigação dos desertos. Os sacerdotes administravam os templos e tam- bém a riqueza dos deuses (terra, gado, metal e escravos) como se fosse propriedade privada.

8 A unidade ideológica e econômica da cidade- Estado se expressava no templo, localizado no topo de uma construção em forma de pirâ- mide truncada, feita de argila.

9 A unificação da Mesopotâmia somente foi obtida somente foi obtida por volta de 2750 a.C., no reinado de Sargão, Patesi de Agadé, norte de Sú- mer. Sargão → Rei das Quatro Regiões do Mundo.

10 Incentivou o sincretismo religioso sumeriano-semita. O objetivo do seu governo era impor uma hegemonia cultural semita, fundamentar a autoridade real do ponto de vista religioso, legitimando, com isso, a di- nastia reinante e fortalecer a unidade cultural dos po- vos dominados, o que possibilitaria a reação contra a penetração de influências estrangeiras.

11 Babilônios Origem amorita, converteu-se em importante centro comercial, devido a sua localização privilegiada. Destaque para o Rei Hamurábi, que transformou a Babilônia em uma Estado despótico e centralizado admistrativo, religio- so, linguístico e juridicamente. A centralização jurídica ocorreu em função da criação de um Código de Leis baseado em antigas leis sumerianas.

12 Código de HAMURÁBI (282 artigos) Tratava de aspectos da vida da sociedade babilônica: Comércio, Família, Propriedade, Herança, Escravidão (Acompanhados de suas penas respectivas.) O código protegia a propriedade privada e os interesses de dos proprietários de escravos.

13 Assírios Ocupavam o Norte da Mesopotâmia, tendo como principal cidade Assur e praticavam a agricultura e a criação de gado. Região possuidora de riquezas minerais (cobre e ferro). Século VIII a. C. inicia-se o processo de expansão territorial (estado militarizado). Armas de ferro garantiam a superioridade.

14 As guerras de conquistas valorizaram o exército e consequentemente aos chefes militares (aristo- cracia militar), proprietária de terras, escravos e isento de impostos. Camponeses e artesão obrigados a pagar impos- tos e prestavam serviços gratuitos ao Estado. A mobilização de camponeses, expropriação de cidades e mercenários → Decadência.

15 Neobabilônicos Segundo império babilônico (dinastia amorita) proveniente da Caldéia. Aristocracia palaciana e sacerdotes (elite) camponeses e comerciantes as margens do Eufrates. Grandes construções: Jardins suspensos e templo do deus marduque. Conquistados por Ciro, rei dos persas.

16 Cultura Influenciada pela religião – lendas e mitos. Escrita sumeriana. Código de Hamurábi. Matemática, astronomia e medicina.


Carregar ppt "CIVILIZAÇÕES DO EXTREMO ORIENTE Mesopotâmia Professor Romildo Tavares."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google