A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Regulamentação SCM e o Futuro do Provedor de Acesso à Internet IP Expo 2011 1º de Dezembro de 2011 São Paulo - SP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Regulamentação SCM e o Futuro do Provedor de Acesso à Internet IP Expo 2011 1º de Dezembro de 2011 São Paulo - SP."— Transcrição da apresentação:

1 Regulamentação SCM e o Futuro do Provedor de Acesso à Internet IP Expo º de Dezembro de 2011 São Paulo - SP

2 1.A Cadeia de Valor 2.Fatos e Números 3.Impactos Sociais 4.Conclusão

3 1.A Cadeia de Valor 2.Fatos e Números 3.Impactos Sociais 4.Conclusão

4 Entidade sem fins lucrativos, fundada em 1996, por pessoas e empresas empreendedoras da Internet Brasileira. Constituída por membros mantenedores de empresas privadas e administrada por grupo de Diretores Voluntários eleitos a cada biênio. Com sede na cidade de São Paulo e associados em todo Brasil e abrangência Nacional. A ABRANET

5

6

7

8

9 A CADEIA DE VALOR 6,5 mil empresas provedoras de serviços Internet, conteúdo e comercio eletrônico 4,5 mil provedores de acesso banda larga. 85 mil empresários e empreendedores de pequenas e micro empresas que atuam nas áreas de Internet.

10 1.A Cadeia de Valor 2.Fatos e Números 3.Impactos Sociais 4.Conclusão

11 Perfil da Banda Larga Brasileira (estatísticas e indicadores) Perfil da Banda Larga Brasileira

12 As conexões de banda larga são as mais expressivas em todas as regiões. 66% dos domicílios com acesso à Internet possuem conexão de banda larga. A região Sul apresenta a maior proporção de domicílios com conexão de banda larga (71%). Na região Norte o modem 3G é mais representativo comparado com outras regiões. Penetração da Banda Larga Panorama dos tipos de conexão por região geográfica Banda Larga Banda Larga Móvel (Modem 3G) 10 Milhões de Conexões Banda Larga no Brasil Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2009 (CETIC.br)

13 54% das conexões de banda larga no Brasil estão abaixo de 1Mbps. Apenas 2% das conexões têm velocidades acima de 4Mbps. 23% dos domicílios que não sabem a velocidade, possivelmente possuem conexões abaixo de 256Kbps (majoritariamente classes D e E). Penetração da Banda Larga Panorama das velocidades de conexão por região geográfica %Domicílios com velocidades até 256Kbps 30% dos domicílios de Classe A possuem acesso com velocidades acima de 1Mbps Percentual sobre o total de domicílios com acesso à internet %Domicílios com velocidades acima de 256Kbps Fonte: Pesquisa TIC Domicílios 2009 ((CETIC.br)

14 Fonte : Anatel / Teleco

15 Pesquisa TIC Provedores Distribuição dos provedores Cerca de1.576 provedores de acesso Fonte: Teleco/2011 O provimento de acesso à Internet está concentrado em apenas 5 Provedores que detêm 91% do mercado de banda larga no Brasil.

16 Pesquisa TIC Provedores Número de clientes atendidos 25% dos provedores de acesso de pequeno e médio porte atendem mais de clientes. Fonte: Pesquisa TIC Provedores 2010 – CETIC.br

17 Fonte : Anatel / Teleco

18 O Brasil é o primeiro país no mundo em tempo gasto on line. BrasilEstados Unidos FrançaEspanhaJapãoAustrália Fonte: IBOPE/GNet

19 Conteúdo Nacional A preferência do brasileiro é pelo conteúdo nacional. 9 dos 20 sites mais acessados no Brasil são de empresas brasileiras.

20 Fonte: IBOPE

21

22 1.A Cadeia de Valor 2.Fatos e Números 3.Impactos Sociais 4.Conclusão

23

24

25

26

27

28 Possibilidade de aplicações em nichos de mercado e regiões remotas com baixo investimento em infra-estrutura e custos compatíveis com a realidade econômica do interior do país. Aplicações destinadas aos provedores regionais e operadores SCM. Preocupação: Custos do sistema e terminal de assinante. Qualidade do serviço (QoS). Impactos Sociais e Tecnologias

29 Perfil dos Associados

30

31

32 Ferramenta para efetiva competição no mercado de telecomunicações com a melhor distribuição da capacidade do espectro. Pesquisa e Desenvolvimento de tecnologia nacional aplicada às demandas brasileiras de inclusão digital e massificação da banda larga. Impactos Sociais e Desafios

33 1.A Cadeia de Valor 2.Fatos e Números 3.Impactos Sociais 4.Conclusão

34 Conclusão Grande mérito: melhor aproveitamento do espectro e tecnologias mais eficientes. Preocupações: custos de terminais e infra- estrutura, marco regulatório, acesso aos provedores regionais e operadores SCM. Pesquisa e desenvolvimento orientados aos programas brasileiros de massificação de banda larga com testes de campo práticos onde participem provedores locais e operadores SCM.

35 Conclusão O tráfego na Internet do Brasil em 2010 foi 19 vezes maior do que em 2005 Cresceu 68% em Petabytes (6.200 x Todos os livros já escritos pela humanidade em todas as línguas ou 625 milhões de DVDs) É factível transportar de forma eficaz esta quantidade de informação com as tecnologias de acesso hoje disponíveis? Fonte: Cisco

36 Eduardo Neger Presidente Executivo |11| |19|


Carregar ppt "Regulamentação SCM e o Futuro do Provedor de Acesso à Internet IP Expo 2011 1º de Dezembro de 2011 São Paulo - SP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google