A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6."— Transcrição da apresentação:

1 Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6

2 Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso do que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (Dornelas, 2001) Planejamento viagemfesta Construir uma casa Organização de idéias

3

4 Conceito – Plano de negócios Documento usado para descrever um empreendimento e o modelo de negócios que sustenta a empresa. Componentes básicos: os objetivos do negócio quais passos devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados, redução dos riscos e das incertezas.

5 Vale a pena abrir, manter ou ampliar o meu negócio?.

6 Plano de negócio Em que negocio você está? O que você vende? Qual o mercado-alvo? Diretrizes para o negocio Gerencia e tomada de decisões Monitoramento da rotina da empresa Financiamentos Identificar oportunidades Comunicação interna eficaz

7 Estrutura do plano de negócio Capa Sumário Sumário executivo Analise estratégica Descrição da empresa Produtos e serviços Plano operacional Plano de recursos humanos Analise de mercado Estratégia de marketing Plano financeiro Anexos

8 Elaboração do plano de negócio 1.Sumário Executivo Resumo dos principais pontos do plano de negócio; Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições; Dados do empreendimento; Missão da empresa; Setores de atividades; Forma jurídica; Enquadramento tributário; Capital social; Fonte de recursos. Clareza sobre a idéia e viabilidade de sua implantação.

9 1. Resumo executivo 1.1. Resumo dos principais pontos do plano de negócio o que é o negócio; quais os principais produtos e/ou serviços; quem serão seus principais clientes; onde será localizada a empresa;

10 1.1. Resumo dos principais pontos do plano de negócio o montante de capital a ser investido; qual será o faturamento mensal; que lucro espera-se obter do negócio; em quanto tempo espera-se que o capital investido retorne. 1. Resumo executivo

11 INVESTIMENTOS

12 ORÇAMENTO O orçamento expressa o plano, os programas, os projetos e as atividades da organização em termos numéricos, demonstrando receitas e despesas em um período de tempo. O orçamento constitui instrumento de planejamento e controle. Com ele, é possível não só fazer previsões e estabelecer padrões, como também avaliar resultados, comparando-se o previsto com o realizado.

13 ORÇAMENTO Exemplo de orçamento por tipo de recurso para uma ONG DESPESAS PESSOAL 1.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo VALOR ($) 2. ENCARGOS SOCIAIS 2.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo 3. MATERIAL DE CONSUMO 3.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo 4. MATERIAL DIDÁTICO E DE DIVULGAÇÃO 5. INVESTIMENTO EM INFRA - ESTRUTURA TOTAL

14 Exemplo de orçamento por tipo de recurso RECEITAS DOAÇÕES 1.1 – Entidade x Entidade y VALOR ($) 2. RECURSOS PRÓPRIOS TOTAL

15 Exemplo de orçamento por produto DESPESAS A. Programa de Educação Cooperativa PESSOAL 1.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo VALOR ($) 2. ENCARGOS SOCIAIS 2.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo 4. MATERIAL DIDÁTICO E DE DIVULGAÇÃO B. Programa de Assistência Jurídica e Gerencial PESSOAL 1.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo 2. ENCARGOS SOCIAIS 2.1 – Pessoal técnico Pessoal administrativo 4. MATERIAL DIDÁTICO E DE DIVULGAÇÃO

16 CRONOGRAMA O objetivo do cronograma é relacionar as atividades a serem executadas e o tempo previsto para sua realização. Em termos gerenciais, isso permite que se faça um esforço no sentido de: a.Identificar as atividades e o tempo necessário para sua execução; b.Estimar o tempo em face dos recursos disponíveis; c.Analisar a possibilidade de superpor as atividades, executando-as em paralelo; d.Verificar a dependência entre as atividades.

17 CRONOGRAMA Para fins gerenciais, cada projeto deve apresentar um cronograma detalhando as tarefas mês a mês, a fim de que se possa acompanhar sua execução, verificar dificuldades, corrigir distorções e cobrar o desempenho dos responsáveis. A seguir, apresentamos o formato de um cronograma e descrevemos seu preenchimento: TarefasResponsávelDuração Total Duração: de a

18 Analise financeira de projetos Juros e taxas de desconto temporal Juro = rendimento proporcionado pela posse do capital.

19 Fluxo de caixa É um objeto matemático que pode ser representado graficamente com o objetivo de facilitar o estudo e os efeitos da análise de uma certa aplicação, que pode ser um investimento, empréstimo, financiamento, etc.

20 Demonstração do Fluxo de CaixaRECEBIMENTOS Vendas a vista Cobranças Descontos Dupl. Rec. Financeiras Aporte de Capital Empréstimos Outros CAIXA FLUXO DE CAIXA PAGAMENTOS Fornecedores Pessoal Governo Desp. Financeiras Pgto. Dividendos Pgto.Empréstimo Outros

21 Entradas e Saídas de capital, indicadas em uma linha de tempo com início no instante t=0.

22

23 1.Uma pessoa emprestou R$10.000,00 hoje e pagará R$11.000,00 daqui há um mês.

24 Uma pessoa emprestou R$10.000,00 hoje e pagará em duas parcelas iguais e seguidas de R$6.000,00 a partir do próximo mês.

25 Uma pessoa emprestou R$10.000,00 hoje e pagará R$ 1.000,00 em 15 parcelas iguais a partir do mês seguinte.

26 Fluxo de caixa

27

28

29 Analise financeira de projetos Juros J= F – P J = Juros F = Capital na data futura P = Capital inicial

30 Juros cobrados pelo Banco Micro 6,75 % Pequeno 8,25 % Médio 9,50 % Grande 10,00 % Porte Receita Operacional Bruta Anual (em R$1,00) Mini Até Pequeno Acima de até Médio Acima de até Grande Acima de

31 Um agricultor solicitou ao banco um empréstimo de R$ 4.000,00 por 4 meses, para cobrir os custos com o plantio, adubo e herbicida. Ao final dos 4 meses ele pagou R$ 4.800,00 e obteve reais com a venda da colheita. Qual foi a taxa de juros utilizada pelo banco. J= F – P J= 800 i= J/P.100 i = (800/4000).100 i= 20% por 4 meses

32 Critérios para avaliação econômica de projetos Valor presente Liquido (VPL) VP receita = 10000/(1+i) 4 VP custo = 4000/(1+i) /(1+i) 1 VPL= VP receita – VPcusto VPL= ?

33 Taxa interna de retorno – TIR Retorno que esse investimento lhe dará após p termino da operação. Planilha no excel Critérios para avaliação econômica de projetos

34 Relação custo beneficio É a razão entre o somatório das receitas e o somatório dos custos. (valores sempre para a mesma época, valor presente ou valor futuro) Critérios para avaliação econômica de projetos

35 Relação benefício-custo B/C > 1 = lucro no empreendimento B/C < 1 = prejuízo no empreendimento B/C = 1 o empreendimento rende o mesmo que o custo de oportunidade do capital (é diferente). Critérios para avaliação econômica de projetos Empreendimento Excedente de 40%

36 1.1. Resumo dos principais pontos do plano de negócio Faça um resumo dos principais pontos do seu plano. _ _____________________________________ ____________________________________ _ 1. Resumo executivo

37 CONCLUSÃO O Plano de Negócios por você desenvolvido não representa somente um instrumento de planejamento formalizado em um papel. Ele deve, sim, estar integrado a toda a empresa, difundido e retroalimentado permanentemente com novas informações que possam contribuir para o sucesso organizacional.

38 CONCLUSÃO O planejamento também deve ser flexível a novas realidades, adaptável a novos paradigmas, sob pena de tornar-se um instrumento ultrapassado e não efetivo. Empreender é sempre um risco, mas empreender sem planejamento é um risco que pode ser evitado. O plano de negócios, apesar de não ser a garantia de sucesso, irá ajudá-lo, entre outras coisas, na tomada de decisões, assim como a não se desviar de seus objetivos iniciais.


Carregar ppt "Plano de negócio Conceitos, Importância e estrutura Aula 6."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google