A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escola é empresa? Claudio de Moura Castro = ?. É preciso redesenhar a máquina para o homem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escola é empresa? Claudio de Moura Castro = ?. É preciso redesenhar a máquina para o homem."— Transcrição da apresentação:

1 Escola é empresa? Claudio de Moura Castro = ?

2 É preciso redesenhar a máquina para o homem

3 O processo de trabalho precisa ser estudado científicamente

4 Há uma maneira melhor de se fazer as coisas

5 Frederick W. Taylor

6 Eficiência não é assunto da escola!

7 Produtivismo é coisa de neoliberal!

8 Educação não é mercadoria!

9 Escola não é empresa!

10 Avaliação discrimina contra os pobres!

11 Soluços semânticos, nada mais

12 "" (Camões) Parte 1 Sozinho ou acompanhado?

13 Uma pessoa

14 Pelo menos dois forçudos

15 Se há vários, é preciso combinar direito. Empurrar ou puxar?

16 Se são muitos, é preciso boa gerência Empresas, escolas, igrejas, ONGs, clubes... Organizações são cada vez mais complexas e tortuosas É preciso mais competência para obter os resultados desejados

17 "" (Camões) Parte 2 As regras ecumênicas, servem para todos

18 Escolas e empresas têm necessidades comuns? Clareza quanto aos objetivos. Se um empurra o piano e outro puxa... Portanto, têm que definir claramente o que querem fazer ONCOTAVA, ONCOTÔ, ONCOVÔ: Só medindo e estabelecendo metas quantitativas

19 Mais com menos? Todas as organizações querem obter mais resultados com o mesmo esforço Ou o mesmo, com menos esforço Ou resultados melhores Mais pneus? Mais processos julgados? Mais fieis na igreja? Ensino de mais qualidade?

20 Relação entre esforço e resultado sempre será uma preocupação Produtividade e eficiência são as medidas para avaliar esse nexo Portanto, seja no Vaticano ou na fábrica de Bombril, pensa-se em eficiência e produtividade Escola não é diferente Isso é neoliberal? E Taylor com isso?

21 Empresas avançaram antes Taylor inaugura as preocupações com a eficiência do trabalho Em 150 anos houve muitos avanços, cria-se a Ciência da Administração Será que essas ideias não servem para escolas?

22 Cinco regras ecumênicas 1.Definir objetivos claros e mantê-los por muito tempo [piano sobe ou desce?] 2.Quantificar metas [medir, para saber onde estamos] 3.Compartilhar metas 4.Instrumentos para acompanhar 5.Ferramentas para premiar, punir e corrigir desvios

23 "" (Camões) Parte 3 O perfil das melhores escolas

24 Como são as melhores escolas? Pesquisa na Europa: melhores escolas públicas têm objetivos claros, não ficam mudando, todos conhecem e compartilham, administração atenta para identificar e corrigir erros Sem conhecer as 5 regras, é como se as tivessem usando

25 Ou seja, sem saber, as melhores escolas funcionavam com as regras clássicas da gestão de empresas

26 "" (Camões) Parte 4 Gestão sob medida para escolas

27 Gestão sob-medida para escolas Ter ou não lucro: mesmas regras Resultados arbitraria e livremente escolhidos pelo responsável IDEB? Deserção? Felicidade? Igualdade? --> Não importa

28 Muitos modelos, mesmas ideias INDG: Vicente Falcone

29 Muitos modelos, mesmas ideias TEO (Oderbrecht) Marcos Magalhães TESE -Procentro

30 Muitos modelos, mesmas ideias Fundação Pitágoras

31 SGI (Fundação Pitágoras) Gestão de redes municipais Primeiro passo: definir prioridades da Secretaria de Educação Segundo passo: captar prioridades dos diretores, professores e alunos Terceiro passo: vamos compatibilizar Atenção: prioridades demais é fatal!

32 Metas quantitativas Geralmente IDEB Histogramas comparando: – Escola com município, estado e país – Turma com outras turmas – Alunos com outros alunos Gráficos colados na porta da secretaria Alunos fazem próprias tabelas

33 Como anda a escola Rotinas para acompanhar desempenhos, sucessos e problemas Murais listam conquistas e dificuldades, em cada sala Alunos sabem como está sua classe

34 SGI: Agnóstico na pedagogia Apenas pergunta: Onde a escola quer chegar? Como medir o progresso? Como está avançando? Onde chegou? Nada sobre a maneira de ensinar, pedagogia ou filosofia

35 Implementação 27 R$ /aluno por dois anos, depois não tem custos Relação custo /resultado imbatível Implementação fácil, mas dá trabalho Só funciona se prefeito quiser Vulnerável à mudanças de governo e acidentes de percurso

36 Resultados do SGI Entre 2007 e 2009: mais quatro pontos decimais É o dobro do avanço brasileiro 43 municípios do Vale do Jequitinhonha: 3,2 para 5,1 Sorocaba: Prêmio P. da Qualidade Sorocaba e S. J. Campos: melhores do Brasil (> meio milhão)

37 Diferenças: privadas Alunos de famílias mais educadas Ambiente melhor atrai professores melhores Diretor tem mais ferramentas e autonomia Há prêmios e punições Se gestão falhar, fecha

38 Públicas Regras piores na escolha dos diretores Não escolhe alunos Falta de autonomia e de formas de premiar ou punir Depende de liderança e sedução do diretor

39

40


Carregar ppt "Escola é empresa? Claudio de Moura Castro = ?. É preciso redesenhar a máquina para o homem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google