A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa. Patricia M. Coletto Freitas. DEFINIÇÃO Remoção cirúrgica do baço Pode ser total ou parcial.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa. Patricia M. Coletto Freitas. DEFINIÇÃO Remoção cirúrgica do baço Pode ser total ou parcial."— Transcrição da apresentação:

1 Profa. Patricia M. Coletto Freitas

2 DEFINIÇÃO Remoção cirúrgica do baço Pode ser total ou parcial

3 Indicação Neoplasia esplênica Torção do estômago Trauma/ruptura Anemia hemolítica/trompocitopenia

4 Pré-operatório Jejum a) 8 a 12 horas de sólido b) 4 a 6 horas de líquido Tricotomia ampla Anestesia – geral Antissepsia Antibiótico MPA/Anestésico Analgésico

5 Anatomia Cirúrgica Artérias e veias: 1) Gástricas curtas 2) Gastroepiplóicas 3) Esplências Ligamento gastroepiplóicas

6 Técnica Cirúrgica – esplenectomia total Incisão pré-umbilical ou pré-retro-umbilical na linha média ou mediana Exploração da cavidade abdominal Exteriorizar o baço – compressa cirúrgica Isolar o baço da parede abdominal – compressa cirúrgica

7

8 Localizar e indentificar os vasos sanguíneos 1) Artérias e veias gástricas curtas 2) Artéria e veia gastroepiplóica 3) Artéria e veia esplênica 4) Ramos para o Pâncreas

9

10 Pinçamentos dos vasos com pinças hemostáticas (com posterior ligadura) ou ligaduras destes 1) Fio Absorvível orgânico ou sintético: categute, poliglactina 910 2) Fio não-absorvível orgânico ou sintético: nálion, algoodão Retirada do órgão Exploração da cavidade: retirar coágulos de sangue Lavagem da cavidade com solução fisiológia aquecida

11 Sutura da cavidade abdominal (parede abdominal, subcutâneo, pele): 1. Parede abdominal (linha alba – aponeuroses): Tipo de sutura – pontos contínuos (festonado/Reverdin) ou separados (X ou simples separado) Fios – absorvível orgânico ou sintético / não absorvível sintético

12 2. Aproximação do subcutâneo/abolição do espaço morto Sutura contínua: simples contínuo, zigue zague Fios: absorvível orgânci ou sintético não absorvível sintético 3. Sutura de pele: Sutura contínua ou separada Fios: não absorvível sintético

13 Técnica Cirúrgica – esplenectomia parcial Incisão pré-umbilical ou pré-retro-umbilical na linha média ou mediana Exploração da cavidade abdominal Exteriorizar o baço – compressa cirúrgica Isolar o baço da parede abdominal – compressa cirúrgica

14 Localizar o local da ruptura Localizar e indentificar os vasos sanguíneos 1) Artérias e veias gástricas curtas 2) Artéria e veia gastroepiplóica 3) Artéria e veia esplênica 4) Ramos para o Pâncreas

15 Fazer compressa com dedo a 1cm da área de será retirada Colocar 2 pinças (pinça de Doyen) sobre a área Seccionar o baço entre as pinças Suturar as cápsulas esplênicas com sutura contínua (colchoeiro ou sapateiro) com fio absorvível

16

17 Retirada do órgão Exploração da cavidade: retirar coágulos de sangue Lavagem da cavidade com solução fisiológia aquecida Sutura da cavidade abdominal (parede abdominal, subcutâneo, pele)

18 Pós-operatório Avaliar quanto a hemorragias – hematócrito Analgésicos 1) AINES: Meloxican, flunixin meglumine – 3 dias 2) Opióides: Tramadol – 3 dias Antibiótico??? Curativo local – limpeza da ferida com clorexidine 0,06% + micropore, pomadas cicatrizantes Colar Elisabetano ou roupa Retirada dos pontos com 10 dias


Carregar ppt "Profa. Patricia M. Coletto Freitas. DEFINIÇÃO Remoção cirúrgica do baço Pode ser total ou parcial."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google