A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mandioca Nome científico: Manihot esculenta Crantz Família: Euphorbiaceae Nomes populares:Mandioca, macaxeira, aipim Nome em inglês: Cassava Origem:Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mandioca Nome científico: Manihot esculenta Crantz Família: Euphorbiaceae Nomes populares:Mandioca, macaxeira, aipim Nome em inglês: Cassava Origem:Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 Mandioca Nome científico: Manihot esculenta Crantz Família: Euphorbiaceae Nomes populares:Mandioca, macaxeira, aipim Nome em inglês: Cassava Origem:Brasil

2 Aspectos Agro-Econômicos IMPORTÂNCIA: alimentação humana e animal as raízes são também utilizadas como matéria-prima em produtos industriais A cultura da mandioca: importantes fonte de carboidratos para os consumidores de renda mais baixa em países tropicais da América Latina PRODUÇÃO: principalmente por produtores de pequeno porte em sistemas de produção complexos, com pouco ou nenhum uso de tecnologia moderna, especialmente agroquímicos.

3 Classificação botânica dicotiledônea Família Euphorbiaceae Gênero Manihot. RAIZ tuberosa com casca geralmente branca e espessa rica em látex cilindro central volumoso de cor branca, rósea ou amarelada Caule altura de 1,0 a 2,0 m quando a planta é cultivada Ramas (hastes e folhas) apresentam bom valor nutritivo como forragem Folhas verdes palminérveas fendidas, podem ser constituídas por 3,5 ou 7 lobos. As folhas constituem a parte mais rica das ramas

4 Brasil (http://www.ibge.gov.br) ProduçãovariaçãoRto (kg/ha) Arroz Batata ingl. 1 safra 2 safra 3 safra Cacau (amêndoa) Mandioca Milho 1 safra 2 safra

5 Mundial Produção (Mt) Arroz Batata Cacau (amêndoa) Mandioca Milho Verde Seco

6 COMPOSIÇÃO QUÍMICA 16 e 28% de proteína bruta 1,5 a 15,3% de gordura 40 a 45% de carboidratos 9 e 15% de fibras Ricas em vitaminas, sobretudo A e C Pobres em minerais

7 Mandioca apresentam um principio venenoso Classificação: varia de acordo com a concentração nas raízes 1. doce ou mansas 2. amargas ou bravas O princípio tóxico da planta é devido à presença de glicosídeos cianogênicos, que sob a ação de ácidos ou enzimas sofrem a hidrólise e liberam acetona, açúcar e ácido cianídrico (HCN) HCN é um produto venenoso que inibe a atividade das enzimas de cadeia respiratória dos seres vivos

8 As técnicas industriais para diminuição do princípio tóxico Baseiam na dissolução em água, fervura, torração, etc. A dose letal de HCN - 1,0 mg por kg de peso vivo Classificação: em função do teor de HCN 1. Mansas: menos de 50 mg HCN/kg de raiz fresca sem casca 2. Moderadamente venenosas: de 50 a 100 mg 3.Venenosas: acima de 100 mg.

9 FORMA DE CONSUMO A parte aérea da mandioca pode ser consumida pelos animais: na forma "in natura" sob forma de silagem feno ou peletizada, pura ou misturada com outros alimentos. POTENCIALIDADES PARA PARTICIPAR DE OUTROS MERCADOS amido: independente de sua origem é empregado INDÚSTRIA: alimentícia, metalúrgica, cosmética, mineração, construção, farmacêutica, papel, têxtil etc. Farinha Região Nordeste é orientada para produção de farinha As indústrias de processamento de farinha - as chamadas "casas de farinha" - são próprias - com objetivos empresariais - comunitárias - de servir a comunidade

10 Produtos derivados Farinha e fécula Fécula fermentada ou polvilho azedo Raspas, pellets e farinhas de raspas Tapioca Flocos Farinha de cascas e farelos como sub-produtos Amidos modificados Álcool, acetona, álcool butírico

11 Processos de produção Pequena escala ou caseira Lavadas / raladas a mão Prensagem em sacos de algodão Esfarelamento Peneiramento, sai a parte mais grosseira Secagem ao sol obtendo assim a farinha crua Secagem em tachos de ferro obtendo a farinha torrada (mais cor e sabor)

12 Norte e Nordeste: muita maior variedade de produtos derivados Farinha seca: Líquido da prensagem Decantado: Goma Sobrenadante: Tucupí Massa ralada Tacho cobre: farinha branca Tacho de ferro: farinha escura Farinha amarela: são mais apreciadas e nutritivas Farinha de Pará: mistura de 25-30% F. Seca % F. Água

13 Farinha dágua Maceramento até soltar a casca O líquido da prensagem não é usado A fermentaçao é feita com flora natural fazendo um produto mais saboroso pelo aroma butírico.

14 Conservação Raízes armazenadas 1. no próprio campo 2. cobertas com terra 3. em caixas especiais cobertas com terra também Atualmente ocorre desenvolvendo técnicas simples de conservação da raiz in natura por até 4 semanas: Saco de polietileno Mergulho da raiz em cera ou parafina

15 Principais Pragas mandarová, ácaros, percevejo de renda, mosca branca, mosca do broto, broca do caule, cupins e formigas. Mandarová - é uma das pragas de maior importância para a cultura da mandioca. A lagarta pode causar severo desfolhamento, podendo reduzir os rendimentos e até ocasionar a morte das plantas jovens. Controle - práticas culturais adequadas boa preparação do terreno controle de plantas daninhas inspeções periódicas das lavouras aplicação de inseticida biológico-Bacillus thuringiensis -Baculovirus erinnyis

16 Ácaros - são uma das pragas mais severas da cultura da mandioca. Atacam o cultivo durante os períodos secos, sendo encontrados na face inferior das folhas, podendo causar danos consideráveis em ataques prolongados. Os ácaros mais importantes para a cultura são o ácaro verde(também conhecido como "tanajoá") e o ácaro rajado. Controle Inimigos naturais dos ácaros - coleópteros e diversos ácaros benéficos da família Phytoseiidae. e o fungo Neozygites sp. Controle cultural - destruição de plantas hospedeiras inspeções periódicas destruição dos restos de cultura seleção do material de plantio distribuição adequada das plantas no campo para reduzir a disseminação dos ácaros

17 * Produtos recomendados pela pesquisa, não registrados na cultura. Mosca Branca - os adultos em geral são encontrados na face inferior das folhas da parte apical da planta, podendo ser detectados sacudindo-se os brotos da planta para fazê-los voar. As ninfas (fase jovem do inseto) podem ser encontradas na face inferior das folhas mais velhas. Sintomas - as folhas ficam encarquilhadas, secam e caem, enquanto as hastes começam a secar, provocar também a podridão de raízes. Controle - químico pode ser usado o dimethoate. Os inseticidas somente devem ser aplicados quando houver altas populações da "mosca branca" visto que populações baixas não afetam o rendimento.

18 Percevejo de Renda - Adulto é de cor cinzenta Ninfa é branca, Adulto e ninfa encontrados na face inferior das folhas basais e medianas da planta. Sintomas - pontuações amarelas pequenas que se tornam de cor marrom-avermelhada. Quando a infestação é severa, pode ocorrer o desfolhamento da planta. Controle - praga pode ser controlada com inseticidas fosforados.

19 Mosca do Broto - as larvas perfuram o tecido e matam o ponto de crescimento. Controle -a destruição dos brotos atacados, plantio fora da época de ataque e plantio intercalado com outras culturas para reduzir a incidência da praga Cupins - apresentam o corpo branco-cremoso e asas maiores que o abdome. Atacam as plantas novas e raízes das plantas em crescimento. Quando atacam as raízes, observam-se, na epiderme, agregações de terra cristalizada. Quando atacam as manivas usar um inseticida ao solo, abaixo das manivas, no sulco ou na cova, por ocasião do plantio.

20 Broca do Caule - as larvas são encontradas no interior das plantas das hastes, sendo o ataque detectado pela presença de excrementos e serragem que saem das galerias feitas pelo inseto. Controle - observação periódica, durante o verão as devem ser hastes atacadas cortadas e destruídas remoção e queima das partes ou plantas infestadas manter o mandiocal limpo utilização de manivas sadias para o plantio utilizar material de plantações onde não houve ataque da praga.

21 Formigas - o ataque ocorre geralmente durante os primeiros meses de crescimento da cultura. Controle - podem ser destruídos dentro do ninho fumigação - feita nas épocas chuvosas O uso de isca granulada, colocada ao longo dos caminhos deixados pelas formigas A escolha de formicida depende das condições climáticas por ocasião do controle Inseticidas: líquidos usados em épocas chuvosas Inseticidas em pó Iscas granuladas nas épocas secas


Carregar ppt "Mandioca Nome científico: Manihot esculenta Crantz Família: Euphorbiaceae Nomes populares:Mandioca, macaxeira, aipim Nome em inglês: Cassava Origem:Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google