A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Vamos focalizar alguns aspectos práticos da vida do cristão que precisam condizer com a sua confissão de fé Vamos focalizar alguns aspectos práticos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Vamos focalizar alguns aspectos práticos da vida do cristão que precisam condizer com a sua confissão de fé Vamos focalizar alguns aspectos práticos."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Vamos focalizar alguns aspectos práticos da vida do cristão que precisam condizer com a sua confissão de fé Vamos focalizar alguns aspectos práticos da vida do cristão que precisam condizer com a sua confissão de fé É o que se chama coerência... Isto inclui: atos palavras atitudes vida profissional, etc Isto inclui: atos palavras atitudes vida profissional, etc Faltando coerência, falta o bom testemunho Faltando coerência, falta o bom testemunho Cristão tem que ser diferente! Ml 3.18 Cristão tem que ser diferente! Ml 3.18

4 1. Tem de começar com a conversão Conversão é meia volta, retorno Mudam os hábitos, os costumes, a maneira de ser e de tratar os outros... Implica reconhecimento, confissão e abandono de pecados; início de uma vida nova, agora com Cristo. I Ts 1.9; II Co 5.17 Implica reconhecimento, confissão e abandono de pecados; início de uma vida nova, agora com Cristo. I Ts 1.9; II Co 5.17 O termo grego é metanóia, que significa mudança de opinião, arrependimento, conversão

5 Jesus chamou esta experiência de novo nascimento, e falou de sua importância; mostrou também que é uma obra do Espírito, no interior de cada indivíduo (Jo 3.3,5-7) Com o recente e grande crescimento dos evangélicos neste país, muitos estão se dizendo evangélicos, sem, contudo, mostrarem por seu testemunho de vida, que são, de fato, convertidos, nascidos de novo! Leia Rm substituindo Israel por igreja e israelitas por evangélicos Leia Rm substituindo Israel por igreja e israelitas por evangélicos

6 2. Crentes dentro e fora da igreja Muitos crentes tendem a dividir a vida em dois departamentos distintos: Isto não existe! Nossa vida é indivisível! Isto não existe! Nossa vida é indivisível! Um certo político dizia: Em Brasília eu sou político; na igreja eu sou crente! Gl 5.25; Ef 2.10; Tg

7 3. O exemplo de Daniel – Dn Israel no Cativeiro, na Babilônia (597 a.C.) Entre os prisioneiros: Daniel, Hananias (Sadraque), Misael (Mesaque) e Azarias (Abede-nego) Eles eram fortes e inteligentes, e o rei de Babilônia, Nabucodonosor, os escolheu, entre outros, para o servirem na corte

8 Eles seriam treinados e teriam que se alimentar com as finas iguarias do rei 3. O exemplo de Daniel – Dn Nesse contexto, temos um dos mais belos exemplos bíblicos de testemunho de vida resultante de convicção religiosa, fé e coragem Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia... (Dn 1.8)

9 Não se tratava de alimentos, apenas, mas também de religião e culto, posto que aqueles banquetes era consagrados a deuses pagãos. 3. O exemplo de Daniel – Dn Em todo o livro, vemos a fidelidade de Daniel a Deus! Sabemos que ele foi parar na cova dos leões porque perseverou em sua vida de oração, mesmo sob ameaça de morte...

10 4. Dispostos a pagar o preço Daniel sabia dos riscos quando rejeitou as iguarias do rei, mas estava disposto a pagar o preço da coerência, do testemunho, da fidelidade... Daniel sabia dos riscos também quando insistiu em orar, como costumava fazer (Dn 6.10). Dn Não admira que seus inimigos não encontravam nele falta alguma, para o acusar. Dn 6.4-5

11 Assim também procederam os amigos de Daniel. Sadraque, Mesaque e Abede-Nego: Quando o rei ordenou que todos adorassem uma estátua que ele mandara fazer de si próprio, eles se recusaram a fazê-lo, mesmo sob ameaça de serem lançados na fornalha ardente... Dn , 27 Quem deseja frutificar no testemunho precisa estar disposto a pagar o preço e ousar! Que preço estamos dispostos a pagar? At 20.24; I Pe

12 O que devemos fazer 1. Paulo escreveu aos Coríntios: Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos... (II Co 13.5). Precisamos disso também Até onde estamos dispostos a ir com Cristo? Qual o grau do nosso compromisso com os seus ensinos, com a sua causa, com a sua igreja? 2. Até onde estamos dispostos a ir com Cristo? Qual o grau do nosso compromisso com os seus ensinos, com a sua causa, com a sua igreja? 3. Nossos amigos, vizinhos, colegas de escola e de trabalho sabem que somos cristãos, crentes, evangélicos? 4. Nosso testemunho de vida é condizente com a n/ confissão de fé? Somos diferentes?

13


Carregar ppt "Vamos focalizar alguns aspectos práticos da vida do cristão que precisam condizer com a sua confissão de fé Vamos focalizar alguns aspectos práticos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google