A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação da qualidade da dieta através do Índice de Alimentação Saudável (IAS) dos motoristas da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Rinaldi, A.E.M.;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação da qualidade da dieta através do Índice de Alimentação Saudável (IAS) dos motoristas da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Rinaldi, A.E.M.;"— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação da qualidade da dieta através do Índice de Alimentação Saudável (IAS) dos motoristas da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Rinaldi, A.E.M.; Pereira, A.F.; Lucena, O.M.; Rocio, L.T.; Buscariolo, F.F.; Morelli, M.Y.G.; Burini, R.C

2 Resumo AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA DIETA ATRAVÉS DO ÍNDICE DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL (IAS) DOS MOTORISTAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA (UNESP) Rinaldi, A.E.M.¹; Pereira,A.F¹²; Lucena, O.M.¹; Rocio, L.T.¹, Buscariolo, F.F.¹; Morelli, M.Y.G.¹; Burini, R.C.¹ 1-Centro de Metabolismo em Exercício e Nutrição –FMB –UNESP 2-Universidade Católica de Santos-SP INTRODUÇÃO: A avaliação da ingestão alimentar é importante para conhecer a adequação nutricional dos indivíduos e assim propor ações para intervenção nutricional efetiva. O índice de alimentação saudável (IAS) foi criado para analisar a qualidade da dieta, através da adequação dos grupos alimentares da pirâmide, da quantidade de gordura, colesterol e variedade dos alimentos. OBJETIVOS: Avaliar a qualidade da dieta através do IAS e a adequação no grupos alimentares nos motoristas da UNESP. MÉTODOS: Participaram do estudo 151 motoristas, do sexo masculino com média de idade de 45 7 anos. Os dados antropométricos aferidos foram o peso corporal e estatura para posterior cálculo do índice de massa corporal (IMC) e circunferência da cintura. Para analisar a qualidade da dieta foi calculado o IAS e seus componentes (grupos alimentares, percentual de gordura total e saturada, colesterol e variedade alimentar), a partir do questionário de recordatório 24 horas. A pontuação deste método foi adaptada para a pirâmide brasileira, sendo a pontuação acima de 100 considerada como dieta de boa qualidade. RESULTADOS: A amostra caracterizou-se como sobrepeso (IMC=28,5 4,3kg/m²). Os participantes apresentaram inadequação quanto aos grupos: cereais, hortaliças, frutas e leite. O consumo de gordura total e saturada, colesterol dietético, de leguminosas e do açúcar atingiram a recomendação. Enquanto para o grupo dos óleos e das carnes o consumo foi superior à recomendação. A média do IAS (83,79 12,64) indicou que a dieta dos participantes precisava de melhorias. A quantidade de fibras também esteve abaixo da recomendação (13g/dia).CONCLUSÕES: Pode-se observar que a qualidade da dieta dos motoristas necessita de melhoria. A inadequação dos grupos dos cereais, hortaliças e frutas pode ser responsável pela baixa ingestão de fibras. Estes resultados apontam para a necessidade de intervenção nutricional neste grupo.

3 Introdução Verificar a adequação nutricional Propor uma intervenção nutricional mais efetiva Avaliação da ingestão alimentar Qualidade dietética Índice de Alimentação Saudável Avalia Objetivo +

4 Avaliar a qualidade da dieta através do IAS e a adequação aos grupos alimentares nos motoristas da UNESP

5 Casuística e Métodos N = 151 motoristas Sexo masculino Idade Dados antropométricos: -Peso (Balança antropométrica tipo plataforma Filizola ® ) -Estatura (balança antropométrica tipo plataforma Filizola ® ) -IMC (WHO, 1998) -Circunferência da cintura (CC) (fita métrica inelástica e inextensível) CC>94cm – risco aumentado CC>102cm – risco muito aumentado (WHO, 1998)

6 Métodos Índice de Alimentação Saudável (USDA, ): -Avalia a qualidade da dieta através de pontuação dos componentes alimentares Adaptação do IAS para população brasileira -Componentes que são pontuados: grupos alimentares da pirâmide brasileira adaptada, %gordura total, %gordura saturada, colesterol e variedade (número de alimentos diferentes consumidos diariamente) <70 pontosDieta de baixa qualidade pontosDieta precisando de melhorias >100 pontosDieta de boa qualidade Pontuação do IAS adaptado para população brasileira

7 Conhecer os alimentos consumidos Recordatório de 24h Cálculo dos macro, micronutrientes e fibras Porcionamento da dieta Cálculo do IAS (Avaliação da qualidade da dieta) Métodos

8 Resultados Dados antropométricos: - Idade = 45 7 anos - IMC = 28,5 4 kg/m² (sobrepeso) - CC = cm CC<94cm28% motoristas CC94 e <=102cm 35% motoristas CC >102cm35% motoristas Quadro 1 – Resultado da aferição da circunferência da cintura

9 Grupos alimentares e Nutrientes Número médio de porções consumidas Recomendação Cereais 3,3 1,8 5-9 porções Hortaliças 3,7 2,9 4-5 porções Frutas 1,4 2,4 3-4 porções Leite e derivados 1,2 1,3 3 porções Leguminosas 1,4 1,2 1 porção Carne e ovos 2,8 1,6 1-2 porções Óleos e gorduras 2,5 1,6 1-2 porções Açúcar 1,4 1,5 1-2 porções %gordura total 28,4 7,7 <30%VCT %gordura saturada 7,8 3,3 <10%VCT Colesterol 228,7 141,1 <300mg Variedade 12 4 >8 pontos Fibra g (WHO) Resultados Tabela 1. Número de porções e nutrientes consumidos pelos participantes IAS = 83,8 12,7 pontos (Dieta precisando de melhorias) Consumo insuficiente Consumo excessivo Consumo dentro da recomendação

10 Conclusões Pode-se observar que a qualidade da dieta dos motoristas necessita de melhorias; A inadequação dos grupos dos cereais, hortaliças e frutas pode ser responsável pela baixa ingestão de fibras; Estes resultados apontam para a necessidade de intervenção nutricional deste grupo. Apoio: CNPq/CAPES/FAPESP


Carregar ppt "Avaliação da qualidade da dieta através do Índice de Alimentação Saudável (IAS) dos motoristas da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Rinaldi, A.E.M.;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google