A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO BÁSICO DE Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmitidas por Alimentos - Módulo I Investigação de Surtos Aula ministrada por Maria Lúcia Rocha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO BÁSICO DE Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmitidas por Alimentos - Módulo I Investigação de Surtos Aula ministrada por Maria Lúcia Rocha."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO BÁSICO DE Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmitidas por Alimentos - Módulo I Investigação de Surtos Aula ministrada por Maria Lúcia Rocha de Mello - D.D.T.H. e Alimentar/ CVE - Abril

2 1- Ocorrência de surto: falha no controle da cadeia alimentar. investigação contaminação: química, física e biológica. identificar pontos críticos e avaliar as ações de controle e prevenção.

3 2- Objetivos Promover a atuação integrada das diferentes áreas da VE-DTA- Laboratório, VS e VE Reduzir a incidência das DTAs, Conhecer a magnitude do problema Desencadear oportunamente medidas de prevenção e controle Identificar tecnologias ou práticas de produção de alimentos e prestação de serviços e locais de maior risco para as DTAs

4 2- Objetivos - continuação Identificar locais, alimentos e agentes etiológicos mais envolvidos em surtos de DTA Detectar, prevenir e controlar surtos de DTA Desenvolver atividades de educação para profissionais de saúde, produtores e prestadores de serviços de alimentação e consumidores Detectar mudanças de comportamento das DTAs na população

5 3-Na i nvestigação de 1 surto de DTA Coletar informações básicas necessárias ao controle do surto Identificar fatores de risco associados ao surto Diagnosticar a doença e identificar agentes etiológicos relacionados ao surto Propor medidas de controle e prevenção Adotar mecanismos de comunicação e coordenação do Sistema, no âmbito de sua competência.

6 4- Etapas da investigação Conhecimento da ocorrência Planejamento das ações Investigação de campo Identificação dos comensais Definição de caso Coleta de amostras clínicas Inspeção sanitária

7 4- Etapas da Investigação: cont. Coleta de amostras bromatológicas e toxicológicas Análise preliminar Medidas de prevenção e controle imediatas Processamento e análise dos dados Medidas de prevenção e controle posteriores Acompanhamento do surto Conclusões e recomendações Divulgação dos resultados

8 5- Período de incubação: Cálculo da mediana: para amostras de número (N) ímpar: Md = N para amostras de número (N) par: Md = __N__ 2

9 6- Taxa de ataque: Por refeição ou por alimento: identificação de alimento ou refeição suspeita Taxa de Ataque (TA) = ____nº de Doentes__ X 100 nº de expostos O alimento que apresenta a taxa de ataque mais alta, para os que o ingeriram, e mais baixa, para os que não o ingeriram, é provavelmente o responsável pelo surto.

10 7- Risco relativo a maior razão entre as taxas de ataque implica em maior associação entre o referido alimento e a doença, RR = _ TA dos que comeram _ TA dos que não comeram significando que as pessoas que ingeriram este alimento apresentaram uma probabilidade X vezes maior de apresentarem a doença do que os que não ingeriram.


Carregar ppt "CURSO BÁSICO DE Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmitidas por Alimentos - Módulo I Investigação de Surtos Aula ministrada por Maria Lúcia Rocha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google