A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores – Camada Física Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores – Camada Física Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes."— Transcrição da apresentação:

1

2 Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores – Camada Física Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes

3 Camada Física §Trata da geração de sinais físicos e sua propagação através do meio físico de transmissão. l Natureza de meio físico: sua constituição Material –Cabo coaxial –Fibra óptica –... Impedância: – Características da atenuação do sinal Dimensões –Extensão

4 Camada Física l A forma como os hosts e IMPs são interconectados ao meio físico. Codificação do sinal. Procedimento de multiplexação. Parâmetros do sinal: –Freqüência - duração de tempo de um bit –Nível do sinal - tensões, correntes,... l Base teórica para comunicação de dados Análise de Fourier. Capacidade de transmissão do meio. Teorema de Nyquist.

5 Modos de Transmissão §Full Duplex e Half Duplex: Depende do Hardware §Serial e Paralela §Síncrona e Assíncrona §Redes mais comum: half duplex e serial Camada de Enlace Camada Física Meio Físico de Transmissão Volts Quadro - bits

6 Multiplexação e Características dos Meios de Transmissão §Multiplexação l Domínio da Freqüência (FDM) l Domínio do Tempo (TDM) Síncrona ou Assíncrona. §Características dos Meios de Transmissão 1/T 2/T Banda f(Hz) 0dB -3dB 0dB -3dB f(Hz) f1f2 f(Hz) S(f) ON/OFF Manchester

7 Capacidade de Transmissão de um Canal -Baud: a freqüência com que um sinal se propaga no meio de transmissão. -Um canal de 1 Mbaud permite 10 6 variações do sinal por segundo. -A relação entre baud e bits depende da forma de codificação do sinal:

8 Capacidade de Transmissão de um Canal §Código ON/OFF um canal com capacidade de N bauds pode transmitir até N bits por segundo. §Código Manchester um canal com capacidade de N bauds pode transmitir até N/2 bits por segundo.

9 Capacidade de Transmissão de um Canal §C§Como um canal de N bauds de capacidade máximo pode transmitir mais que N bps? lRlResp. : MODULAÇÃO

10 Codificação e Modulação §Modulação Digital de Sinais l Variar a amplitude, a freqüência, ou a fase de um sinal senoidal para representar determinado nível de um sinal digital. l Exemplos: IEEE (CSMA-CD) –Código Manchester (sem modulação): 0 e -2,05 volts IEEE (Token-bus) –modulação FSK Codificador

11 Capacidade de Transmissão de um Canal - Via teorema de Nyquist, um canal livre de ruídos com largura de banda B transmitindo um sinal com V diferentes níveis possui uma taxa de transmissão T (em bps) dada por: T 2 B log 2 V

12 Meios de Transmissão §Par Trançado: -Constitui-se de dois fios enrolados de forma helicoidal. §Efeito pelicular: devido às componentes resistivas dos cabos. §Sinais analógicos e digitais. §Baixo custo e facilidade de instalação. §Freqüência máxima de transmissão: comprimento e espessura do cabo. -Longas distâncias (Km): 20 Kbps. -Pequenas distâncias (dezenas de m): 100 Mbps.

13 Meios de Transmissão §Cabo Coaxial: l Constituído de um condutor cilíndrico isolado envolto por uma malha de cobre uma capa plástica de proteção. l Minimizar ruídos perdar em altas freqüências. l Há basicamente dois padrões de cabos coaxiais: 75 e 50.

14 Meios de Transmissão l 50 são denominados de cabos banda básica: um freqüência de transmissão, ou duas se for utilizada modulação FSK. l 75 são denominados de cabos banda larga: permite a multiplexação por divisão de freqüência (FDM) de vários canais. -Aplicações de TV a Cabo. l A atenuação do sinal no cabo coaxial depende: -do comprimento; -das características elétricas; -da freqüência do sinal e -do número de conectores existentes.

15 Meios de Transmissão §Fibra Ótica: - Um sistema de transmissão ótico tem três componentes: -A fonte de luz -Luz policromático de comprimento de onda centrado em 0.8 m. -Sinal produzido por LED ou por laser semicondutor. -O meio de transmissão (fibra) l O detetor fotodetectores, transforma sinais ótico em sinais elétrico, photodiodos (tempo de resposta em torno de 1 s 1Gbps

16 Meios de Transmissão §Princípio de funcionamento §Tipos de fibras: -Multimodo: Possui vários modos, devido ao fenômeno de espalhamento do sinal. -Monomodo: devido a possuírem diâmetros de apenas alguns comprimentos de ondas, elas funcionam como guias de onda. - Fibras monomodos são mais precisas que Fibras multimodos. l Fibras monomodos são mais caras que Fibras multimodos.

17 l Comparação entre Fibra e Cabo Metálico: Banda de Transmissão; -Atenuação utilização de repetidores -Fibra: 30Km -Cabo Metálico: 5Km -Isolamento de ruídos; -Corrosão química, devido ao ar; -Peso; -Robustez; -Característica de instalação; -Comunicação unidirecional X bidirecional; -Sistema de interface dos sinais e l Benefícios de curto prazo e de longo prazo

18 Meios de Transmissão - Transmissão Sem Fio (Wireless) -Como interligar usuários móveis? -Resp.: Wireless l Wireless e Fibra Ótica serão o futuro!! §Wireless X Fibra Ótica l Instalação geografia l Banda de transmissão

19 Meios de Transmissão -Transmissão via Rádio - Seguindo a curvatura da terra - Utilizando a ionoesfera - Transmissão em Microondas - Comunicação por visada direta - Antenas Parabólicas e - Repetidores distantes até 50Km. - Absorção da água em aproximadamente 8GHz - Largamente utilizada em comunicação de longa distância: telefonia celular e distribuição de TV.

20 Meios de Transmissão §Transmissão Infravermelho e Ondas Milimétricas l Comunicação de curta distância: controle remoto §Transmissão de Luz - Sinalização por luz §Laser: tempo bom e distância curta ( 500m).

21 Meios de Transmissão §Comunicação por satélites -Altas taxa de transmissão; -Atraso de transmissão; -Sistema broadcast; -Transmissão FDM e -Custo- benefício: -Geografia -Tipo de transmissão móvel, broadcast, etc. -Custo de instalação e manutenção. §Satélites de baixa orbitas (LEO)

22 Meios de Transmissão

23 Comunicação Local Assíncrona -Há apenas dois componentes: DTE e DCE. l DTE (Data Terminal Equipament): equipamento do usuário conectado à rede computador. l DCE (Data Circuit-terminating Equipament) – equipamento que interconecta o DTE com a rede modem l O padrão de interface X.21 (ITU), muito parecido com a RS-232, é o mais utilizado na interconexão de DTE com DCE em rede públicas de longa distância.

24 C - controle R - recepção I - indicação S - sinal B – byte timing Ga – retorno comum do DTE G - terra R - recepção T - transporte DTE DCE

25 Comunicação Local Assíncrona §Padrão RS-232 l Start bit (zero lógico) l Stop bit (1 lógico)

26 Comunicação Local Assíncrona §Comunicação Assíncrona Full Duplex

27 Limitações do Hardware Real §A amostragem não pode ser instantânea. l Devido às distorções no sinal. Função da distância e da freqüência.

28 Comunicação de Longa Distância §Portadoras l Sinais Senoidais l Menor atenuação do que pulsos retangulares. §Modulação l Em amplitude l Em freqüência l Em Fase

29

30 Modem- MOdulação e DEModulação

31


Carregar ppt "Capítulo 2: Introdução às Redes de Computadores – Camada Física Redes para Automação Industrial Luiz Affonso Henderson Guedes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google