A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Audiência Pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural destinada a discutir os elevados custos de produção agrícola.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Audiência Pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural destinada a discutir os elevados custos de produção agrícola."— Transcrição da apresentação:

1 Audiência Pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural destinada a discutir os elevados custos de produção agrícola e os seus baixos preços Macel Felix Caixeta Vice-Presidente da CNA, presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA e presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG) Brasília-15 de setembro 2004

2 Temas abordados 1. Aumento dos preços dos insumos 2. Queda dos preços dos produtos agrícolas 3. Relação de troca desfavorável 4. Implicações para o plantio 5. Atrasos nas liberações dos financiamentos 6. Recomendações

3 1 – Aumento dos Preços dos Insumos 1. As maiores elevações de preços dos insumos foram dos fertilizantes nos últimos 12 meses. (Gráfico 1) 1. Os fertilizantes nitrogenados foram os que tiveram maiores elevações de preços; 2. O KCl aumentou 58% 3. O MAP 48% 4. A uréia aumentou 27%

4 Fonte: FAEG; Variação de preços em 2004, de janeiro a agosto.

5 4 – Aumento dos preços dos Fungicidas 1. Os preços dos fungicidas utilizados na soja aumentaram, em média, 12% nos últimos 12 meses, conforme Gráfico 3; 2. Essa média mascara o que aconteceu com os fungicidas utilizados para combater a ferrugem asiática – A escassez dos fungicidas aumentou os preços no período de março a maio em 100%.

6

7 5 – Aumento dos Preços dos Inseticidas 1. Os inseticidas aumentaram de preços em até 34% nos últimos 12 meses, como foi o caso do dimilim, conforme Gráfico 4; 2. O thiodan CE e o arrivo 200 CE tiveram aumentos de preços de 17% e o tamaron BR de 12%.

8

9 6 – Evolução dos Preços Agrícolas ProdutosEstadosPreço Ago/03 Preço Ago/04 Variação % Arroz (50kg)RS34,1530,47-10,8% Arroz (60kg)MT36,6332,13-12,3% Algodão (15kg)MT17,2517,00-1,5% Algodão (15kg)GO17,6018,12+2,9% Milho (60kg)GO13,7313,90+1,2% Milho (60kg)PR14,9516,85+12,7% Soja (60kg)RS34,1937,71+10,3% Soja (60kg)GO32,0232,28+0,8% Soja (60 kg)MT30,5631,36+2,6% Fonte: Conab. Elaboração: CNA/Decon.

10 6 – Relação de troca desfavorável 1. Os preços dos produtos agrícolas não tiveram os mesmos aumentos que os insumos – resultados: relação de troca desfavorável para a agricultura; 2. O produtor necessita vender mais produtos para adquirir a mesma quantidade de adubos e tratores, conforme gráficos 5 e 6.

11

12

13

14 7 – Implicações no plantio 1. Os limites de financiamentos com juros controlados do crédito rural permaneceu inalterado. Soja em 200 mil e o milho em 400 mil. Com o aumento o preço do fertilizantes se reduz a quantidade de hectare a ser adubada. 2. Em 2003, o formulado plus para a soja custava R$ 610,00/t e permitiu adubar uma área de 328 hectares. Em 2004, o preço aumentou para R$ 780,00/t, reduzindo a área adubada para 256 hectares (redução de 22% na área); 3. No caso do milho, o formulado plus custava 2003 R$ 730,00/t, permitiu adubar uma área de 548 hectares. Em 2004, o preço aumentou para R$ 890,00/t, reduzindo a área adubada para 449 hectares (redução de área de 18%).

15 8 – Problemas no Crédito 1. Atrasos nas liberações dos financiamentos 2. Muitos produtores não estão recebendo o limite de recursos controlados do crédito rural, tendo que complementar a necessidade de crédito a taxas de juros livres; 3. O Moderfrota teve aumento de encargos financeiros (flat do BNDES de 3% e no BB Agro cobra-se mais 4%); 4. Produtores ainda não receberam financiamento protocolados em junho para o Moderagro

16 9 - Recomendações 1. Isentar de tributação as máquinas e implementos agrícolas – Não tem racionalidade econômica tributar bens de capital; 2. Reduzir encargos financeiros do Moderfrota = Proposta do setor é de 8,75% ao ano; 3. Aumentar o limite de financiamento e o volume de crédito a juros controlados do crédito rural; 4. Permitir a importação direta pelos produtores dos agroquímicos do Mercosul.


Carregar ppt "Audiência Pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural destinada a discutir os elevados custos de produção agrícola."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google