A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.anovademocracia.com.br www.brasilescola.com A corrida imperialista contribuiu para acirrar os ânimos entre os países da Europa. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.anovademocracia.com.br www.brasilescola.com A corrida imperialista contribuiu para acirrar os ânimos entre os países da Europa. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL."— Transcrição da apresentação:

1 A corrida imperialista contribuiu para acirrar os ânimos entre os países da Europa. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 )

2 wordpress.com/2008/01/mapa-e... Este mapa satírico francês mostra a Europa em 1870, o ano em que a Guerra Franco-Prussiana iria levar a um Império Alemão unido e uma França humilhada. Territórios perdidos pela França para a Alemanha na Guerra Franco- Prussiana de 1870 clan-lords.blogspot.com A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL (1914 – 1918)

3 Os gráficos mostram como os interesses capitalistas foram decisivos para a disputa de mercados entre duas potências industriais: a Alemanha (emergente) e a Inglaterra (tradicional). A guerra seria então o método econômico do imperialismo.

4 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte: Conflitos ocorridos na Europa antes da Primeira Guerra

5 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Mapa da Europa até 1913

6 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) A política de alianças: países que formavam a Tríplice Entente e a Tríplice Aliança.

7 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Mapa da Europa às vésperas da Primeira Guerra Fonte:

8 Primeira Guerra Mundial ( ) Causas: Partilha da África e Ásia (insatisfação da Itália e Alemanha que ficaram com territórios pequenos e desvalorizados) Concorrência econômica entre as potências européias e corrida armamentista durante a paz armada. Alemanha versus França: conquista de Alsácia e Lorena pela Alemanha rica em ferro e carvão. Alemanha versus Inglaterra: crescimento alemão assustava a Europa.

9 Países germânicos (liderados pela Alemanha): pangermanismo; Países eslavos (liderados pela Rússia): paneslavismo. Formação de blocos: tríplice entente (Inglaterra, França e Rússia); Tríplice Aliança (Alemanha, Áustria e Itália). Região balcânica: interessa também sua saída para o Mar Mediterrâneo.

10 Trabalhadores ingleses se dirigindo ao trabalho antes do conflito A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte: Jornal do século XX

11 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918) Início do conflito Assassinato do Arquiduque Francisco Ferdinando (herdeiro do trono austríaco) por um grupo nacionalista sérvio.

12 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918) Prisão do nacionalista sérvio após ter atirado em Francisco Ferdinando. Fonte: Jornal do século XX

13 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918) br.geocities.com/laskavvo Guerra de movimento (agosto/novembro de 1914): os alemães ocuparam quase toda a Bélgica e também o norte da França. Mas não conseguiram tomar Paris nem dominar a costa francesa no Canal da Mancha.

14 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918) Guerra de trincheiras (novembro de 1914/março de 1918): durante quase dois anos e meio, as linhas de combate estabilizaram-se e os exércitos adversários procuraram abrigar-se em um complexo sistema de trincheiras onde passaram praticamente a morar,convivendo com ratos, parasitas e ainda com a lama ou o pó, o frio ou o calor, conforme a estação do ano. Fonte: pt.wikipedia.org

15 Uma visão das trincheiras As trincheiras constituíam-se num emaranhado de sulcos sinuosos. Entre os dois exércitos ficava a "terra de ninguém", um caos de crateras, troncos de árvores calcinadas, rolos de arame farpado, lama e cadáveres. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 )

16 Rápido desencanto com a realidade da guerra (...) A explosão daquele instante, sacudiu nosso sistema nervoso, que não esperava por isso, e nos fez compreender que a luta que começava seria uma prova terrível. Escute meu tenente, parece que se defendem estes porcos!" Fonte: Diário do ten. Galtier-Boissière, na frente ocidental em 22 de agosto de Testemunho sobre a guerra A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 )

17 www. wikimedia.org Cenas da guerra A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 )

18 Armamentos utilizados na guerra Fonte: A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 )

19 Fonte: Tanque introduzido pelo exército britânico pela primeira vez em uma guerra.

20 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte: Ofensiva dos exércitos aliados em Argonne (última fase da guerra ) Em 1917 o conflito tomou um novo rumo: a Rússia saiu da guerra devido a revolução socialista e os EUA entraram no conflito.

21

22 O total do custo direto da guerra foi de milhões de dólares, o número de mortos chegou a mais de 8 milhões de pessoas e entre feridos e mutilados, o saldo de 20 milhões. A essa devastação material terrível deve-se acrescentar outra, a devastação moral, o tremendo choque produzido em todas as camadas sociais por quatro anos de violência, destruição e sofrimento de toda ordem. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte: Jornal do século XX

23 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte: Jornal do século XX

24 A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL ( 1914 – 1918 ) Fonte:

25 Novas Tecnologias de Guerra A participação das Mulheres como operárias na indústria de armamentos. Uso de aviões, submarinos e tanques de guerra. O Fim da Guerra 1917 : entrada dos EUA e derrota da Tríplice Aliança (Alemanha e Império Austro-Húngaro) O Tratado de Versalhes : imposições aos derrotados, Resultado da Guerra : 10 milhões de mortos / cidades destruídas / Campos arrasados

26

27 REVOLUÇÃO RUSSA CONCEITO GERAL: Movimento social ocorrido na Rússia em 1917 que levou ao poder pela 1ª vez na história a classe operaria implantando o socialismo de Karl Marx. Causas: Empobrecimento do povo russo notadamente no campo (80% agricultura). Fome, gravíssimas injustiças sociais (domingo sangrento – 1905) Atraso tecnológico e militar

28 Entrada da Rússia na 1ª guerra mundial e as sucessivas derrotas O fraco poder da Duma A criação dos soviets A divisão do movimento operário russo em mecheviques e bolcheviques. A Revolução de fevereiro de 1917 se mostrou ineficaz

29

30

31 Principais acontecimentos e características: Lênin defende em abril todo poder aos soviets e paz, terra e pão, Trotsky organiza o exercito vermelho, Os bolcheviques tomam o poder a 25 de outubro O comunismo de guerra bolcheviques X brancos A saída da Rússia da 1ª Guerra Mundial (Brest- Litovsky)

32 A NEP: doses de capitalismo no socialismo A morte de Lênin e o confronto Stalin X Trotsky Criação dos planos qüinqüenais Stalin o consolidador da URSS e traidor da causa socialista

33 Conseqüências: Fortalecimento dos movimentos operários em todo mundo inclusive no Brasil Criação de partidos comunistas em todo mundo inclusive no Brasil (1922) Implantação do socialismo na China e em outros países do mundo Criação por parte da burguesia da idéia do perigo vermelho em todo mundo Tentativa em varias partes do mundo da implantação de governos socialistas.

34 Revolução Russa X Revolução dos Bichos Animalismo = socialismo Velho Major – cria a teoria a partir da exploração aos animais. Após o golpe – trabalhavam por uma causa; Educação – o povo tem que conhecer conhecer é poder: para deixar de ser alienado

35 TV – manipulação Leite e maçã para os porcos – são a elite pensante; Fazendeiros se organizando – medo do socialismo chegar nos outros países; Invasão à fazenda – Guerra Civil; Debate: Napoleão X Bola de Neve Napoleão manipula a informação para tratar Bola de Neve como traidor Não há mais reuniões, apenas um comitê decidirá.

36 As palavras do Velho Major não faziam mais sentido. Os porcos passam a se comportar como pessoas. Os animais passam fome; A figura de Napoleão é exaltada com estátuas; Por que mudar a música da revolução?

37

38 Período entre-guerras saldo (para a Europa) da Primeira Guerra Mundial: prejuízos, destruição, desemprego, crise; saldo para os EUA: crescimento econômico, American Way of Life; A quebra da Bolsa de Valores de Nova York (1929) afeta o mundo; Plano New Deal (Roosevelt) – fim da crise: investimento em obras públicas, empregos, controle da produção

39 Surgimento do Fascismo e do Nazismo Nazismo (Alemanha): líder Adolf Hitler Fascismo (Itália): líder Mussolini Princípios: -Totalitarismo - Nacionalismo - Militarismo - Culto ao líder - Propaganda - anticomunismo - antiliberalismo

40

41

42 Fascismo na Itália Itália: não recebeu territórios após a Primeira Guerra Mundial crise: camponeses e operários – simpáticos ao comunismo soviético. Elite: medo do comunismo e apoio ao regime autoritário. Mussolini (Duce): prendeu e matou opositores, censura a imprensa e tirou a Itália da crise.

43 Em 1933, Adolf Hitler assumiu o título de Führer e anunciou ao mundo a fundação do III Reich (Terceiro Império) alemão. Começava uma longa série de crimes que a humanidade não pode esquecer. Sobre esse fato, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).

44 01. A ideologia nazista pregava o mito da superioridade da raça ariana, encarnada pelo povo alemão. A necessidade de preservação da "raça pura " justificou a perseguição e eliminação dos judeus. 02 A ascensão do nazismo pode ser explicada, entre outros fatores, pela incapacidade do governo em solucionar o colapso da economia alemã, provocado pela crise mundial de As leis raciais na Alemanha limitavam a liberdade e proibiam os judeus de exercerem atividades comerciais e industriais.

45 08.As idéias nazistas tiveram amplo apoio dos nacionalistas e comunistas. Viam-na, os primeiros, na esperança de impedir a influência estrangeira; os segundos, uma forma de combater a burguesia. 16.Durante a Segunda Guerra Mundial, as autoridades nazistas passaram a executar a "solução final", isto é, o extermínio total dos judeus. 32.Ao término da Segunda Guerra Mundial, um número significativo de nazistas refugiou-se em países da América do Sul.

46 O sociólogo alemão Robert Kurz escreveu um artigo intitulado A síndrome neofascista da Fortaleza Europa, no qual, entre outras afirmações, destacam-se as seguintes:

47 Claro que a história não se repete. Mas o reprimido sempre volta em nova roupagem, enquanto não é elevado à consciência e superado junto com suas condições. Europa, a mãe da modernidade capitalista, também deu à luz o fascismo e, com a versão alemã do nacional-socialismo, inaugurou o crime contra a humanidade. [...]. O pesadelo vivido pela Europa entre 1933 e 1945 parecia não deixar outra alternativa: fascismo nunca mais! No entanto, como os fundamentos sociais desse pesadelo permaneceram totalmente inalterados, as próprias raízes do terror fascista não foram postas de lado. Na efêmera época do milagre econômico após a Segunda Guerra Mundial, os demônios desapareceram nos subterrâneos, mas com a crise sócio- econômica da terceira revolução industrial eles voltaram à tona.

48 Desde os anos 80, o novo desemprego estrutural de massas é acompanhado pela ascensão de ideologias neofascistas e sentimentos racistas. O potencial intimidativo com que se enriqueceram as sociedade européias na crise estrutural ao fim do século 20 se descarrega em sucessivas ondas de radicalismo de direita amplamente difundido, que ainda não assumiu contornos nítidos. FOLHA DE SÃO PAULO. Mais! 14 de maio de 2000, p. 14.

49 01. O Fascismo na Alemanha, denominado nacional-socialismo, foi responsabilizado por crimes contra a humanidade. 02. As crises sócio-econômicas européias das últimas décadas reacenderam ideologias neofascistas e sentimentos racistas. 04. As atrocidades cometidas pelos nazistas, durante a II Guerra Mundial, sepultaram definitivamente as atitudes fascistas na Europa. 08. Há concordância entre os historiadores e sociólogos que o holocausto judeu, promovido durante a II Guerra, foi fruto da imaginação de indivíduos fanáticos que tiveram seus direitos temporariamente limitados. 16. Segundo o texto, a história está se repetindo, pois ressurgem na Alemanha, França e Inglaterra, entre outros países, os ideais fascistas e o racismo.

50 Causas da Segunda Guerra Mundial Projetos militares: Alemanha, Itália e Japão (Eixo) com intenções expansionistas Desrespeito ao Tratado de Versalhes por parte da Alemanha (produção de armamentos, aumento do exército) 1939: Alemanha invade a Polônia: Inglaterra e França declaram guerra à Alemanha

51 Segunda Guerra Mundial ( ) -EIXO (Alemanha, Itália e Japão) x ALIADOS (Inglaterra, URSS, França e EUA) -Eixo liderado por Hitler -Hitler persegue, prende em campos de concentração e ordena o assassinato de aproximadamente 5 milhões de judeus (Holocausto). -Brasil entra na guerra ao lado dos Aliados: FEB ( força expedicionária Brasileira) envia os pracinhas para lutar em Monte Cassino na Itália (vitórias brasileiras)

52

53

54

55 Desenrolar dos conflitos -Ofensiva japonesa: ataque a Pearl Harbor em 1941 e entrada dos EUA na guerra a 1945: reação dos Aliados -O Dia D: ataque dos aliados na Normandia -1945: Alemanha assina a rendição e suicídio de Hitler -1945: EUA jogam bombas Atômicas no Japão (Hiroshima e Nagasaki)


Carregar ppt "Www.anovademocracia.com.br www.brasilescola.com A corrida imperialista contribuiu para acirrar os ânimos entre os países da Europa. A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google