A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO Aula de Revisão. Análise de Crédito Permite acesso dos consumidores a bens de consumo, duráveis e imóveis Permite acesso dos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO Aula de Revisão. Análise de Crédito Permite acesso dos consumidores a bens de consumo, duráveis e imóveis Permite acesso dos."— Transcrição da apresentação:

1 ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO Aula de Revisão

2 Análise de Crédito Permite acesso dos consumidores a bens de consumo, duráveis e imóveis Permite acesso dos consumidores a bens de consumo, duráveis e imóveis Permite as empresas o acesso a crédito de capital de giro e investimento Permite as empresas o acesso a crédito de capital de giro e investimento

3 OBJETIIVOS DA ANÁLISE DE CRÉDITO EVIDENCIAR CAPACIDADE REPAGAMENTO DO TOMADOR EVIDENCIAR CAPACIDADE REPAGAMENTO DO TOMADOR RECOMENDAR A MELHOR ESTRUTURAÇÃO E TIPO DE EMPRÉSTIMO A CONCEDER RECOMENDAR A MELHOR ESTRUTURAÇÃO E TIPO DE EMPRÉSTIMO A CONCEDER

4 Os 5 Cs Objetos de Análise Caráter – valores morais e éticos Caráter – valores morais e éticos Condições – fatores macroeconômicos Condições – fatores macroeconômicos Capital – comprometimento das fontes do tomador com dívidas a prazo Capital – comprometimento das fontes do tomador com dívidas a prazo Capacidade – competência do tomador Capacidade – competência do tomador Colateral – garantia para o crédito Colateral – garantia para o crédito

5 Proposta de Crédito Consiste no documento básico que levará o perfil do cliente ao conhecimento do comitê de crédito da empresa. Consiste no documento básico que levará o perfil do cliente ao conhecimento do comitê de crédito da empresa. Apresentar de forma sucinta e eficiente, uma fotografia do pretenso tomador. Apresentar de forma sucinta e eficiente, uma fotografia do pretenso tomador.

6 Fontes de Informação Pessoa Jurídica: Serasa, balanços contábeis, referências comerciais e bancárias, visita. Pessoa Jurídica: Serasa, balanços contábeis, referências comerciais e bancárias, visita. Física: RG, CPF, CTPS, Compr. Renda, compr. Residência, referências Física: RG, CPF, CTPS, Compr. Renda, compr. Residência, referências

7 Indicadores Liquidez – capacidade de solvência Liquidez – capacidade de solvência Margem – eficiência operacional Margem – eficiência operacional Endividamento – com terceiros Endividamento – com terceiros Ciclo Operacional – prazos de pagamento Ciclo Operacional – prazos de pagamento Fluxo de Caixa Fluxo de Caixa

8 AtivoR$PassivoR$ Circulante50.000Circulante35.000 Estoques12.000 Não Circulante 50.000 50.000PL15.000 Total100.000Total100.000 Balanço

9 Liquidez LG = Ativo Total / Passivo Total – PL LG = Ativo Total / Passivo Total – PL LG = 100.000 / (100.000 – 15.000) LG = 100.000 / (100.000 – 15.000) LG = 1,18 LG = 1,18 LC = Ativo Circulante / Passivo Circulante LC = Ativo Circulante / Passivo Circulante LC = 50.000 / 55.000 LC = 50.000 / 55.000 LC = 1,43 LC = 1,43 LS = (Ativo Circulante – estoques) / P Circulante LS = (Ativo Circulante – estoques) / P Circulante LS = (50.000 – 12.000) / 35.000 LS = (50.000 – 12.000) / 35.000 LS = 1,09 LS = 1,09

10 Indicadores de Margem Receita Bruta 100.000 100.000 (-) Deduções e Impostos (15.000) (=) Receita Líquida 85.000 85.000 (-) Custos (40.000) (=) Lucro Bruto 45.000 45.000 (-) Despesas Operacionais (15.000) (=) Lucro Operacional 30.000 30.000 (-) Despesas Não Operac (100.000) (=) Lucro Líquido 20.000 20.000

11 MB = lucro bruto / receita operac líquida x 100 MB = lucro bruto / receita operac líquida x 100 MB = (45.000 / 85.000) x 100 MB = (45.000 / 85.000) x 100 MB = 52,94% MB = 52,94% MO = lucro operac / receita operac líquida x100 MO = lucro operac / receita operac líquida x100 MO = (30.000 / 85.000) x 100 MO = (30.000 / 85.000) x 100 MO = 35,29% MO = 35,29% ML = lucro liquido / receita operac líquida x 100 ML = lucro liquido / receita operac líquida x 100 ML = (20.000 / 85.000) x 100 ML = (20.000 / 85.000) x 100 MB = 23,53% MB = 23,53% Margem Bruta Margem Operacional Margem Líquida

12 Indicadores de Endividamento AtivoR$PassivoR$ Circulante50.000Circulante35.000 Caixa/Bancos5.000 Financiamentos CP 15.000 Não Circulante 50.000 50.000 Aplicações5.000 Financiamentos LP 35.000 Patrimônio Líquido 15.000 Total100.000Total100.000

13 EG = (Financ CP + Financ LP) / Passivo X 100 EG = (Financ CP + Financ LP) / Passivo X 100 EG = [(15.000 + 35.000) / 100.000] X 100 EG = [(15.000 + 35.000) / 100.000] X 100 EG = 50% EG = 50% ECP = (Financ CP / Passivo Circ ) X 100 ECP = (Financ CP / Passivo Circ ) X 100 ECP = (15.000 / 35.000) X 100 ECP = (15.000 / 35.000) X 100 ECP = 42,86% ECP = 42,86% EBL = [(Financ CP – Caixa – Bancos – Aplic) / Passivo Circulante] X 100 EBL = [(Financ CP – Caixa – Bancos – Aplic) / Passivo Circulante] X 100 EBL = [(15.000 - 5.000 – 5.000) / 35.000] X 100 EBL = [(15.000 - 5.000 – 5.000) / 35.000] X 100 EG = 14,29% EG = 14,29% Endividamento Geral Endividamento de Curto prazo Endividamento bancário Líquido

14 Indicadores Operacionais Todo o recurso necessário para o pagamento das atividades da empresa deve ser de origem estritamente OPERACIONAL. Todo o recurso necessário para o pagamento das atividades da empresa deve ser de origem estritamente OPERACIONAL. O pagamento da matéria prima tem de ocorrer depois do recebimento O pagamento da matéria prima tem de ocorrer depois do recebimento Quanto mais negativo, pior para a empresa Quanto mais negativo, pior para a empresa

15 Ciclo operacional Matéria Prima Processamento Vendas Recebimento Pagamento ao fornecedor

16 CO = PMPF – PMRV - PMRE Prazo médio de recebimento de Vendas: Prazo médio de recebimento de Vendas: PMRV = (Clientes *n) / Receita Operacional Líquida Prazo médio de renovação de estoques: Prazo médio de renovação de estoques: PMRE = (Estoques *n) / Custo de Produção Prazo médio de renovação de pagamento de fornecedores: Prazo médio de renovação de pagamento de fornecedores: PMPF = (Fornecedores *n) / Custo de Produção

17 AtivoR$PassivoR$ Circulante50.000Circulante 35.00 0 Caixa/Ban cos 5.000 Financiam entos CP 15.00 0 ClientesEstoque28.00012.000 Forneced ores 20.00 0 Aplicações5.000 Não Circulante 50.00 0 Financiam entos LP 15.00 0 Não Circulante 50.000 Patrimôni o Líquido 15.00 0 Total100.000Total 100.0 00 Receita Bruta 100.000 100.000 (-) Deduções e Impostos (15.000) (=) Receita Líquida 85.000 85.000 (-) Custos (40.000) (=) Lucro Bruto 45.000 45.000 (-) Despesas Operacionais (15.000) (=) Lucro Operacional 30.000 30.000 (-) Despesas Não Operac (100.000) (=) Lucro Líquido 20.000 20.000

18 Co= 180 – 119 – 108 = - 47 PMRV = (Clientes *n) / Receita Op Líquida PMRV = (Clientes *n) / Receita Op Líquida PMRV = 28.000 *360 / 85.000 = 119 dias PMRE = (Estoques *n) / Custos de Produção PMRE = (Estoques *n) / Custos de Produção PMRE = 12.000 *360 / 40.000 = 108 dias PMPF = (Fornecedores *n) / Custos produção PMPF = (Fornecedores *n) / Custos produção PMPF = 20.000 *360 / 40.000 = 180 dias

19 Muito Obrigado! Boa Prova. Leonardo Augustin Baseado nos materiais do Prof. Chrystian Rodrigues


Carregar ppt "ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO Aula de Revisão. Análise de Crédito Permite acesso dos consumidores a bens de consumo, duráveis e imóveis Permite acesso dos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google