A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. Trabalho de modulo do centro de educação integrado para obtenção de nota. professora: Cláudia Valéria Paredes. 2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. Trabalho de modulo do centro de educação integrado para obtenção de nota. professora: Cláudia Valéria Paredes. 2."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 Trabalho de modulo do centro de educação integrado para obtenção de nota. professora: Cláudia Valéria Paredes. 2

3 Este trabalho está baseado em uma pesquisa feita no local de estágio sobre o exame mais realizado entre crânio e seios da face, aonde será apresentado por um gráfico como comparativo e suas principais patologias: de crânio (Traumatismo Craniano) e seios da face (Sinusite). Pesquisamos na internet e vamos apresentar a definição, os sintomas e o tratamento para cada uma delas 3

4 O trabalho foi realizado com base em pesquisas na internet e pesquisas nos exames realizados no local do estagio 4

5 Traumatismo Craniano Sintomas do Traumatismo Craniano Tratamento para Traumatismo Craniano Diagnóstico Exames radiológicos usados para diagnóstico de traumatismo craniano: Anexos Gráfico Seios da face PRINCIPAIS SINTOMAS Que tipos de sinusite existem DIAGNÓSTICO SINUSITE CRÔNICA e SINUSITE Fúngica RECOMENDAÇÕES Anexos bibliografia 5

6 O traumatismo craniano é um tipo de contusão ou ainda lesão na cabeça, pode ocorrer imediatamente ou se desenvolver no decorrer de varias horas, podendo ainda constituir-se no traumatismo cranioencefalico. 6

7 As causas mais comuns das lesões na cabeça incluem os acidentes de trânsito, acidentes de trabalho, quedas, violência física, acidentes em casa, atropelamento e durante a pratica desportiva como por exemplo nas partidas de futebol 7

8 Perda da conciência/desmaio; Dor de cabeça; Sangramento na cabeça; Diminuição da força muscular; Sonolência; Dificuldade de fala; Alterações na visão e na audição; Perda da memória; Coma. 8

9 O tratamento varia de acordo com a gravidade do caso. Casos leves devem permanecer sob observação hospitalar por até 24 horas. 9

10 Todas as lesões cranianas devem ser avaliadas, de imediato, por um médico em contexto de serviço de urgência 10

11 A.P. de cranio: paciente em decúbito dorsal ou ortostase, raio central perpendicular incidindo na glabela, distância foco filme um metro, filme 24x30 na longitudinal, respiração em apnéia. P.A. de cranio: paciente em decúbito ventral ou ortostase, raio central perpendicular incidindo no topo da cabeça e saindo na glabela, distância foco filme um metro, filme 24x30 na longitudinal, respiração em apnéia. Perfil de cranio: paciente em decúbito ventral ou ortostase posição de nadador, raio central entre o Mae e o esfenóde, distância foco filme um metro, filme 24x30 na transversal, respiração em apnéia. 11

12 12

13 13

14 De acordo com a pesquisa realizada no local de estagio: raio-x bairro alto com permissão do técnico responsável no período de: à Foram realizados 90 exames de face e 30 de crânio. 14

15 Sinusite: Sinusite é a inflamação da mucosa que reveste os seios da face. É uma doença que ocorre com frequência e pode ser classificada em aguda, quando rapidamente provoca sintomas, ou crônica, quando as crises vão e voltam. Muita gente tem sinusite sem saber, porque desconhece seus múltiplos e diferentes sintomas. Na verdade, a sinusite nem sempre provoca a clássica dor de cabeça. É comum vir acompanhada por tosse intensa, por exemplo. Quase sempre a sinusite se aparece depois de um resfriado. Se os indivíduos resfriados fossem submetidos a uma tomografia computadorizada, 90% apresentariam alterações nos seios da face, mas apenas 10% evoluiria para sinusite. 15

16 Quais os sintomas mais frequentes da sinusite além da dor de cabeça que pode não se manifestar em todos os casos da doença? A dor de cabeça surge na sinusite aguda. Em geral, o indivíduo apresenta além da dor na área do seio comprometido, obstrução nasal com presença de catarro purulento e sanguinolento, que incomoda bastante ao respirar, mal-estar e febre. 16

17 É uma dor aguda, por vezes lancinante, porque a secreção fica retida num dos seios da face ou em todos eles 17

18 De acordo com a região dos seios em que se manifesta, pode-se classificar a sinusite em maxilar (maçãs do rosto), etmoidal (entre o globo ocular e o nariz), frontal (testa) e esfenoidal. A sinusite esfeinodal provoca dor na lateral ou no vértice da cabeça ou, às vezes, na altura do dente canino. Há pouco, uma senhora que se queixava de dor no dente canino, me procurou depois de consultar vários dentistas e tentar diversos tratamentos. Tudo em vão, porque se tratava de um caso típico de sinusite esfeinodal com comprometimento do seio esfeinodal direito, patologia que exige cuidados específicos 18

19 O diagnóstico é sempre diferencial. Parte- se da história clínica do paciente. Na fase aguda, o indivíduo costuma dizer que tudo começou com um resfriado. Esse é um dado importante: geralmente um resfriado precede a sinusite. Para se ter uma ideia, o termo correto deveria ser rinossinusite, porque existe sempre uma rinite (inflamação das mucosas nasais) associada à sinusite (inflamação dos seios da face). 19

20 Como distinguir os casos de sinusite crônica? A sinusite pode ser crônica. Nesse caso, os sintomas são permanentes. A pessoa tem obstrução nasal, catarro amarelo-esverdeado e sanguinolento e dificuldade para eliminar secreção. A dor de cabeça só aparece nos processos sub-agudos. Pode, também, ser crônica recorrente, isto é, quando em média ocorrem quatro crises anuais, com intervalos nos quais a doença não se manifesta. Existe, ainda, a sinusite crônica complicada com comprometimento orbitário e intracraniano. 20

21 AR CONDICIONADO E DISSEMINAÇÃO DE FUNGOS Qual a influência do ar condicionado nos casos de sinusite? Atualmente, aumentou a exigência para limpeza dos sistemas de ar condicionado para evitar a disseminação de fungos e bactérias nos ambientes em que estão instalados. O interessante é que, mesmo nos países mais civilizados do mundo, o acelerado crescimento de casos de rinite alérgica não encontra explicação satisfatória. Buscam-se respostas na predisposição individual para a doença, no sistema nervoso neurovegetativo (tese defendida pelos alemães) e nos efeitos do ar condicionado sobre o organismo. 21

22 22

23 23

24 24

25 Pesquisa no local de estagio : raio x bairro alto Livro: bontrager Sites da internet 25

26 26


Carregar ppt "1. Trabalho de modulo do centro de educação integrado para obtenção de nota. professora: Cláudia Valéria Paredes. 2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google