A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métodos de entrada e defesa do Organismo Contato direto ou contágio Pode ocorrer ao tocar em um corpo ou objeto infectado a entrada ocorre pela pele, através.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métodos de entrada e defesa do Organismo Contato direto ou contágio Pode ocorrer ao tocar em um corpo ou objeto infectado a entrada ocorre pela pele, através."— Transcrição da apresentação:

1 Métodos de entrada e defesa do Organismo Contato direto ou contágio Pode ocorrer ao tocar em um corpo ou objeto infectado a entrada ocorre pela pele, através dos poros.

2 Inalação Os organismos são respirados e ganham acesso aos tecidos através do trato respiratório. Ingestão Os organismos podem ser deglutidos com a comida e atingir os tecidos através do trato digestório.

3 Transmissão sexual Os organismos podem ser transmitidos em uma relação sexual quando um dos parceiros estiver infectado. Transfusão de sangue Esse método de entrada é um perigo particular no caso dos hemofílicos, muitos dos quais foram infectados por transfusão de sangue.

4 A principal defesa do corpo está no sistema retículo-endotélio, nos leucócitos do sangue, áreas de tecidos linfático, glândulas linfáticas e trato digestório. Alguns dos linfócitos, ou neutrófilos e monócitos são fagocíticos e, assim, ingerem as células mortas e as bactérias.

5 Tratamento Antibióticos Podem ser usados para tratar algumas infecções. O antibiótico mais famoso, que foi usado clinicamente pela primeira vez em 1940, é a penicilina. Vacinas Colocação do vírus atenuado, ele estimula a produção de anticorpos e estes protegem a pessoa.

6 Imunização É o método passivo de proteger o corpo. É injetado no paciente como um soro que contém os anticorpos necessários para protegê-la contra uma infecção particular.

7 Inflamação É a relação que ocorre nos tecidos do corpo como resultado de um trauma ou substância irritante. O processo inflamatório é definitivo e é uma tentativa de remover o elemento irritante, os detritos e as células mortas. Ela também prepara o caminho para o reparo.

8 Características clínicas Dor Depende do número de terminações nervosas dolorosas no tecido afetado. Vermelhidão Se a reação inflamatória está perto da superfície. Hiperemia

9 Calor A hiperemia ativa causa uma elevação local da temperatura Tumefação A exsudação aumentada causa tumefação que é aparente nas reações superficiais.

10 Perda da função Vários fatores podem afetar a função. Cicatrização de uma ferida A cicatrização depende de haver um corte limpo e pouca perda tecidual ou se há um grau maior de destruição tecidual. ( primária ou secundária).

11 União primária Ocorrem os seguintes eventos: Coagulação sangüínea Preenche o espaço e atua como uma cobertura protetora

12 Reação inflamatória É suave e ocorre durante as primeiras 24 horas. Ponte epitelial O epitélio escamoso cresce através do espaço e a seguir camadas de hipertrofia cutânea.

13 Derme e tecido subcutânea Existe a formação de tecido de granulação. Tecido fibroso Forma-se para unir as bordas cortadas de uma ferida. A pele normal é formada após cerca de 14 dias e continua a se desenvolver.

14 União secundária O padrão básico de cicatrização é similar ao da união primária, exceto que há perda tecidual e um espaço maior a ser preenchido. Fatores que afetam a cicatrização Suprimento sangüíneo, infecção, irritação, tipo de tecido.

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27


Carregar ppt "Métodos de entrada e defesa do Organismo Contato direto ou contágio Pode ocorrer ao tocar em um corpo ou objeto infectado a entrada ocorre pela pele, através."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google