A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A ALEGRIA DE SERMOS UM (v. 1-2) A alegria se torna um dos ingredientes de qualquer vida em comunidade, seja onde for, quando todos trabalham pela a unidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A ALEGRIA DE SERMOS UM (v. 1-2) A alegria se torna um dos ingredientes de qualquer vida em comunidade, seja onde for, quando todos trabalham pela a unidade."— Transcrição da apresentação:

1

2 A ALEGRIA DE SERMOS UM (v. 1-2) A alegria se torna um dos ingredientes de qualquer vida em comunidade, seja onde for, quando todos trabalham pela a unidade da mesma.

3 A unidade da igreja é fruto de: Comunhão com Cristo – paraklesis. Chamado para o lado. Viver em unidade é aceitar o chamado de Cristo para o seu Reino. Incentivo do amor – paramuthion. Consolo ou encorajamento. A experiência real com Jesus Cristo torna o amor a principal fonte motivadora da unidade na igreja. Comunhão com o Espírito – É por meio da comunhão com o Espírito Santo e com o seu poder regenerador que temos nossa natureza transformada, o que possibilita a unidade de propósito na comunidade, por meio do discernimento do governo de Deus sobre a igreja. Afeto e compaixão – De ações que denotam bondade, simpatia, cordialidade, sentimentos que tornam os relacionamentos prazerosos.

4 BARREIRAS PARA A UNIDADE Diversas situações podem se opor ao desenvolvimento da unidade na igreja de Cristo, tornando um ambiente de desconforto e sem alegria. Auto-afirmação - Ambição egoísta, contendas ou partidarismo – v.3. eritheia. Toda e qualquer ação voltada somente para si mesmo. Autoconfiança – v.3. Vanglória. É uma opinião de si mesmo, que neste sentido produz um julgamento errado, colocando-se superior aos demais.

5 Egocentrismo – v.4. Sentimento em que as relações se tornam voltadas exclusivamente para si mesmo. Murmuração – v.14. A murmuração alimenta a amargura, que destrói relacionamentos tornando a unidade enfraquecida, muitas vezes paralisando o trabalho.

6 A ALEGRIA DOS RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS Relacionamentos íntegros e verdadeiros promovem não somente a unidade da igreja como o bem estar do corpo de Cristo. A Humildade de Cristo – (v5-11). Paulo utiliza o exemplo de Jesus para demonstrar que a atitude de servo deveria ser o ponto centrar nas relações de cada cristão da igreja de Filipos.

7 A Sinceridade de Timóteo – (v.19-23). A sinceridade constrói relacionamentos sem máscaras, onde o maior interesse não são ideais e sim pessoas. A Cooperação de Epafrodito – (V ). Paulo destaca duas marcas importantes no caráter deste personagem. - Companheirismo – Estar ao lado em todos os momentos. - Zelo – Dedicação para levar auxílio. Primeira Igreja Batista de Itapetinga Ensinando para Transformar Vidas


Carregar ppt "A ALEGRIA DE SERMOS UM (v. 1-2) A alegria se torna um dos ingredientes de qualquer vida em comunidade, seja onde for, quando todos trabalham pela a unidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google