A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIII Congresso Mineiro de Nefrologia 22 a 25 de abril de 2009 Ouro Preto – MG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIII Congresso Mineiro de Nefrologia 22 a 25 de abril de 2009 Ouro Preto – MG."— Transcrição da apresentação:

1 VIII Congresso Mineiro de Nefrologia 22 a 25 de abril de 2009 Ouro Preto – MG

2 M.V.S. Sexo feminino 34 anos Contadora História de 1 episódio de nefrolitíase Nega hipertensão, diabetes ou alteração da função renal Cirurgia recente para Tumor de Ovário Quimioterapia: Paclitaxel + Cisplatina (300 mg)

3 Início recente de quimioterapia Náuseas Vômitos Edema de membros inferiores História de Leucopenia Em uso de: Furosemida Granuloquine

4 Internou-se em 05/01, apresentando vômitos incoercíveis, com quadro de desidratação e poliúria. Iniciou com hidratação venosa vigorosa e plasil + dramin + zofran de horário com melhora parcial do quadro. 06/01 – Solicitado acompanhamento nefrológico

5 Hidratada, corada, anictérica PA: 120x 80 mm Hg Ausência de edema periférico Ausculta cardíaca e pulmonar inalteradas Abdome indolor, sem massas ou sopros

6 Hb: 12,4 g/dL Ht: 36,7 % Leucócitos: 45200/mmc Bastões:15% Plaquetas: /mmc Creatinina: 2,7 mg/dL Uréia: 77 mg/dL K: 3,7 mEq/L Na: 127 mEq/L Glicose: 100 mg/dL

7 Urina: densidade 1020 Leucócitos: 6/c Proteína: + Hemácias: raras Flora moderada Gram de gota negativo

8 Aumento hidratação endovenosa Aumento dose dos antieméticos Suspensão da Furosemida

9 Melhora das náuseas, do apetite Bem hidratada Diurese aumentada: 4 litros ao dia Mantinha distúrbios hidroeletrolíticos mesmo com reposição EV rigorosa Proteinúria: 1608 mg/24h

10 Apresentou pico febril em 12 de fevereiro Colhidas culturas Iniciado Ceftriaxona Hemoculturas: Pseudomonas Aeruginosa em 2 amostras (15/02). Antibiótico trocado para Cefepime

11 mg/dL Dias do mês

12 ml/min Dias do mês

13 Evolução dos eletrólitos mg/dL mEq/L

14 Evolução do Hemograma Leucócitos/mmc Plaquetas/mmc gramas/dl

15 Paciente evoluiu com hipertensão (iniciado Captopril) Necessitou hemotransfusão pela anemia Aumentada dose do Captopril Evoluindo com edema periférico de +/4+

16 Ritmo: AESP Retorno a ritmo sinusal em 5 min Necessitou droga vasoativa por poucas horas No dia, anterior à PCR apresentava: Uréia: 28; Creatinina:1,4; Sódio:131; Potássio:3,4; Mg: 1,8; Hb:10,6; Hct:31%; Global: 8500(sd);

17 HD mg/dL

18 Evolução do Cl Cr calculado ml/min

19 Paciente no CTI Intubada Coma vigil CT crânio sem lesões US com discreto aumento da ecogenicidade do parênquima renal Hipertensa Mantida a reposição rigorosa de íons Evoluiu com anúria Iniciada diálise

20 Recuperação gradual do coma vigil Melhora gradual da diurese Melhora gradual da função renal e proteinúria Controle de Infecções: Pneumonia, ITU, CDL Controle da hipertensão Interrupção da hemodiálise (22/02 28/03)

21 Hemodiálise de 22/02 – 28/03 Melhora Gradual do quadro neurológico Melhora gradual da função renal Alta hospitalar (05/07) com suplemento de magnésio e cálcio Uréia: 95 mg/dL; Creatinina: 2,0 mg/dL; Albumina: 4,2g/dL; Leucócitos: 5.100/mmc (sd) Hb:10 g/dL; Plaquetas: /mmc; Sódio:145 mEq/L; Potássio:4,2; mEq/L Magnésio: 1,9 mg/dl; Cálcio Iônico:1,25 mmol/L

22

23

24 Dose única de 50 a 120 mg/m2 de superfície corporal a cada 3 a 4 semanas Nossa paciente 1,54 m2 de superfície corporal

25 Quimioterapia prescrita Paclitaxel Carboplatina 300 mg Oferecida: Paclitacel Cisplatina 300 mg

26 Agente alkilante, antineoplásico, usado para tumores sólidos primários e metastáticos principalmente: Testiculo, ovário, pequenas cel pulmonares, cabeça, pescoço, bexiga Maior toxicidade é renal pois sua concentração no córtex renal é 6 x a concentração em qualquer outro tecido

27 Dose única de 2 mg /kg são suficientes para causar ins. Renal em até 33% dos pacientes. Tem caráter bifásico: Lesão inicial no túbulo proximal 24 a 48h : poliúria e osmolalidade urinária ( reabsorção Na e água) pode ser bloqueada pela hormônio antidiurético e aspirina 72h a 96h: piora da poliúria com TFG e fluxo plasmático renal e resistência vascular renal

28 Hipomagnesemia por magnesiúria exagerada Hipocalemia, hiperfosfatúria e aminoacidúria

29 Pode causar queda permanente de TFG Tubulopatia persistente com hipomagnesemia e hipocalcemia

30 Predominam lesões tubulares Gotas hialinas em células epiteliais proximais, degeneração da membrana basal tubular, áreas focais de necrose em túbulos distais e cilindros podem ser encontrados Atipias celulares com núcleos gigantes de formações sinciciais em ductos coletores indicam ter ocorrido alterações na síntese de DNA Degeneração da membrana basal Áreas de necrose tubular

31 Antioxidantes como N. acetilcisteina, metilprednisolona Uso de doses menores Fracionar doses Fazer expansão volumétrica Induzir diurese 100ml/h antes e após Uso de salina hipertônica 12h antes e após Administração de furosemida e manitol pode tolerar doses maiores


Carregar ppt "VIII Congresso Mineiro de Nefrologia 22 a 25 de abril de 2009 Ouro Preto – MG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google