A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SOROTERAPIA ENDOVENOSA Divisão de Pediatria Hospital Universitário da USP Internos - 5 o ano (2009) Dr. Maki Hirose - Pediatria HU.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SOROTERAPIA ENDOVENOSA Divisão de Pediatria Hospital Universitário da USP Internos - 5 o ano (2009) Dr. Maki Hirose - Pediatria HU."— Transcrição da apresentação:

1 SOROTERAPIA ENDOVENOSA Divisão de Pediatria Hospital Universitário da USP Internos - 5 o ano (2009) Dr. Maki Hirose - Pediatria HU

2 Introdução : Recordando : –Desidratação por diarréia Perda de água e eletrólitos Alteração hemodinâmica Acidose metabólica e dist. hidroeletrolítico

3 Introdução : Recordando : –Desidratação por diarréia Perda de água e eletrólitos Alteração hemodinâmica Acidose metabólica –Manifestações clínicas

4 Introdução : Recordando : –Desidratação por diarréia Perda de água e eletrólitos Alteração hemodinâmica Acidose metabólica –Manifestações clínicas Sede, diurese e prostração REG/MEG, FC, FR e PA, pulso e tec Aterações: Pele, fontanela, olhos e mucosas

5 Introdução : Recordando: –Magnitude da Desidratação –Magnitude da Perda

6 Introdução : Recordando: –Magnitude da Desidratação Hidratado (<5%) Desidratado de algum grau (5-10 %) Desidratado grave (>10 %) –Magnitude da Perda

7 Introdução : Recordando: –Magnitude da Desidratação Hidratado (<5%) Desidratado de algum grau (5-10 %) Desidratado grave (>10 %) –Magnitude da Perda leve moderada grave

8 Introdução : Recordando: –Dístúrbio Hidroeletrolítico e Ácido-Básico: Hipernatremia, Isonatremia e Hiponatremia Hipocalemia K corpóreo Acidose metabólica K + H+H+ Célula Perda enteral

9 Introdução : Recordando: –Regra de três: Se um pedreiro consegue fazer uma parede de 2m 2 em 3 horas, quantas horas necessitará para construir uma parede de 10 m 2 2 m horas 10 m X horas X = (10 x 3) / 2 = 15 horas

10 Hidratação: TRO ou EV? Indicações de TRO: Indicações da via EV:

11 Hidratação: TRO ou EV? Indicações de TRO: – Pcte hidratado e desidratado de algum grau Indicações da via EV:

12 Hidratação: TRO ou EV? Indicações de TRO: – Pcte hidratado e desidratado de algum grau Indicações da via EV: –Desidratação grave –Dist. hidroeletrolítico e ácido-básico –Falha da TRO

13

14 Hidratação Endovenosa: Soro de Expansão Soro de Manutenção Soro de Reposição

15 Hidratação Endovenosa: Soro de Expansão Tira a criança do estado de desidratação Soro de Manutenção Garante H 2 O, glicose, Na e K para a homeostase Soro de Reposição Evitar nova desidratação repondo perdas

16 Hidratação Endovenosa: Soro de Expansão: –Objetivo: Tirar a criança do estado de desidratação –Parâmetros: Volume: 5 % do peso Velocidade: 50 ml/kg/hora Soro usado: ½ SG5% e ½ SF (*100% SF?) –Prescrição: pcte c/ 10 kg (5% = 500ml; 50 ml x10 = 500 ml) SF ml SG5% ml ( EV ) em 1 hora

17 Hidratação Endovenosa: Soro de Expansão: – Situações especiais : Choque hemodinâmico –Utilizar Soro Fisiológico (SF) –Parâmetros: Volume - 20 ml/kg Velocidade - aberto ou em 20 minutos Cardiopata e desnutrido grave – 20 ml/kg em 1 hora Hipernatremia – 20 ml/kg em 1 hora

18 Hidratação Endovenosa: Soro de Manutenção: –Objetivo: Garantir o mínimo de água, glicose, sódio e potássio para a homeostase de 24 horas. –Regra básica: Parâmetro: Kcalorias consumidas em 24 horas Para cada 100 kcal: –100 ml de volume - 8 g de glicose – 3 meq de Na + - 2,5 meq de K +

19 Hidratação Endovenosa: Soro de Manutenção: –Calculando kcal/24h com base no peso: kg: 100 kcal para cada aumento de 1 kg kg: 1000 kcal + 50 kcal / +1kg > 10 kg > 20 kg: 1500 kcal + 20 kcal/kg / +1kg > 20 kg –Exemplos: 8 kg: 100 x 8 = 800 kcal 14 kg: x ( ) = 1200 kcal 26 kg: x ( ) = 1620 kcal

20 Hidratação Endovenosa: Soro de Manutenção: Calculando os ingrediente do soro para as kcal/dia 8 kg: 800 kcal/dia Padrão para100 kcal: 100 ml volume, 8 g de glicose, 3 meq de Na + e 2,5 meq de K + Usando regra de trêspara 800 kcal: 800 ml de H 2 O 64 g de glicose 24 meq de Na + 20 meq de K +

21 Hidratação Endovenosa: Soro de Manutenção: –Prescrevendo: 800 ml de volume, 64g de glicose, 24 meq de Na + e 20 meq K + SG10%: 10g/100ml = 0,1g/ml ml SF: 150 meq/1000 ml = 0,15 meq/ml ml KCl 19,1%: 2,5 meq/ml - 8 ml Somando volume de SG10% e SF: 800ml

22 Hidratação Endovenosa: Soro de Manutenção: –Na prescrição: SG10% ml SF ml KCl 19,1% ml SG10% ml SF ml KCl 19,1% ml EV em 24 h EV em 12/12 h

23 Hidratação Endovenosa: Soro de Reposição: –Objetivo: Garantir por via endovenosa o volume de perda fecal do doente para evitar nova desidratação. –Regra básica: Perda leve e moderada : –Volume: 50 ml/kg/24horas (1/2 a 1/2: SG5% e SF) –Acrescentar: 1 ml/kg de KCl 19,1% Perda grave : –Volume: 100 ml/kg/24horas –Solução usada: 1/2 a 1/2: SF e SG5% ou 2/3 SF e 1/3 SG5%) –Acrescentar: 1 ml/kg de KCl 19,1%

24 Hidratação Endovenosa: Para o nosso paciente de 8 kg: Perda leve e moderada : –Volume: 50 ml/kg/24horas: 8 x 50 ml = 400 ml/24h (1/2 a 1/2) –Acrescentar: 1 ml/kg de KCl 19,1%: 8 x 1ml = 8 ml (KCl) Prescrevendo: SG5% ml SF ml EV 24 h KCl 19.1% ml Soro final: SG 5% ml (24 h) SG 10% ml SF ml (200ml SR ml SM) KCl 19,1% ml (8 ml SM + 8 ml SR) (*pode-se ofertar SG10% 840 ml )

25 Hidratação Endovenosa: Para o nosso paciente de 8 kg: Prescrição final: SG 10% ml SF ml ( EV ) para 24 horas KCl 19,1% ml SG 10% ml SF ml ( EV ) 12/12 horas KCl 19,1% ml SG 10% ml SF ml ( EV ) 8 / 8 horas KCl 19,1% --- 5,3 ml


Carregar ppt "SOROTERAPIA ENDOVENOSA Divisão de Pediatria Hospital Universitário da USP Internos - 5 o ano (2009) Dr. Maki Hirose - Pediatria HU."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google