A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Certificação de Sistemas de Registro Eletrônico Perspectiva da Assespro Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Certificação de Sistemas de Registro Eletrônico Perspectiva da Assespro Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet."— Transcrição da apresentação:

1 Certificação de Sistemas de Registro Eletrônico Perspectiva da Assespro Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet CBIS de Novembro de 2004

2 Apresentação John Lemos Forman Diretor de Informática em Saúde da Assespro Membro do GT de Certificação de Software da SBIS Sócio e Diretor da Tecso Informática

3 Iniciativa CFM/SBIS Participação ativa Reconhecimento da sua Importância Aplausos para o Trabalho já Realizado Apoio para continuidade da mesma Semelhanças em Postura e Reivindicações

4 Código de Ética O Código de Ética da Assespro tem o objetivo de estabelecer as condições básicas e gerais a serem adotadas pelas empresas associadas, de forma a manterem suas atividades dentro dos estritos padrões técnicos, morais e éticos reconhecidos pela sociedade local, nacional e internacional.

5 Relac. Com Clientes Artigo 6 - (...) não faz afirmações falsas ou promessas irrealizáveis, nem exerce qualquer forma de persuasão que possa desacreditar sua atividade Artigo 9 - (...) adota as cautelas recomendáveis à preservação do sigilo dos dados e informações que recebe, trata, arquiva, não usando nem divulgando para benefício próprio ou de terceiros tais dados e informações.

6 Pleitos da Assespro Documento sobre SL Definição de padrões de: –Funcionalidade a serem atendidos –Performance e Critérios para sua Apuração –Armazenamento e Troca de Informações (padrões neutros) –Codificação de Dados Comumente Usados Criação de Padrões Brasileiros compatíveis com os Padrões Internacionais

7 Resolução 1639/2002 Normas Técnicas para o Uso de Sistemas Informatizados para a Guarda e Manuseio do Prontuário Médico Sugestões da Assespro –Considerar a criação de outras normas complementares de Apoio –Separar melhor o que deve ser exigido do PROCESSO e o que deve ser exigido do SISTEMA

8 Preocupações Distinguir as Responsabilidades das Empresas de Software e as Responsabilidades dos Usuários Cópia de Segurança – Deverá ser feita cópia de segurança dos dados do prontuário pelo menos a cada 24 horas. Recomenda-se que o sistema de informação utilizado possua a funcionalidade de forçar a realização do processo de cópia de segurança diariamente.

9 GT Certificação Grupo Motivado e bem Intencionado Baseado em Trabalho Voluntário Ficam claras as diferentes dimensões de um trabalho de certificação –Divisão do Processo em Etapas –PROCESSO será abordado na etapa Final

10 Preocupações Distinção entre o Sistema de Informação e o Sistema Computacional –HIS x SGBD x SO x Hardware x Rede Requisitos muito rígidos em relação à realidade brasileira e aos diferentes tipos de sistemas Percepção do mercado em relação ao Processo de Certificação –Quando vou poder eliminar o papel ?

11 Fase I da Certificação Experimental e Voluntária Formulário Online Sugestões: –Identificar itens obrigatórios e desejáveis –Apresentar apenas os itens relacionados com o nível de segurança desejado (NSG1 ou 2) –Detalhamento de como cada item será averiguado na fase seguinte –Espaço para esclarecimento de dúvidas e envio de sugestões (para cada item)

12 Preocupações Equilíbrio entre Exigências e Incentivo ao Uso da Informática em Saúde –Sobrevivência das Empresas de Software Enquadramento do Software Livre Enquadramento de Instituições de Saúde que Desenvolvem Internamente Padrões pouco debatidos Falta de Recursos para levar a Iniciativa a diante

13 Sugestões Guia para utilização de Sistemas não Certificados Estimulo para Aplicação da Informática em Saúde –PACS em 4 anos ? –Servidores do CNS armazenando o PEP da população ? Indicadores de níveis de investimento e pessoal necessário para área de TI, de acordo com o porte e tipo da Instituição

14 Sugestões Reativação da Biblioteca de Componentes, Ofertando Componentes de Segurança e utilização de Chaves Públicas que Facilitem a Adequação dos Sistemas Existentes Guias para Capacitação de Profissionais Especializados –Certified Professional in Healthcare Information and Management Systems (CPHIMS) –Certified in Healthcare Security (CHS) –Certified in Healthcare Privacy (CHP)

15 Conclusões Todo Processo Comporta a Melhoria Contínua Nossas Sugestões são Construtivas Apoiamos a Iniciativa do CFM/SBIS, que Merece ter Continuidade CFM, Governo e Agencias deveriam Colocar mais Recursos para Viabilizar a Iniciativa Continuamos à Disposição para Colaborar

16 Obrigado ! John L. Forman Diretor de Informática em Saúde Assespro Nacional Lista Assespro-Saúde


Carregar ppt "Certificação de Sistemas de Registro Eletrônico Perspectiva da Assespro Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google