A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONTROLE SOCIAL O Principio de convivência na Sociedade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONTROLE SOCIAL O Principio de convivência na Sociedade."— Transcrição da apresentação:

1 CONTROLE SOCIAL O Principio de convivência na Sociedade

2 Socialização IndividuoPessoa Social APRENDIZADO INTERAÇÃO

3 Socialização O processo pelo qual ao longo da vida a pessoa humana aprende e interioriza os elementos sócio-culturais do seu meio, integrando-os na estrutura de sua personalidade sob a influência de experiências de agentes sociais significativos, e adaptando-se assim ao ambiente social em que deve viver (Guy Rocher)

4 Sociedade Um grupo de seres humanos cooperando para a consecução de diversos dos seus maiores interesses, incluindo invariavelmente a autopreservação e autoconservação. Fairchild, no seu "Dictionary of Sociology

5 Sociedade Sociedade pode agora ser definida como a herança social de hábitos e sentimentos, folkways e mores, técnica e cultura, tudo o que é incidental ou necessário ao comportamento coletivo humano". Park e Burgess

6 O homem é um ser em ação, que elabora planos e dirige o seu movimento, com o objetivo de alcançar determinados fins. A escolha desses fins não é feita por acaso, mas em função do que o homem considera importante à sua vida, de acordo com os valores que elege. A atividade humana, em última análise, é motivada pelos valores. Estes assumem a condição de fator decisivo, determinante dos projetos que o homem constrói e de cada providência que toma. A idéia de valor está vinculada às necessidades humanas. Só se atribui valor a algo, na medida em que este pode atender a alguma necessidade. Assim, a necessidade gera o valor; este coloca o homem em ação, que por sua vez vai produzir algum resultado prático: a obtenção de algum objeto natural ou cultural, ou à mentalização e vivência espiritual de objeto ideal ou metafísico. Paulo Nader.

7

8 Nas relações sociais, um dos elementos importantes é a expectativa do comportamento dos outros componentes do grupo, isto é, a possibilidade de prever suas reações que, por sua vez, influenciarão nossas futuras ações. Tal possibilidade é essencial para a cooperação e a atuação grupal. A previsão, portanto, depende de um sistema de normas para o qual se supõe que os componentes do grupo estejam orientados. Quando o padrão é rompido, através do comportamento desviado, a ruptura provoca sentimentos negativos, dando origem a um processo de sanções cuja função é punir a infração, impedir futuros desvios e/ou alterar as condições que originam o comportamento desviado. Este processo constitui o controle social. Maria Helena Lakatos

9 Determinada a norma social, o individuo possui duas opções comportamentais, a conduta estabelecida pela norma, a Conformidade, ou uma conduta diferente à estabelecida, o Desvio. A conformidade seria o comportamento da pessoa social aceito e recomendado pela sociedade ao qual este se encontra incluído, ou ainda, a ação orientada para as normas socialmente estabelecidas. Em contraposição estaria o comportamento em desvio, ou seja, a conduta desconexa em relação às normas socialmente estabelecidas

10 AGENTES DO CONTROLE SOCIAL Agentes primários FAMILIA, IGREJA, VIZINHANÇA Agentes secundários ESTADO Agentes terciários MÍDIA


Carregar ppt "CONTROLE SOCIAL O Principio de convivência na Sociedade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google