A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A VISÃO Neide M. S. Tsukamoto. É a luz que estimula o tecido nervoso dos nossos olhos e permite distinguir a forma, o tamanho, a cor, o movimento, a distância.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A VISÃO Neide M. S. Tsukamoto. É a luz que estimula o tecido nervoso dos nossos olhos e permite distinguir a forma, o tamanho, a cor, o movimento, a distância."— Transcrição da apresentação:

1 A VISÃO Neide M. S. Tsukamoto

2 É a luz que estimula o tecido nervoso dos nossos olhos e permite distinguir a forma, o tamanho, a cor, o movimento, a distância das coisas, etc. Os nossos olhos são quase esféricos e estão alojados nas cavidades orbitais da face. As paredes do globo ocular são constituídas por três membranas: a esclerótica, a coróide e a retina.

3 Esclerótica: membrana mais externa do olho, é branca, fibrosa e resistente; mantém a forma do globo ocular e protege-o; Coróide: a faixa circular da coróide que rodeia a pupila é denominada de íris e pode ter uma cor azul, castanha, cinza ou verde; por meio de dois músculos lisos, a íris regula o diâmetro da pupila; quando a claridade do ambiente é pouco intensa, a pupila dilata-se para deixar entrar no olho o máximo de luz possível; quando a claridade é demasiado intensa, a pupila contrai-se para impedir que o excesso de luz prejudique a visão. Retina: é a membrana das células nervosas especializadas em captar os estímulos luminosos; no fundo do olho está o ponto cego, insensível à luz, porque é o lugar por onde passa o nervo óptico que conduz os impulsos nervosos para o centro da visão, no cérebro; Localiza-se a mancha amarela que se forma a imagem numa visão normal.

4 O globo ocular é formado, ainda, pelo humor aquoso, o humor vítreo e o cristalino.humor aquosoo humor vítreoo cristalino

5 O mecanismo da visão A luz atravessa a córnea, o humor aquoso e o cristalino e dirige-se para a retina que funciona como o filme fotográfico, em posição invertida, a imagem formada na retina também é uma imagem invertida. O nervo óptico transmite o impulso nervoso provocado pelos raios luminosos ao cérebro, que o interpreta e nos permite ver os objetos nas posições em que realmente se encontram. O nosso cérebro reúne numa só imagem os impulsos nervosos provenientes dos dois olhos.

6 PROBLEMAS VISUAIS

7 O ESENCIAL É INVISÍVEL AOS OLHOS (Antoine Saint-Exupery)

8 Problemas Visuais Quando as imagens se formam na mancha amarela, a visão é nítida e o olho é considerado emetrope ou normal. Quando isso não ocorre, há um defeito de visão, entre eles: Astigmatismo; Ambliopia; Conjuntivite; Daltonismo; Estrabismo; Exoftalmia; Hepermetropia; Miopia; Olho seco; Ptrigio; Terçol; Tracoma;

9 CERATOCONE

10 CATARATA

11 DESLOCAMENTO DE RETINA

12 GLAUCOMA

13 RETINOPATIA DIABÉTICA Fundo de olho normal Fundo de olho afetado

14 UVEITE

15 Doenças Oculares Agnosia Visual A Agnosia Visual compreende a incapacidade de reconhecimento visual de objectos na ausência de disfunções ópticas. Os métodos de neuro-imagem permitem a identificação de lesões temporo-occipitais bilaterais, geralmente de origem isquémica, determinantes desta condição. A Agnosia Visual pode ser diferenciada em dois tipos particulares: alexia e prosopagnosia.alexiaprosopagnosia.

16 Alexia: refere-se à perda da capacidade de reconhecimento de palavras escritas; através dos métodos de neuro-imagem podem detectar-se lesões no território de irrigação da artéria cerebral posterior esquerda, com o comprometimento parcial do corpo caloso.

17 Alexia Pura As características gerais são as mesmas de uma Alexia Agnósica e ocorrem, quase sempre, por manifestações associadas de Agnosia Visual, principalmente Agnosia para cores e para formas geométricas.

18 As ilusões ópticas são desnorteantes e complexas. Podem ser descritas, classificadas e, em alguns casos, parcial ou totalmente explicadas.

19 O sistema visual e o cérebro não são prolongamentos do mundo ou seus nervos, eles têm propriedades únicas que podem causar modificações nas informações recebidas pelos olhos. Além disso, as informações fornecidas pelos olhos nem sempre são exatas ou simples.

20 Os pontos no cruzamento das linhas são brancos ou pretos?

21 Ilusões de Adaptação: São freqüentes e decorrem da acomodação da visão a uma nova situação, diferente da anterior. Suponha-se por exemplo, um observador transportado repentinamente de uma paisagem plana ou com ligeiras ondulações para um lugar com relevo íngreme. No início, ele sentirá que todas as inclinações que vê são muito grandes, porém, os detalhes vão sendo visionados e as inclinações serão apreendidas pelos olhos como sendo menos fortes do que o são na realidade.

22 Ponto Cego Tape o seu olho direito e olhe para o ponto do lado direito desta página com o seu olho esquerdo. Permaneça a olhar para o ponto enquanto, lentamente, se aproxima cada vez mais desta página. Descobrirá o ponto cego na sua visão quando o ponto do lado esquerdo desaparecer completamente. Isto acontece quando a imagem atinge a parte do olho onde o nervo óptico liga o olho ao cérebro.

23 PREVENÇÃO

24 MEDIDAS DE PREVENÇÃO Consultar com oftalmologista a cada seis meses; Adequar a luminosidade dos ambientes; Utilizar os protetores de tela no computador; Não coçar os olhos; Utilizar óculos escuros com proteção; Não utilizar colírios sem receita médica; Evitar de leitura quando se movimenta; Manter a higiene dos olhos. Seguir as normas de distância nas visualizações.


Carregar ppt "A VISÃO Neide M. S. Tsukamoto. É a luz que estimula o tecido nervoso dos nossos olhos e permite distinguir a forma, o tamanho, a cor, o movimento, a distância."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google