A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE DUAS OBRAS CIVIS DE GOIÂNIA – GO, PARA SUBSIDIAR A OBTENÇÃO DE CERTIFICAÇÃO ISO 14001 Trabalho de Conclusão de Curso – Apresentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE DUAS OBRAS CIVIS DE GOIÂNIA – GO, PARA SUBSIDIAR A OBTENÇÃO DE CERTIFICAÇÃO ISO 14001 Trabalho de Conclusão de Curso – Apresentação."— Transcrição da apresentação:

1 AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE DUAS OBRAS CIVIS DE GOIÂNIA – GO, PARA SUBSIDIAR A OBTENÇÃO DE CERTIFICAÇÃO ISO Trabalho de Conclusão de Curso – Apresentação Oral Coordenador do curso: Profº Drº Paulo Augusto Diniz Silva Banca Examinadora: Orientadora: Profª M.Sc. Rosângela Mendanha da Veiga Avaliador: Profº Esp. Jadson de Araújo Pires Avaliador: Profº M.Sc. Viniciu Fagundes Bárbara Autora: Jéssica dos Santos Ribeiro INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CAMPUS GOIÂNIA – DEPARTAMENTO DE ÁREAS ACADÊMICAS II COORDENAÇÃO DE ÁREA DOS CURSOS DE MEIO AMBIENTE CURSO: TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL

2 Introdução O trabalho consiste numa revisão bibliográfica sobre o assunto em interesse por meio de artigos, livros, monografias e textos disponíveis na internet. Foi realizado um estudo em campo em duas obras civis em Goiânia utilizando dois métodos denominados I e II. No método I foi avaliado o desempenho ambiental das obras por meio de indicadores proposto por Bodziak, Borges e Nagalli (2011). Com intuito de confirmar a eficácia do método I foi aplicado outro método II proposta por Moreira (2006, p ) para o diagnóstico do SGA modelo nas duas obras.

3 Objetivo Geral Avaliar o grau de conformidade ambiental das duas empresas para a obtenção da certificação ISO 14001, que estão almejando, identificando as não conformidades para corrigi-las antes da realização da auditoria; bem como o comprometimento em relação às Políticas Ambientais por elas estabelecidas.

4 Objetivos Específicos Verificar a qualidade ambiental das obras quanto aos indicadores utilizados; Traçar um perfil das obras quanto ao seu nível de conformidade para a certificação ISO 14001; Delinear estratégias de melhoria do meio ambiente no setor de atividade por meio deste método utilizado; Confirmar a eficiência do método aplicado e incentivar aplicações em outras construtoras.

5 Justificativa As empresas componentes da CPIC necessitam de adequações para estar em conformidade com a legislação ambiental. Dessa forma podem evitar a geração de passivos ambientais e, em consequência disso, multas, processos civis e criminais e uma impressão negativa para a sociedade. Além disso, é fundamental para empresas que almejam a certificação ambiental conhecer os aspectos ambientais limitantes para que possam repará-los antes da auditoria de certificação.

6 Castro (2004, p. 45) explica que: o meio ambiente empresarial apresenta tanto riscos quanto oportunidades, e as empresas bem sucedidas estão tentando, cada vez mais, controlar os riscos e desenvolver as oportunidades.

7 Análises Método I – Estudo do caso A (Empresa X) Fase: Acabamento Área do terreno: ,48 m² Tipo: Condomínio vertical Nº de apartamentos: 296 Padrão: Baixo Fonte: Elaboração própria.

8

9

10

11

12

13

14 Fonte: Bodziak, Borges e Nagalli (2011).

15 Quadro 01 – Resumo do desempenho da obra A da empresa X. CATEGORIACLASSIFICAÇÃO CONFORMIDADE LEGAL ALTA CONFORMIDADE INFRAESTRUTURA DO CANTEIRO DE OBRA ALTA CONFORMIDADE RECURSOS NATURAIS ALTA CONFORMIDADE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL ALTA CONFORMIDADE MONITORAMENTO AMBIENTAL ALTA CONFORMIDADE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL ALTA CONFORMIDADE Fonte: Adaptado de Borges e Bodziak (2010, p. 52).

16 Método I – Estudo do caso B (Empresa Y) Fase: Estrutura Área do terreno: 4.748,27 m² Tipo: Condomínio vertical Nº de pavimentos: 52 Padrão: Baixo Fonte: Elaboração própria.

17

18

19

20

21

22

23 Fonte: Bodziak, Borges e Nagalli (2011).

24 CATEGORIACLASSIFICAÇÃO CONFORMIDADE LEGAL ALTA CONFORMIDADE INFRAESTRUTURA DO CANTEIRO DE OBRA ALTA CONFORMIDADE RECURSOS NATURAIS MÉDIA CONFORMIDADE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL MÉDIA CONFORMIDADE MONITORAMENTO AMBIENTAL MÉDIA CONFORMIDADE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL NÃO CONFORME Quadro 02 – Resumo do desempenho da obra B da empresa Y. Fonte: Adaptado de Borges e Bodziak (2010, p. 52).

25 Método II – Estudo Caso A ASPECTO ANALISADOPONTUAÇÃO RECEBIDA Política Ambiental100% Aspectos Ambientais75% Requisitos Legais e Outros100% Objetivos, Metas e Programas100% Recursos, Funções, Responsabilidades e Autoridades 75% Competência, Treinamento e Conscientização 100% Comunicação100% Documentação100% Controle de Documentos75% Controle Operacional100% Quadro 03 – Resumo avaliativo do desempenho da obra A da empresa X.

26 ASPECTO ANALISADOPONTUAÇÃO RECEBIDA Preparação e Resposta a Emergências75% Monitoramento e Medição100% Avaliação do Atendimento a Requisitos Legais e Outros 100% Não Conformidade, Ação Corretiva e Preventiva 75% Controle de Registros100% Auditorias25% Análise Crítica50% TOTAL85,29% Fonte: Adaptado de formulário publicado pela Gazeta Mercantil em 1996, na série fascículos Gestão Ambiental citado por MOREIRA (2006).

27 Método II – Estudo Caso B Quadro 04 – Resumo avaliativo do desempenho da obra B da empresa Y. ASPECTO ANALISADOPONTUAÇÃO RECEBIDA Política Ambiental75% Aspectos Ambientais75% Requisitos Legais e Outros100% Objetivos, Metas e Programas25% Recursos, Funções, Responsabilidades e Autoridades 65% Competência, Treinamento e Conscientização 25% Comunicação20% Documentação100% Controle de Documentos100% Controle Operacional53,75%

28 ASPECTO ANALISADOPONTUAÇÃO RECEBIDA Preparação e Resposta a Emergências 65% Monitoramento e Medição 80% Avaliação do Atendimento a Requisitos Legais e Outros 100% Não Conformidade, Ação Corretiva e Preventiva 75% Controle de Registros 100% Auditorias 25% Análise Crítica 10% TOTAL64,34% Fonte: Adaptado de formulário publicado pela Gazeta Mercantil em 1996, na série fascículos Gestão Ambiental citado por MOREIRA (2006).

29 Considerações Finais Método I é simples e objetivo capaz de levantar a situação de cada obra; O Método II reforçou a eficácia do primeiro e demonstra a importância da melhoria contínua; A obra A pode receber o selo proposto Construímos em parceria com a natureza;

30 A obra B não conseguiu nenhum selo devido o requisito responsabilidade socioambiental estar não conforme; O método utilizado pode ser aplicado a qualquer tipo de obra civil; Com auxílio de outras ferramentas é possível propor medidas corretivas a problemas ambientais identificados.

31 Referências Bibliográficas BORGES, Andrea Mazza; NAGALLI, André; BODZIAK, Priscila dos Santos. V Indicadores de Qualidade Ambiental como subsídios à certificação ambiental de obras civis. ABES, CASTRO, Newton de (org). Curso básico de gestão ambiental. Brasília: Edição SEBRAE, MOREIRA, Maria Suely. Estratégia e Implantação do Sistema de Gestão Ambiental – modelo ISO ª ed. Nova Lima: INDG Tecnologia e Serviços LTDA., 2006.

32 Obrigada pela presença e a atenção de todos. BOM DIA !


Carregar ppt "AVALIAÇÃO AMBIENTAL DE DUAS OBRAS CIVIS DE GOIÂNIA – GO, PARA SUBSIDIAR A OBTENÇÃO DE CERTIFICAÇÃO ISO 14001 Trabalho de Conclusão de Curso – Apresentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google