A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dr. Luiz Stern. Paciente com 78 anos, casado, aposentado. Em 15/04/2010, após extração dentária, diagnóstico de leucemia mieloide aguda, devido a dificuldade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dr. Luiz Stern. Paciente com 78 anos, casado, aposentado. Em 15/04/2010, após extração dentária, diagnóstico de leucemia mieloide aguda, devido a dificuldade."— Transcrição da apresentação:

1 Dr. Luiz Stern

2 Paciente com 78 anos, casado, aposentado. Em 15/04/2010, após extração dentária, diagnóstico de leucemia mieloide aguda, devido a dificuldade de coagulação. Ficou surpreso, pois não tinha nenhuma queixa anterior. No momento começou ciclo de quimioterapia após diagnóstico clínico e laboratorial de leucemia mieloide aguda.

3 Dificuldade para dormir, fica remoendo fatos desagradáveis do passado como: Pai veio para o Brasil e ficou 15 anos sem vê-lo Ele tinha 2 anos de idade, passou fome na época nunca e perdoou o pai. Nesse momento da doença está mais nostálgico, mais reservado, introspectivo, triste, lembrando coisas tristes do passado tipo infância.

4 Lembrando da ingratidão do amigo Feliciano, pois ajudou muito na sociedade do bar. O amigo cresceu e foi embora, sem pedir obrigado. Esses pensamentos atualmente o pertubavam e o impediam de dormir. Calorento, gosta de comida salgada, arroz e feijão.

5 Repertorizacao de SR ANTONIO: RESSENTIMENTO rancoroso, vingativo (malicious- 124r 2-RESSENTIMENTO_com_colera (malicious during an- 15r 3-RESSENTIMENTO_queridos seres (malicious to lo- 2r 4-MM_nostalgia (homesick) - 31r 5-NOSTALGIA_com_abandono (gh) - 3r 6-NOSTALGIA_transtorno por (ailments from homes- 10r 7-COMIDA_sal_desejo (salt desires) - 107r 8-COMIDA_arroz_desejo (rice desires) - 9r 9-CANCER_leucemia (leukemia, blood) - 66r 10-CANCER_leucemia_leucocitemia (leukemia leucoc- 10r

6 Sintomas St/Pts nat-m /014 carb-an /010 nit-ac /010 phos /010 chin /009 merc /007 ph-ac /010 caps /009 lach /009 sulph /008 calc /007 carc /007 con /007 lyc /007 staph /007 mag-m /005 ars /009 sep /008 ign /006 nux-v /006 thuj /006 tub /006 bell /005 puls /005 clem /004 kali-p /004 opun-v /004 ip /003 rhus-t /003 sacch /003 anac /007 aloe /006 verat /006 calc-s /005 cean /005 hep /005 lac-c /005 acon /004 agar /004 ambr /004 aur /004 calc-p /004 carb-v /004

7 nat-s /004 stront-c /004 syph /004 aur-m-n /003 bry /003 caust /003 manc /003 med /003 nat-p /003 plat /003 plb /003 plut-n /003 tarent /003 acet-ac /002 aur-m /002 bar-c /002 bar-m /002 canth /002 chin-s /002 coca /002 cocc /002 croc /002 des-ac /002 eup-pur /002 glon /002 hell /002 iod /002 lac-h /002 lac-leo /002 nicc /002 op /002 petr /002 senec /002 sul-ac /002 tax /002 valer /002 zinc /002 am-m /004 hyos /004 mang /004 nat-ar /004 am-c /003 arg-n /003 cham /003 cupr /003 kali-n /003

8 medus /003 meph /003 nat-c /003 phyt /003 stram /003 am-p /002 anh /002 aq-mar /002 aran /002 ars-i /002 aur-ar /002 aur-s /002

9 EVOLUÇÃO DO CASO Paciente começou a tormar o remédio Natrium- Muriaticum 1 LM: 2 glóbulos pela manhã e 2 glóbulos à noite. Em 28/04, após a quinta sessão de quimioterapia as plaquetas foram para 6000, os leucócitos foram para 400 e apresentou um quadro púrpura hemorrágica aguda difusa. Foi feita a prescrição de Phosphorus l m, 5 papéis iguais de l m. L papel de 6/6h. Em 24 horas, plaquetas passaram de 6000 para

10 Phosphorus Tendência às hemorragias, frequentes, abundantes e repetidas, que se detêm e logo reaparecem (hemoptise, epistaxe, melena, hematúria, metrorragia). Hemofilia. Petéquias. Púrpura hemorrágica. Equimose. Afeções ósseas. Osteomielite.

11 EVOLUÇÃO DO CASO Em 07/05/10 apresentou um quadro de febre alta. Não reconhecia seus familiares, tinha alterações do nível de consciência, movimentos involuntários dos olhos e incoordenação motora. Fazia gestos como: agarrar roupas da cama e segurando objetos imaginários.

12 Repertorização de Sr. Antonio: AGARRA_segura_objetos imaginarios (grasps at - 3r 2-GESTOS_agarra coisas = agarra (grasping or re- 72r 3-GESTOS_agarra_roupas da cama (picks at bedclo- 36r 4-LOCAL_cerebro_meninges (brain meninges) (3) - 13r 5-INFLAMACAO_meninges_encefalo = encefalite - 6r 6-INFLAMACAO_meninges = meningite (meningitis b- 100r 7-FEBRE_alta (intense heat (39-40 Celsius) - 86r

13 Sintomas St/Pts hyos /015 bell /015 stram /013 zinc /012 hell /009 rhus-t /010 acon /009 op /009 arn /008 gels /008 nat-m /008 phos /008 sulph /008 ars /007 iod /007 lyc /007 cina /006 con /006

14 verat-v /006 cupr /005 chin /004 hep /004 bry /010 arum-t /009 apis /008 puls /007 cic /005 colch /005 kali-br /005 lach /005 mur-ac /005 ph-ac /005 psor /005 sil /005 atro /004 cham /004 cocc /004 nux-v /004 sol-n /004

15 zinc-m /004 ant-t /003 bapt /003 dulc /003 merc-c /003 camph /004 influ /004 tub /004 calc /003 calc-p /003 chin-s /003 crot-h /003 cupr-a /003 dig /003 hydr-ac /003 plb /003 tarent /003 verat /003 agar /002 ant-c /002

16 ars-s-f /002 art-v /002 canth /002 carb-v /002 coff /002 ferr /002 ferr-p /002 iodof /002 kali-i /002 lachn /002 mosch /002 nat-s /002 nux-m /002 oena /002 past /002 sang /002 thuj /002 vip /002 zinc-p /002 abrot /003

17 mez /003 pyrog /003 sec /003 achy /002 aeth /002 aur /002 bac /002 bor /002 caps /002 chel /002 chr-ac /002 glon /002 hippoz /002 kali-ar /002 merc /002 zinc-c /002 ail /001 aphis /001 apisin /001 apoc /001 arg-n /001 asc-t /001

18 EVOLUÇÃO DO CASO Foi prescrito Hyoscyamus Niger l m, 5 papéis iguais, l papel de 6/6h. Em 48 horas a febre cedeu e o nível de consciência voltou ao normal.

19 EVOLUÇÃO DO CASO

20

21

22 Sistema dos Sistema dos NÍVEIS NÍVEIS MIASMAS MIASMAS REINOS REINOS Grupo – Família Grupo – Família Medicamento Medicamento Característico Historicidade Dimensões do MÉTODO Simillimum

23 Níveis MiasmasReinos Característic o Historicidade

24 DOENÇA ILUSÃO ILUSÃO PERCEPÇÃO REALIDADE (diferentes formas) distorce MIASMAS MIASMAS ESTADO MENTAL ESTADO MENTAL (expressão da falsa realidade) Temas de sonhos Modo como se expressa Como se relaciona METODOLOGIA - SANKARAN REINOS

25

26 Níveis Reino Grupo I) Repertorização Abrangência e Proporcionalidade II) Análise da Abordagem Sistêmica Remédi o Miasma Característico Historicidade Análise do caso

27 Qual é o REINO?....

28 Reino Mineral Natrum Muriaticum

29 Substâncias da Família/Grupo Grupo IA – Metais alcalinos Grupo IA – Metais alcalinos Natrums – Natrums – Natrium (Natrum): Aur-m-n., BORX., NAT- AR., nat-bi., nat-bic., nat-bis., nat-bor., nat-br., NAT-C., nat-caust., nat-chl., nat-chr., nat-cy., nat-f., nat-hchls., nat-hmp., nat-hox., nat-hp., nat-hsulo., nat-i., NAT-M., nat-mar., nat-met., nat-mlb., nat-mvan., nat-n., nat-ns., nat-o., NAT-P., nat-perm., NAT-S., nat-sel., NAT-SIL., nat-sil-f., nat-stann., nat-sula., nat-sulo., nat- tel., nat-van. Natrium (Natrum): Aur-m-n., BORX., NAT- AR., nat-bi., nat-bic., nat-bis., nat-bor., nat-br., NAT-C., nat-caust., nat-chl., nat-chr., nat-cy., nat-f., nat-hchls., nat-hmp., nat-hox., nat-hp., nat-hsulo., nat-i., NAT-M., nat-mar., nat-met., nat-mlb., nat-mvan., nat-n., nat-ns., nat-o., NAT-P., nat-perm., NAT-S., nat-sel., NAT-SIL., nat-sil-f., nat-stann., nat-sula., nat-sulo., nat- tel., nat-van.

30 Análise de grupo Necessidade de relacionamento. A reatividade aumenta no grupo (descendente). O Tema do grupo I é a formação de relacionamentos. Os membros do grupo da tabela periódica são conhecidos como os metais alcalinos. Não obstante existem diferenças, e a sutileza de algumas destas diferenças é a base de uma das mais sutis propriedades da matéria: a consciência. Nosso pensamento, que depende da transmissão de sinais ao longo dos neurônios, se faz pela ação orquestrada dos íons de sódio e potássio e sua migração cuidadosa através das membranas. Os metais alcalinos reagem com água produzindo hidrogênio gasoso e uma solução do hidróxido metálico alcalino. Sódio reage tão vigorosamente que o calor liberado dissolve o metal não reagido.

31 A substância Fórmula química NaCl, é um mineral encontrado nos estados sólido e líquido. Em química, é denominado cloreto de sódio. Em mineralogia, denomina-se sal-gema ao sal encontrado nas minas. O sal seco é formado de minúsculos cristais cúbicos visíveis ao microscópio.

32 Cristalização Na Cl

33 Fontes patogenéticas [Fontes]:Hahnemann experimentou. Algumas contribuições foram de: Dr. Rummel, Rl; outras pelo Dr. Rocht; mas o maior número por Dr. Schrêter, na Hungria, e Dr. Foissac, em Paris. [Número de sintomas]: há 1349 sintomas nas Doenças Crônicas; 2901 sintomas na Matéria Médica de Allen e 6329 rubricas no repertório do Gehsh

34 Essência Miasma: sicótico O sentimento principal de Nat-m é que será deixado ou traído ou desapontado pela pessoa que crê depender ou que ama. O relacionamento que busca é de amizade ou romance. A traição que sente é a traição da confiança ou fé. Medo de ser emocionalmente ferido ou desapontado e então é reservado e difícil de aproximar. Ao mesmo tempo, há uma grande insegurança com medo de ficar só. Isso faz com que seja a melhor para cuidar e nutrir. Mas quando ferida, retira-se completamente. Sankaran.

35 PESAR SECRETO DEPRESSÃO FECHADOS – GUARDAM SEUS PROBLEMAS CARREGAM O PESO DE SUA TRISTEZA – SÓS ACEITAÇÃO DO DESTINO RESTRIÇÃO NEGADO, PROIBIDO MELANCOLIA SENSIBILIDADES NATRIUMS Scholten

36 AUTO PIEDADE NECESSIDADE DE SER CUIDADO E NUTRIDO MÃE: É QUEM NUTRE NAT-M: MÃE FRIA MAG-M: MÃE BRIGONA INCUBADORA MURIATICUMS

37 Ação Geral Grande debilidade; a maior fraqueza sentida pela manhã na cama. Emagrecimento percebido no pescoço e abdomen. Frio e facilidade para resfriar-se. Mucosas secas ou grossas; muco cor de clara de ovo ou como amido cozido. Sensações constrictivas pelo corpo. Hipertireoidismo; bócio.

38 Esfera de Ação Afinidades: NUTRIÇÃO [trato digestivo]; CÉREBRO, SANGUE; MÚSCULOS. MENTE. CORAÇÃO. GLÂNDULAS [MUCOSAS; baço; fígado]. Pele Lado esquerdo.

39 Tipologia Tipo hipersensível e fechado. Defesa e ressentimento.

40 Causa Supressão do suor. Susto. Desapontamentos. Acessos de paixão. Perda de fluidos. Masturbação. Injúrias à cabeça. Pão; gordura; vinho; comidas ácidas; sal.

41 Agrava por sol; verão; umidade após as menstruações; Esforço; dos olhos; mental; falar; ler; escrever. Emoções violentas. Consolo. Puberdade. Coito. Beira do mar. Barulho. Música. Toque. Lua cheia. Quarto quente.

42 Melhora por ar livre, banho frio suar Repouso roupa apertada antes do desjejum respiração profunda deitar do lado direito

43 Horário - Ritmo - Periodicidade marcada agravação entre 9 e 11 h. dias alternados

44 Desejos e Aversões alimentares DESEJOS: sal; coisas amargas e azedas; comida farinácea; ostras; leite; peixe; limão; cerveja; chocolate. AVERSÕES: pão; ostras; gorduras; carne; café; fumo; frango; sal; leite

45 Sensações Embotamento como se a cabeça estivesse muito pesada. Sensação de vazio. Sensação de martelo na cabeça. Sente a cabeça grande demais. De corda em volta da cabeça apertando cada vez mais. Adormecimento em um lado do nariz. Sensação de secura em vários órgãos. De cabelo na língua. Ansiedade; pedra; frio no estômago. Como se uma substância estranha ou fezes duras estivessem no ânus. Opressão no peito; como se os pulmões estivessem apertados. Sensação de frio como gelo na região precordial durante o calafrio. Região sacral como se açoitada. De frio nas juntas. Como se os pés estivessem cheios de chumbo.

46

47 A Febre Febre com sede intensa, de grandes quantidades e com frequência. Predomínio de calafrios nas enfermidades febris. Náuseas, pela manhã, durante a febre.

48 Concomitantes Fraqueza Sensação de vazio

49 Os eixos de Prafull Atividade: Diminuida Térmico: Calorento Sede: Sedento Diligência: Prostração. Embotamento

50 Ilusões Ela freqüentemente olha para o espelho, e imagina parecer mísera wretched. Acorda às 2 horas da madrugada transpirando e sentindo uma aflição ansiosa, como se ele estivesse fechado num porão escuro; esta sensação só desapareceu ao perceber luz passando através da janela.

51 Memória Temporalidade: relembra insultos há muito tempo sofridos; gosta de se fixar em ocorrências desagradáveis do passado. Postulados de caráter: Brigão e irascível, passional e fervoroso. Natureza rancorosa e vingativa.

52 Se ela somente pensa numa carência (falta) vinda de um passado longo, as lágrimas vêm aos olhos. Ataques de desesperança completa e desespero interno, que o privam de toda a energia. Falta de independência. Agudo senso de honra, e do certo e errado.

53 Suscetibilidade & Reação Quanto mais é consolado, mais é afetado. Ele não tolerava a menor oposição por muitas noites. Odeia as pessoas que o insultaram. Ofendido por uma brincadeira. Conseqüências do medo, raiva, contrariedade, mortificação ou desgosto reservado.

54 Sonhos Longas viagens; arrancando dente; reprovando-se de erros passados; crimes; de ser aprisionado; conflagrações; morte; batalhas; fogo; ladrões.

55 Conclusão O que dizer de um policresto tão rico em sintomas quanto o Natrum mur? Nós conhecemos todas as suas ações nas afecções dermatológicas, nas enxaquecas, nas alergias respiratórias, nas patologias tireoidianas. De preferência, a um tour de horizonte estereotipado, talvez possa se tentar desembaraçar através dos sintomas muito numerosos e confiáveis de Natrum mur, a organização de base do tipo sensível, assim, como consequência, as reações compensatórias que se instauram.

56 Conclusões O fundo da personalidade e a busca de Natrum mur é a necessidade de afeição (afetuoso). É uma necessidade de amor exigente que, não satisfeita em um plano real ou imaginário, vai acarretar duas consequências principais: - a fixação ao passado. - o recalque. Personalidade muito invadida pela culpabilidade, medos e as fobias. Pode-se encontrar também um sentimento de nostalgia.

57 Leucemia Aguda A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos (leucócitos) de origem, na maioria das vezes, não conhecida. Ela tem como principal característica o acúmulo de células jovens (blásticas) anormais (Fig. 1) na medula óssea, que substituem as células sangüineas normais. A medula é o local de formação das células sangüíneas, ocupa a cavidade dos ossos (Fig. 2) (principalmente esterno e bacia) (Fig. 3) e é conhecida popularmente por tutano. Fig. 1 Fig. 2 Fig. 3

58 Nela são encontradas as células mães ou precursoras, que originam os elementos figurados do sangue: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e plaquetas (Fig. 4). Os principais sintomas da leucemia decorrem do acúmulo dessas células na medula óssea, prejudicando ou impedindo a produção dos glóbulos vermelhos (causando anemia), dos glóbulos brancos (causando infecções) e das plaquetas (causando hemorragias).Depois de instalada, a doença progride rapidamente, exigindo com isso que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico e a classificação da leucemia. Fig. 4

59 Segundo as Estimativas de Incidência de Câncer no Brasil para 2006, publicadas pelo INCA, as leucemias atingirão homens e mulheres este ano. Fig. 3O tipo de leucemia mais freqüente na criança é a leucemia linfóide aguda (ou linfoblástica). A leucemia mielóide aguda é mais comum no adulto. Esta última tem vários subtipos: mieloblástica (menos e mais diferenciada), promielocítica, mielomonocítica, monocítica, eritrocítica e megacariocítica. Diagnóstico As manifestações clínicas da leucemia aguda são secundárias à proliferação excessiva de células imaturas (blásticas) da medula óssea, que infiltram os tecidos do organismo, tais como: amígdalas, linfonodos (ínguas), pele, baço, rins, sistema nervoso central (SNC) e outros. A fadiga, palpitação e anemia aparecem pela redução da produção dos eritrócitos pela medula óssea. Infecções que podem levar ao óbito são causadas pela redução dos leucócitos normais (responsáveis pela defesa do organismo).

60 Verifica-se tendência a sangramentos pela diminuição na produção de plaquetas (trombocitopenia). Outras manifestações clínicas são dores nos ossos e nas articulações. Elas são causadas pela infiltração das células leucêmicas nos ossos. Dores de cabeça, náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação são causados pelo comprometimento do SNC. A suspeita do diagnóstico é reforçada pelo exame físico. O paciente pode apresentar palidez, febre, aumento do baço (esplenomegalia) e sinais decorrentes da trombocitopenia, tais como epistaxe (sangramento nasal), hemorragias conjuntivais, sangramentos gengivais, petéquias (pontos violáceos na pele) (Fig. 5) e equimoses (manchas roxas na pele) (Fig. 6). Na análise laboratorial, o hemograma estará alterado, porém, o diagnóstico é confirmado no exame da medula óssea (mielograma). Fig. 5Fig. 6

61 Tratamento Como geralmente não se conhece a causa da leucemia, o tratamento tem o objetivo de destruir as células leucêmicas, para que a medula óssea volte a produzir células normais. O grande progresso para obter cura total da leucemia foi conseguido com a associação de medicamentos (poliquimoterapia), controle das complicações infecciosas e hemorrágicas e prevenção ou combate da doença no sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal). Para alguns casos, é indicado o transplante de medula óssea. O tratamento é feito em várias fases. A primeira tem a finalidade de atingir a remissão completa, ou seja, um estado de aparente normalidade que se obtém após a poliquimioterapia. Esse resultado é conseguido entre um e dois meses após o início do tratamento (fase de indução de remissão), quando os exames não mais evidenciam células leucêmicas. Isso ocorre quando os exames de sangue e da medula óssea (remissão morfológica) e o exame físico (remissão clínica) não demonstram mais anormalidades. Entretanto, as pesquisas comprovam que ainda restam no organismo muitas células leucêmicas (doença residual), o que obriga a continuação do tratamento para não haver recaída da doença. Nas etapas seguintes, o tratamento varia de acordo com o tipo de leucemia (linfóide ou mielóide), podendo durar mais de dois anos nas linfóides e menos de um ano nas mielóides. São três fases: consolidação (tratamento intensivo com substâncias não empregadas anteriormente); reindução (repetição dos medicamentos usados na fase de indução da remissão) e manutenção (o tratamento é mais brando e contínuo por vários meses). Por ser uma poliquimioterapia agressiva, pode ser necessária a internação do paciente nos casos de infecção decorrente da queda dos glóbulos brancos normais pelo próprio tratamento.

62 Principais Procedimentos Médicos no Tratamento da Leucemia 1. Mielograma: É um exame de grande importância para o diagnóstico (análise das células) e para a avaliação da resposta ao tratamento, indicando se, morfologicamente, essas células leucêmicas foram erradicadas da medula óssea (remissão completa medular). Esse exame é feito sob anestesia local e consiste na aspiração da medula óssea seguida da confecção de esfregaços em lâminas de vidro, para exame ao microscópio. Os locais preferidos para a aspiração são a parte posterior do osso ilíaco (bacia) e o esterno (parte superior do peito). Durante o tratamento são feitos vários mielogramas. 2 - Punção lombar: A medula espinhal é parte do sistema nervoso, que tem a forma de cordão, e por isso é chamada de cordão espinhal. A medula é forrada pelas meninges (três membranas). Entre as meninges circula um líquido claro denominado líquor. A punção lombar consiste na aspiração do líquor para exame citológico e também para injeção de quimioterapia com a finalidade de impedir o aparecimento (profilaxia) de células leucêmicas no SNC ou para destruí-las quando existir doença (meningite leucêmica) nesse local. É feita na maioria das vezes com anestesia local e poucas vezes com anestesia geral. Nesse último caso, é indicado em crianças que não cooperam com o exame.

63 3 - Cateter Venoso Central: Como o tratamento da leucemia aguda pode alcançar até três anos de duração e requer repetidas transfusões e internações, recomenda-se a implantação de um cateter de longa permanência em uma veia profunda, para facilitar a aplicação de medicamentos e derivados sangüíneos além das freqüentes coletas de sangue para exames, evitando com isso punções venosas repetidas e dolorosas. 4 - Transfusões: Durante o tratamento, principalmente na fase inicial, os pacientes recebem, quase diariamente, transfusões de hemáceas e de plaquetas, enquanto a medula óssea não recuperar a hemopoese (produção e maturação das células do sangue) normal.


Carregar ppt "Dr. Luiz Stern. Paciente com 78 anos, casado, aposentado. Em 15/04/2010, após extração dentária, diagnóstico de leucemia mieloide aguda, devido a dificuldade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google