A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃO A violência entre parceiros (intimate partner violence – IPV) é um problema de saúde pública emergente em todo o mundo Um grande número de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃO A violência entre parceiros (intimate partner violence – IPV) é um problema de saúde pública emergente em todo o mundo Um grande número de."— Transcrição da apresentação:

1

2 INTRODUÇÃO A violência entre parceiros (intimate partner violence – IPV) é um problema de saúde pública emergente em todo o mundo Um grande número de pesquisas nesse campo tem sido realizadas nas últimas 03 décadas, em especial nos Estados Unidos (EUA)

3 INTRODUÇÃO Grandes Pesquisas em nível nacional nos EUA incluem: National Family Violence Survey (1975 e 1985) National Survey of Families and Households (1988 e 1993) National Violence Against Women Survey (1995) National Longitudinal Couples Survey (1995 e 2000)

4 INTRODUÇÃO Bebedores pesados, em binge e aqueles que apresentam problemas relacionados ao álcool tem maior envolvimento em relacionamentos violentos do que os abstêmios ou bebedores moderados Os resultados são observados tanto para a agressão feita pelo homem quanto pela mulher

5 INTRODUÇÃO Apesar das fortes evidências científicas de que o uso de álcool está relacionado a um maior risco de espisódios de violência doméstica, até o presente estudo nenhum estudo populacional no Brasil investigou essa associação

6 INTRODUÇÃO Variáveis sóciodemográficas foram alvo de estudos para analisar sua relação com violência entre parceiros, tais como: Emprego Estado civil Idade Nível de escolaridade Região Geográfica ou local de moradia Religião Renda familiar

7 OBJETIVOS Prevalência de violência entre parceiros Contribuição do uso de álcool durante o evento Associação entre variáveis sóciodemográficas e violência entre parceiros Análise de fatores sóciodemográficos preditores de violência

8

9 I Levantamento Nacional sobre Padrões de Consumo de Álcool na População Brasileira Abrangência em todo o território nacional, representando toda a população brasileira a partir de 14 anos de idade Amostra populacional composta por entrevistas, e cota extra de 485 entrevistas, exclusiva para a população entre 14 e 17 anos de idade, totalizando entrevistas Selecionados 143 municípios brasileiros totalizando 325 setores censitários - pequenas unidades de área divididas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE - em cada município Brasileiro

10 Distribuição da amostra 143 cidades em todo o Brasil

11 Exemplo de setor censitário Total de 325 sorteados em todo o Brasil Setor Censitário

12 Exemplo de setor censitário Total de 325 sorteados em todo o Brasil Setor Censitário

13 Exemplo de setor censitário Total de 325 sorteados em todo o Brasil Setor Censitário

14 Estágio 1: sorteio sistemático dos municípios, selecionados probabilisticamente pelo método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho) Estágio 2: seleção probabilística dos setores censitários também pelo mesmo método (PPT) Estágio 3: contagem e sorteio aleatório simples dos domicílios, com o sorteio do respondente, dentro dos domicílios sorteados MÉTODO PROBABILÍSTICO Estágios de Amostra

15 AMOSTRAS POR REGIÕES, RENDA E ZONA URBANA OU RURAL

16 Tamanho da Amostra populacional prevista: pessoas acima de 18 anos e 400 entre 14 e 18 anos incompletos (over cota)Tamanho da Amostra populacional prevista: pessoas acima de 18 anos e 400 entre 14 e 18 anos incompletos (over cota) Proposta do estudo: realizar 08 entrevistas por Setor Censitário (SC)Proposta do estudo: realizar 08 entrevistas por Setor Censitário (SC) São necessários 325 SC (2600/8=325), com base na amostra normal, sem a cota extraSão necessários 325 SC (2600/8=325), com base na amostra normal, sem a cota extra CÁLCULO DO MÉTODO PROBABILÍSTICO

17 Cada Município tem 02 SC: 163 municípios são selecionadosCada Município tem 02 SC: 163 municípios são selecionados Exceção: a regra não é válida para os 14 maiores municípios selecionados pelo método PPTExceção: a regra não é válida para os 14 maiores municípios selecionados pelo método PPT Estes municípios totalizam 67 Setores CensitáriosEstes municípios totalizam 67 Setores Censitários CÁLCULO DO MÉTODO PROBABILÍSTICO

18 Com a inclusão destes municípios, há redução do número de SC: 325 – 67= 258 SCCom a inclusão destes municípios, há redução do número de SC: 325 – 67= 258 SC São 129 municípios com 02 SC (igual a 258 SC), somados aos 14 municípios maiores, que tem 67 SC = 143 municípios com 325 SC no totalSão 129 municípios com 02 SC (igual a 258 SC), somados aos 14 municípios maiores, que tem 67 SC = 143 municípios com 325 SC no total CÁLCULO DO MÉTODO PROBABILÍSTICO

19 A amostra específica para adolescentes entre 14 e 17 anos de idade não contou com novo sorteio nos dois primeiros estágios, mas apenas o sorteio de mais domicílios Assim, cada setor censitário teria certo número de domicílios sorteados para a amostra normal e mais um outro número de domicílios sorteados para a over cota CÁLCULO DO MÉTODO PROBABILISTICO

20 QUESTIONÁRIO APLICADO NO I LEVANTAMENTO NACIONAL SOBRE PADRÕES DE CONSUMO DE ÁLCOOL NA POPULAÇÃO BRASILEIRA Foi desenvolvido um questionário, com um total de 18 capítulos ou seções, similar a outros estudos semelhantes da literatura internacional e adaptado para uso no Brasil em termos da sua compreensão para a nossa população O objetivo foi o de obter detalhes do consumo de álcool em termos de quantidade, freqüência, variabilidade, local de consumo, dinheiro gasto, problemas relacionados com o uso, etc.

21 CAPÍTULOS DO QUESTIONÁRIO VARIÁVEIS DEMOGRÁFICAS: A1 –A18 USO DE VINHO, CERVEJA, DESTILADOS OU QUALQUER BEBIDA ALCOÓLICA: B1 – B39 EFEITOS PREJUDICIAIS DO BEBER: C1 – C44 DEPENDÊNCIA/ABUSO DE ÁLCOOL DE ACORDO COM A CIDI [Entrevista Internacional para Diagnóstico Composto]. AS PESSOAS GOSTARIAM QUE VOCÊ BEBESSE MENOS: E1 – E6 TRATAMENTO: F1 – F11 USO DE DROGAS: G1 – G3 QUESTIONÁRIO APLICADO NO I LEVANTAMENTO NACIONAL SOBRE PADRÕES DE CONSUMO DE ÁLCOOL NA POPULAÇÃO BRASILEIRA

22 QUESTÕES SOBRE FERIMENTOS: H1 – H5 USO DO ÁLCOOL, POLÍTICA E PROPAGANDA: I1 – 118 CONTEXTO SOCIAL DA BEBIDA & ATITUDES: J1 – J33 EXPECTATIVAS COM O ÁLCOOL: K1 – K18 BEBER/DIRIGIR/PUNIÇÃO SOCIAL: L1 – L8 ESCALA DE DEPRESSÃO: M1 – M20 EXPERIÊNCIA COM O PROBLEMA COM ÁLCOOL DE OUTRAS PESSOAS: N1 – N8 INFÂNCIA E VIOLÊNCIA FAMILIAR: O1 – O38 CONSUMO DE TABACO: P1 – PX RELAÇÃO COM O JOGO: Q1 – Q10 TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH): R1 – R06

23 EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS Com que freqüência você geralmente bebe qualquer bebida alcoólica (incluindo cerveja, vinho, destilados, bebidas ice ou qualquer outra bebida)? Apenas me diga a letra no cartão que melhor descreva a sua freqüência habitual. (ATENÇÃO ENTREVISTADOR: CASO O RESPONDENTE NÃO RESPONDA, PERGUNTE:) Se você tivesse que pensar em uma média dos últimos doze meses, qual seria? (RU – ESTIMULADA)

24 EXEMPLO DE CAPÍTULOS - CARTÕES CARTÃO B6 A.- 17 ou mais doses em um único dia B.- 12 a 16 doses em um único dia C.- De 8 a 11 doses D.- 5, 6 ou 7 doses E.- 4 doses F.- 3 doses G.- 2 doses H.- 1 dose

25 EXEMPLO DE CAPÍTULOS - FOTOS

26

27

28

29

30

31 EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS C. EFEITOS PREJUDICIAIS DO BEBER Qa.Agora pensando na sua vida toda, houve algum período quando você achou que o seu beber tinha um efeito prejudicial sobre (LEIA O ITEM): (RU – ESTIMULADA) (SE SIM PARA A Q.a E A SITUAÇÃO DE BEBER NO MARCADOR FOR BEBEDOR ATUAL (B5= 1 À 9), PERGUNTE Q. b IMEDIATAMENTE) Qb.Isso aconteceu nos últimos 12 meses? (RU – ESTIMULADA)

32 17. Nos últimos 30 dias, quantas vezes você viu propagandas de bebidas alcoólicas em outdoors, revistas, jornais, na tv ou ouviu na rádio? EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS

33 L. BEBER/ DIRIGIR – PUNIÇÃO SOCIAL (MOSTRAR CARTÃO L1) As questões seguintes são a respeito das atitudes em relação às bebidas alcoólicas e a Condução de automóveis. Para cada afirmação, por favor, diga-me se você concorda totalmente, concorda em parte, nem discorda nem concorda, discorda em parte ou discorda completamente. EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS

34 a. Durante Infância/ Adolescência b. Eles tinham bebido? Si m Nã o Nã o sab e Re cus a Si m Nã o Nã o sab e Re cus a O3. Machucaram você com algum objeto? O4. Bateram em você? O5. Intencionalmente te queimaram ou jogaram água quente? O6. Ameaçaram você com uma faca ou com uma arma? O7. Atiraram em você com uma arma ou atingiram com uma faca? O8. Cometeram algum tipo de violência/ abuso sexual? a.Durante sua infância e adolescência, seus pais ou as pessoas que o criaram, alguma vez fizeram b.uma das coisas que vou ler? (LEIA CADA ITEM): (EM CASO AFIRMATIVO PARA a., PERGUNTE b. EM SEGUIDA) b.Eles tinham bebido?

35 P29.Qual foi a PRINCIPAL razão para O Sr decidir parar de fumar? (SELECIONE APENAS UMA RESPOSTA) EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS

36 Q8. Qual o jogo que você mais gasta dinheiro atualmente (CARTÃO Q5)?

37 EXEMPLO DE CAPÍTULOS - PERGUNTAS R. TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) R. Agora eu vou mencionar algumas situações que podem ocorrer com as pessoas. Para cada situação me diga qual a freqüência que isso ocorreu com você nos últimos 6 meses. S. Utilize as opções que estão neste cartão.? (MOSTRAR CARTÃO R)

38 O questionário foi aplicado de dezembro de 2005 a junho de 2006 por uma equipe de entrevistadores contratados e treinados pela Ipsos Opinion Cada domicílio sorteado deveria ser entrevistado, sendo que a não realização da entrevista acarretaria na perda do domicílio, pois a metodologia não permite substituição do indivíduo sorteado A taxa de resposta final foi de 66% O questionário original está disponível no site TAXA DE RESPOSTAS APÓS A APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO

39

40 MATERIAIS E MÉTODOS Esse estudo analisa dados de 1445 residências elegíveis com indivíduos casados ou vivendo com parceiros (homens com n=631 e mulheres com n=814) A seleção foi facilitada devido ao mecanismo de pulos do questionário, representando portanto, o total de entrevistados no I Levantamento Todos os respondentes deram seu consentimento informado

41 MATERIAIS E MÉTODOS Foram feitas um total de 18 questões sobre a ocorrência de diferentes tipos de comportamentos violentos nos últimos 12 meses As 09 primeiras questões foram relacionadas à violência perpetrada pelo respondente As 09 questões seguintes foram relacionadas à vitimização do respondente pelo parceiro(a)

42 MATERIAIS E MÉTODOS O entrevistado respondeu sobre eventos como: somente agressão, somente vitimização ou agressão mútua A pergunta sobre o consumo de álcool durante o evento foi feita somente nos casos em que já havia uma resposta positiva para violência entre parceiros, nos últimos 12 meses As questões foram dirigidas tanto para avaliar o consumo de álcool pelo respondente quanto pelo companheiro(a)

43 MATERIAIS E MÉTODOS (APENAS INDIVÍDUOS CASADOS OU VIVENDO COM PARCEIRO(A) [A4 = 2] DEVEM RESPONDER O9-O26. TODOS OS OUTROS ADULTOS DEVEM PULAR PARA P1. ADOLESCENTES NÃO CASADOS PULEM PARA O27.) Alguns casais têm períodos de crises e discussões, mesmo que eles vivam bem um com o outro. A lista abaixo apresenta algumas das coisas que podem acontecer durante uma discussão ou briga de casais. Responda se: A) Nos últimos 12 meses, alguma vez você já (LEIA CADA ÍTEM): (SE A RESPOSTA FOR SIM, E O INDIVIDUO CONSOME ÁLCOOL, PERGUNTE A QUESTÃO B, IMEDIATAMENTE E A QUESTÃO C EM SEGUIDA). B) Você tinha consumido bebidas alcoólicas em ao menos uma vez quando isto aconteceu? C) Seu (sua) companheiro (a) tinha bebido quando isto aconteceu?

44 MATERIAIS E MÉTODOS

45 Agora, responda às perguntas abaixo, para as mesmas situações listadas na questão anterior: A) Nos últimos 12 meses, alguma vez seu companheiro (a) já (LEIA CADA ÍTEM): (SE A RESPOSTA FOR SIM, E O INDIVÍDUO CONSOME ÁLCOOL, PERGUNTE A QUESTÃO B, IMEDIATAMENTE E A QUESTÃO C EM SEGUIDA). B) Você tinha consumido bebidas alcoólicas ao menos uma vez quando isto aconteceu? C) Seu (sua) companheiro (a) tinha bebido quando isto aconteceu?

46 MATERIAIS E MÉTODOS

47 Variáveis Sóciodemográficas Idade; classificados por faixa etária:(14-29, 30-39, 40-49;50-59; 60 ou acima) Renda: dividida em 5: (US$200 ou abaixo, US$ , US$ , US$ , US$801 ou acima) Emprego: divididos por categorias: (a) empregado/trabalho informal/estudante e (b) desempregado/aposentado/inválido, e ainda para as mulheres, (c) dona-de casa Educação: dividida em 4 categorias: até 5º série; 6º to 8º série; segundo grau completo ou incompleto; nível superior completo ou incompleto Religião: Católica; Evangélica/Protestante; outra ou nenhuma Regiões geográficas: Norte; Nordeste; Centro-oeste; Sudeste e Sul

48 MATERIAIS E MÉTODOS Análise Estatística O teste do χ2 foi usado para a diferença de gênero na prevalência de violência doméstica conjugal e também para a associação bivariada com fatores sóciodemográficos Regressão logística foi usada para identificar fatores sóciodemográficos preditores de violência Foi utilizado o programa estatístico Software for Survey Data Analyses (SUDAAN)

49 RESULTADOS Table 1 - Prevalence of any Intimate Partner Violence (IPV), perpetration and victimization in the Past 12 Months (%) Note: Rates are reported in weighted percentage and n are unweighted. *p<0.05.

50 RESULTADOS Table 2 - Drinking During Intimate Partner Violence (IPV) Event in the Past 12 Months (%) Note: Rates are reported in weighted percentage and n are unweighted. *p<0.05;***p<0.001.

51 RESULTADOS Table 3 Bivariate association between Male to Female Perpetration Violence (MFPV) Female to Male Perpetration Violence (FMPV) and Sociodemographic Note: Figures in parenthesis represent the denominator *p<0.05; ***p<0.001.

52 RESULTADOS Table 4 Sociodemographic Predictors of Male to Female Perpetration Violence (MFPV) and Female to Male Perpetration Violence (FMPV) (OR and 95 Percent CI) Note: ($) Housewife category does not apply to Males *p<0.05; **p<0.01.

53 CONCLUSÕES As mulheres apresentaram um maior envolvimento em violência entre parceiros, tanto como agressoras quanto como vítimas As mulheres apresentaram um maior envolvimento em violência entre parceiros, tanto como agressoras quanto como vítimas O tipo de violência mais freqüente foi a agressão mútua O tipo de violência mais freqüente foi a agressão mútua Os homens consumiram álcool durante os episódios de violência entre parceiros com uma freqüência bastante superior às mulheres Os homens consumiram álcool durante os episódios de violência entre parceiros com uma freqüência bastante superior às mulheres

54 CONCLUSÕES Casais mais jovens apresentaram maior risco de envolvimento em violência conjugal quando comparados aos casais idososCasais mais jovens apresentaram maior risco de envolvimento em violência conjugal quando comparados aos casais idosos O estudo demonstrou que a religião - no caso dos homens - e o trabalho das mulheres como dona-de-casa são fatores protetores contra a violência entre parceirosO estudo demonstrou que a religião - no caso dos homens - e o trabalho das mulheres como dona-de-casa são fatores protetores contra a violência entre parceiros

55 AGRADECIMENTOS A realização desse estudo só foi possível devido à soma de esforços da Universidade Federal de São Paulo, University of Texas School of Public Health e Secretaria Nacional Antidrogas – SENAD


Carregar ppt "INTRODUÇÃO A violência entre parceiros (intimate partner violence – IPV) é um problema de saúde pública emergente em todo o mundo Um grande número de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google