A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: Samir Silveira GESTÃO DE RISCOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: Samir Silveira GESTÃO DE RISCOS."— Transcrição da apresentação:

1 Professor: Samir Silveira GESTÃO DE RISCOS

2 CAPM Capital Asset Princing Model

3 O CAPM (Capital Asset Pricing Model – Modelo de Precificação de Ativos Financeiros) provê um esquema conceitual útil para avaliar e ligar retorno e risco. CAPM compara os riscos não diversificáveis com o retorno de todos os ativos. É um modelo que descreve a relação entre risco e o retorno esperado. É usado na precificação de riscos de ativos. CAPM

4 Para utilização do CAPM é necessário conhecer alguns conceitos Regressão Taxa Livre de Risco Retorno de Mercado Classificação de Risco Coeficiente Beta CAPM

5 Quando se trabalha com duas ou mais variáveis, elas podem estar ou não relacionadas. Se as variáveis estiverem relacionadas, podemos então estabelecer uma sentença matemática que estabeleça essa relação. Regressão Linear Análise de regressão é uma metodologia estatística que utiliza a relação entre duas ou mais variáveis quantitativas (ou qualitativas) de tal forma que uma variável pode ser predita a partir da outra ou outras.

6 Correlação e Regressão são duas técnicas relacionadas Correlação: quantifica a intensidade (força) da relação, resulta em um número que exprime o grau de relacionamento entre duas variáveis Regressão: Explicita a forma dessa relação por meio de um equação matemática Regressão Linear

7 Exemplos de variáveis que podemos calcular uma regressão: Relação entre a idade e a estatura de uma criança Relação entre numero de automóveis na rua e a poluição do ar Relação entre vendas e marketing Outros... Regressão Linear

8 Em resumo o objetivo da análise de regressão é encontrar uma função linear que permita: Descrever e compreender a relação entre uma variável dependente (y) e uma ou mais variáveis independentes (x). Projetar ou estimar uma variável em função de uma ou mais variáveis independentes Regressão Linear

9 O objetivo do diretor de vendas de uma rede de varejo é analisar a relação entre o investimento realizado em propaganda e as vendas das lojas da rede, para realizar projeções de vendas de futuros investimentos em propaganda. A tabela seguinte registra uma amostra representativa extraída dos registros históricos das lojas de tamanho equivalente, com os valores de Propaganda e Vendas em milhões. Analisar a possibilidade de definir um modelo que represente a relação entre essas duas variáveis. Regressão Linear: Exemplo

10 Variável Dependente = Y Variável Independente = X Fórmula Matemática Y = A + B.X A = uma constante (interseção) B = multiplicador (variável independente) Regressão Linear: Exemplo

11 Para utilização do CAPM é necessário conhecer alguns conceitos Regressão Taxa Livre de Risco Retorno de Mercado Classificação de Risco Coeficiente Beta CAPM

12 A taxa básica de juros corresponde à menor taxa de juros vigente em uma economia, funcionando como taxa de referência para todos os contratos. É também a taxa a que um banco empresta a outros No Brasil, a taxa de juros básica é a taxa SELIC, que é definida como sendo uma taxa pura, ou seja, livre de risco Taxa Livre de Risco

13 Para utilização do CAPM é necessário conhecer alguns conceitos Regressão Taxa Livre de Risco Retorno de Mercado Classificação de Risco Coeficiente Beta CAPM

14 Considera-se o retorno do mercado como sendo uma carteira perfeitamente diversificada No Brasil considera-se o IBOVESPA como sendo o indicador de retorno de mercado O IBOVESPA tem essa característica por se tratar do índice que melhor retrata a economia brasileira, uma vez que concentra 90% dos negócios do país e seu cálculo observa grande rigor metodológico, permitindo tanto avaliações de curtíssimo prazo, como observações de expressivas séries de tempo. Retorno de Mercado

15 Para utilização do CAPM é necessário conhecer alguns conceitos Regressão Taxa Livre de Risco Retorno de Mercado Classificação de Risco Coeficiente Beta CAPM

16 Para o Modelo CAPM os riscos são classificados como: a) Risco diversificável: inerente à empresa e ao negócio; b) Risco não diversificável: inerente ao mercado. Classificação de Risco

17 0 Número de ações Risco sistemático (não-diversificável) Risco não sistemático (diversificável) Risco da carteira ( ) σMσM

18 Uma vez que o risco diversificável é passível de eliminação/mitigação, por meio de diversificação, o CAPM preocupa-se apenas co o risco não diversificável CAPM compara os riscos não diversificáveis com o retorno de todos os ativos Usando assim na precificação de riscos de ativos. Classificação de Risco

19 Para utilização do CAPM é necessário conhecer alguns conceitos Regressão Taxa Livre de Risco Retorno de Mercado Classificação de Risco Coeficiente Beta CAPM

20 O CAPM utiliza o índice β - beta - para medir o risco não diversificável. Este índice mede a variação de uma ação em relação a uma carteira de mercado, perfeitamente diversificada. Uma ação com um beta de 1,0 tem risco médio de mercado. A rentabilidade desse ativo sobe ou desce os mesmos pontos percentuais do mercado Coeficiente Beta

21

22

23 O Beta de uma carteira pode ser facilmente estimado multiplicando o percentual que cada ativo representa no portfólio pelo seu Beta. B portfólio=(w1 x b1)+ (w2 x b2)+...+(wn x bn). O Beta de uma carteira é interpretado de maneira análoga ao Beta de um ativo individual. Coeficiente Beta

24 APLICAÇÃO DO CAPM Capital Asset Princing Model

25 CAPM onde: kj retorno exigido sobre o ativo j Rf taxa de retorno livre de risco. Premio pago ao ativo livre de risco (espera) βj coeficiente beta. Mede o risco não diversificável. É a variabilidade do retorno da ação em relação ao mercado (km – Rf) Premio pago pela ocorrência de risco Modelo de precificação de ativos de capital - CAPM


Carregar ppt "Professor: Samir Silveira GESTÃO DE RISCOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google