A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DESLOCAMENTO DE UM CORPO Colégio MV – 9º ano Ciências- Física Profª Adriana Amorim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DESLOCAMENTO DE UM CORPO Colégio MV – 9º ano Ciências- Física Profª Adriana Amorim."— Transcrição da apresentação:

1 DESLOCAMENTO DE UM CORPO Colégio MV – 9º ano Ciências- Física Profª Adriana Amorim

2 Você está de férias e vai viajar. Um amigo te pergunta: - Pra onde vai? E você responde: - Vou passar as minhas férias a 200 km daqui, ou seja, vou me deslocar 200 km. - Para o teu amigo saber onde vai, é necessário fornecer mais informações, não basta apenas indicar um valor numérico (200) e uma unidade (km). - Se estiver em Ubatuba e se deslocar 200 km, tanto pode ir para Angra dos Reis, como para Santos, ou para Campos do Jordão ou para alto mar.

3 Para o teu amigo poder descobrir o local você terá que lhe indicar a direção e o sentido. Neste caso estamos tratando de uma grandeza vetorial.

4 E o tempo? É necessário indicar direção e sentido para o tempo? Não. O tempo não tem direção nem sentido. É uma grandeza que, para ficar definida, basta indicar o valor e a unidade (10 horas, 10 minutos..). As grandezas em que é suficiente indicar o seu valor numérico e a respectiva unidade, são grandezas escalares. E quanto tempo você levará para fazer esta viagem?

5 GRANDEZA ESCALAR -Pode ser identificada apenas pelo seu valor numérico (em módulo) e pela sua unidade. Tempo 3s. Massa 25kg. Temperatura 75ºC

6 GRANDEZA VETORIAL -Precisa especificar além do valor (módulo), a direção e o sentido. -O vetor pode ser representado por um segmento de reta orientado, e seu tamanho é proporcional à intensidade da grandeza que este representa. DIREÇÃO: VERTICAL HORIZONTAL DIAGONAL É a reta suporte

7 SENTIDO: Para cima Para baixo Para direita Para esquerda Indicado pela seta

8 Velocidade 98km/hAceleração 10m/s2 Deslocamento 15m FORÇA 30 N

9 ESTUDANDO AS CAUSAS DO MOVIMENTO DINÂMICA – parte da Mecânica que estuda as causas do movimento. -Os corpos podem se movimentarem, podem permanecer estáticos ou se deformarem. -O que causas estas modificações nos corpos é chamado de FORÇA, e é necessário no mínimo dois corpos interagindo entre si.

10 FORÇA DE CONTATO - É a força que atua sobre dois corpos em contato.

11 FORÇA A DISTÂNCIA OU FORÇA DE CAMPO - É a força que atua sobre dois corpo onde a interação ocorre a uma certa distância. Quanto menor a distância, maior será a força de interação.

12 FORÇA DE ATRITO -Quando dois corpos em contato tendem a se movimentar, um em relação ao outro, surge entre as suas superfícies uma força contrária a este movimento. Força de atrito estático

13 -E se a caixa tivesse rodinhas? -Ainda assim existiria o atrito, porém menor. Ao ser empurrada a caixa se deslocaria, mas iria parar alguns segundos depois. -Quando o objeto está em movimento e para, por causa do atrito, chamamos de força de atrito dinâmico.

14 -A força de atrito também atua em outros meios: Resistência do ar

15 Resistência da água

16 -O atrito entre as superfícies em contanto depende exclusivamente da natureza do material que é feito o objeto. -Existem muitas maneiras de minimizar o atrito entre superfícies e em outros meios.

17 OPERAÇÕES COM VETORES F1F1 F2F2 Situação 1: quando os ângulos entre os vetores- força for igual a 0°. FR = F1 + F2 A caixa está sendo puxada com forças de mesma direção e sentido.

18 Situação 2: Quando o ângulo entre os vetores-força for 90º. F1F1 F2F2 FRFR Essas duas forças produzem uma resultante, que resultará em um triângulo retângulo. O cálculo da força resultante é feita através do teorema de Pitágoras. Exemplo p. 223

19 Situação 3: Quando o ângulo entre os vetores-força for 180º. a) Quando as forças sobre um objeto se anulam permanecendo em repouso ou em equilíbrio. F1F1 F2F2 Sobre a bolinha estão sendo exercidas duas forças de mesma intensidade e sentidos opostos, dando a ela um estado de repouso. Matematicamente, estamos falando em subtração de vetores onde a resultante é igual a zero.

20 b) Quando a atuação de forças de mesma direção e sentidos opostos geram uma resultante. F2F2 F1F1 F3F3 F4F4 Quando sobre um corpo atuam mais de duas forças, chamamos este conjunto de forças de sistemas de forças. F R = ( F 2 + F 3 + F 4 ) – F 1

21 Em uma soma de vetores, a representação gráfica se dá quando a extremidade de um vetor liga-se a origem de outro. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DE VETORES a b c a b c origem extremidade R

22 Resolver exercícios: p. 228 – 2, 3 e 4. p. 229 – 10 e 11 p. 230 – 12 e 13.


Carregar ppt "DESLOCAMENTO DE UM CORPO Colégio MV – 9º ano Ciências- Física Profª Adriana Amorim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google