A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERFIL DE SENSIBILIDADE DAS UROCULTURAS DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL MONOGRAFIA CONCLUSÃO DE RESIDÊNCIA EM PEDIATRIA Hospital Regional da Asa Sul Residência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERFIL DE SENSIBILIDADE DAS UROCULTURAS DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL MONOGRAFIA CONCLUSÃO DE RESIDÊNCIA EM PEDIATRIA Hospital Regional da Asa Sul Residência."— Transcrição da apresentação:

1 PERFIL DE SENSIBILIDADE DAS UROCULTURAS DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL MONOGRAFIA CONCLUSÃO DE RESIDÊNCIA EM PEDIATRIA Hospital Regional da Asa Sul Residência Médica em Pediatria VINICIUS SANTANA PEREIRA Orientador: Jefferson A P. Pinheiro 22/10/2008

2 INTRODUÇÃO Está entre o grupo de infecções mais comuns na faixa etária pediátrica. Está entre o grupo de infecções mais comuns na faixa etária pediátrica. Associado a potenciais conseqüências, caso não seja iniciado tratamento a tempo e realizado seguimento correto. Associado a potenciais conseqüências, caso não seja iniciado tratamento a tempo e realizado seguimento correto. Definição de ITU. Definição de ITU. Zorc JJ, Kiddoo DA, Shaw KN. Diagnosis and management of pediatric tract infections. Clinical Microbiology Reviews 2005; Zorc JJ, Kiddoo DA, Shaw KN. Diagnosis and management of pediatric tract infections. Clinical Microbiology Reviews 2005;

3 INTRODUÇÃO Classificação Classificação Quanto à localização Quanto à localização Infecção do trato urinário baixa Infecção do trato urinário baixa Infecção do trato urinário alta Infecção do trato urinário alta Quanto à incidência Quanto à incidência Primoinfecção Primoinfecção Infecção recorrente Infecção recorrente Chang SL, Shortliffe LD. Pediatric urinary tract infections. Pediatr Clin N Am 2006;

4 INTRODUÇÃO Associação com anormalidades anatômicas. Associação com anormalidades anatômicas. Refluxo vesico-ureteral Refluxo vesico-ureteral Válvula de uretra posterior. Válvula de uretra posterior. Bexiga neurogênica. Bexiga neurogênica. Necessidade de profilaxia. Necessidade de profilaxia. Cicatriz renal e suas conseqüências. Cicatriz renal e suas conseqüências. Elder JS. Vesicoureteral reflux. In: Kliegman: Nelson textbook of pediatrics 18th ed. St Louis- MO 2007; 539:

5 INTRODUÇÃO ITU em pacientes menores de 1 ano. ITU em pacientes menores de 1 ano. Características. Características. Importância da amamentação. Importância da amamentação. Circuncisão. Circuncisão. Toporovki J, Guidoni EBM. Infecção do trato urinário na infância. In: Temas de pediatria. 2006;82:5-33

6 INTRODUÇÃO Variação da incidência com a faixa etária. Variação da incidência com a faixa etária. Associação com higiene, atividade sexual e hábitos alimentares. Associação com higiene, atividade sexual e hábitos alimentares. Características como perfil de sensibilidade e bactéria mais prevalentes variam de acordo com cada serviço. Características como perfil de sensibilidade e bactéria mais prevalentes variam de acordo com cada serviço. Srarifian M, Karimi, Tabatabaei SR, Anvaripour. Microbial sensitivity pattern in urinary tract infections in children: A single center experience of 1,177 urine cultures. Jpn J. Infect. Dis 2006;

7 OBJETIVOS Gerais: Avaliar o perfil de sensibilidade das uroculturas do Hospital Regional da Asa Sul. Específicos: Avaliar os principais microorganismos envolvidos nas infecções urinárias. Analisar os índices de resistência aos principais antimicrobianos.

8 LOCAL DE ESTUDO Hospital Regional da Asa Sul. Hospital Regional da Asa Sul. 81 leitos pediátricos Principal hospital pediátrico da rede pública referência desta especialidade na região Centro-Oeste do Brasil 6000 atendimentos no pronto socorro infantil por mês.

9 MÉTODOS DELINEAMENTO DO ESTUDO DELINEAMENTO DO ESTUDO Estudo retrospectivo, com avaliação das uroculturas coletadas entre junho de 2007 e julho de Estudo retrospectivo, com avaliação das uroculturas coletadas entre junho de 2007 e julho de Utilizado questionário pré-estabelecido. Utilizado questionário pré-estabelecido. Analisadas 212 uroculturas. Analisadas 212 uroculturas.

10 QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO

11 MÉTODOS Metodologia Metodologia Uroculturas positivas com isolamento de microorganismo com mais de UFC/ml. Uroculturas positivas com isolamento de microorganismo com mais de UFC/ml. Pacientes com idade inferior a 12 anos. Pacientes com idade inferior a 12 anos. Análise Estatística Análise Estatística Os dados coletados foram armazenados em banco de dados e analisados pelo programa software SPSS versão 14 (Statistical Package for Social Sciences). Os dados coletados foram armazenados em banco de dados e analisados pelo programa software SPSS versão 14 (Statistical Package for Social Sciences).

12 RESULTADOS E DISCUSSÃO Predomínio de pacientes de até dois anos de idade. Predomínio de pacientes de até dois anos de idade. Imaturidade do sistema imune nessa faixa etária. Imaturidade do sistema imune nessa faixa etária. Importância da incidência nessa faixa etária. Importância da incidência nessa faixa etária. Distribuição de acordo com faixa etária dos pacientes com ITU no HRAS Shaikh N, Morone NE, Bost JE, Farrel MH. Prevalence of urinary tract infection in childhood. The pediatric infectious disease journal 2008; The pediatric infectious disease journal 2008;

13 RESULTADOS E DISCUSSÃO Risco de grande número de falsos positivos. Risco de grande número de falsos positivos. Coleta por saco coletor. Coleta por saco coletor. Distribuição de acordo com faixa etária dos pacientes com ITU no HRAS White CT, Matsell DG. Childrens UTI in the new millennium. Can Fam Physician 2001;

14 RESULTADOS E DISCUSSÃO Predominância do sexo feminino, porém em menor proporção do que a encontrada na literatura, na qual há relatos de proporção de até 20:1. Predominância do sexo feminino, porém em menor proporção do que a encontrada na literatura, na qual há relatos de proporção de até 20:1. Influência da circuncisão. Influência da circuncisão. Distribuição de acordo com sexo dos pacientes com ITU no HRAS

15 RESULTADOS E DISCUSSÃO Maior prevalência de Escherichia coli. Maior prevalência de Escherichia coli. Presença de fatores que facilitam adesão da bactéria. Presença de fatores que facilitam adesão da bactéria. Em segundo lugar Proteus mirabilis. Em segundo lugar Proteus mirabilis. Apenas 1 menina. Apenas 1 menina. Relação com a proporção maior de meninos. Relação com a proporção maior de meninos. Perfil dos germes isolados nas uroculturas do HRAS Número de pacientes

16 RESULTADOS E DISCUSSÃO Alta resistência à ampicilina associada com sulbactan. Alta resistência à ampicilina associada com sulbactan. Não é usado de rotina em nosso serviço. Não é usado de rotina em nosso serviço. Mais de 50% das cepas resistentes ao sulfametoxazol/trimetropim. Mais de 50% das cepas resistentes ao sulfametoxazol/trimetropim. Antibiótico amplamente usados nos EUA. Antibiótico amplamente usados nos EUA. Crescente resistência nas últimas décadas. Crescente resistência nas últimas décadas. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento ambulatorial das ITU do HRAS

17 RESULTADOS E DISCUSSÃO Cerca de 15% de resistência à nitrofurantoína. Resistência maior que a encontrada na literatura. Resistência maior que a encontrada na literatura. Considerada medicação efetiva, barata e de pouca repercussão na flora intestinal. Considerada medicação efetiva, barata e de pouca repercussão na flora intestinal. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento ambulatorial das ITU do HRAS

18 RESULTADOS E DISCUSSÃO 12,5% de resistência à cefalexina. Droga muito utilizada em nosso serviço. Droga muito utilizada em nosso serviço. Influência na flora intestinal. Influência na flora intestinal.. Menor resistência: ácido nalidíxico. Quinolona não fluorada. Quinolona não fluorada. Liberada para uso um crianças. Liberada para uso um crianças. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento ambulatorial das ITU do HRAS

19 RESULTADOS E DISCUSSÃO 12,5% de resistência à cefazolina. 12,5% de resistência à cefazolina. Quando foi lançada apresentava grande atividade contra as principais causadoras. Quando foi lançada apresentava grande atividade contra as principais causadoras. Apresentado crescente resistência. Apresentado crescente resistência. 3% de resistência à ceftriaxona. 3% de resistência à ceftriaxona. Possibilidade de dose única diária. Possibilidade de dose única diária. Indutor de resistência. Indutor de resistência. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento hospitalar das ITU do HRAS

20 RESULTADOS E DISCUSSÃO Menos de 1% de resistência ao cefepime. Menos de 1% de resistência ao cefepime. Apenas 1 amostra resistente. Apenas 1 amostra resistente. Antibiótico reservado para casos graves não responsivos ao esquema iniciual. Antibiótico reservado para casos graves não responsivos ao esquema iniciual. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento hospitalar das ITU do HRAS

21 RESULTADOS E DISCUSSÃO 11,5% de resistência à gentamicina. 11,5% de resistência à gentamicina. Muito utilizado em nosso serviço. Muito utilizado em nosso serviço. Altos níveis de concentração no trato urinário. Altos níveis de concentração no trato urinário. Toxicidade dependente de vários fatores. Toxicidade dependente de vários fatores. Em RN e lactentes jovens associada à ampicilina. Em RN e lactentes jovens associada à ampicilina. Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento hospitalar das ITU do HRAS

22 RESULTADOS E DISCUSSÃO 2% de resistência à ciprofloxacina. 2% de resistência à ciprofloxacina. Quinolona fluorada. Quinolona fluorada. Grande efetividade contra Pseudomonas. Grande efetividade contra Pseudomonas. Uso limitado devido a eventuais efeitos colaterais Uso limitado devido a eventuais efeitos colaterais Percentual de resistência aos antimicrobianos utilizados para tratamento hospitalar das ITU do HRAS

23 CONCLUSÃO Nosso serviço apresenta grande resistência ao sulfametoxazol/trimetroprim. Nosso serviço apresenta grande resistência ao sulfametoxazol/trimetroprim. O uso de rotina deveria ser evitado. O uso de rotina deveria ser evitado. Sugestão de uso na profilaxia: ácido nalidíxico ou cefalexina. Sugestão de uso na profilaxia: ácido nalidíxico ou cefalexina.

24 Agradecimentos: Agradecimentos: Funcionários do laboratório. Funcionários do laboratório. Preceptores. Preceptores. Colegas e amigos residentes. Colegas e amigos residentes. Dr Jefferson. Dr Jefferson.

25 Quando nada parece dar certo, vou ver o cortador de pedras martelando sua rocha talvez 100 vezes, sem que uma única rachadura apareça. Mas na centésima primeira martelada a pedra se abre em duas, e eu sei que não foi aquela que conseguiu isso, mas todas as que vieram antes Quando nada parece dar certo, vou ver o cortador de pedras martelando sua rocha talvez 100 vezes, sem que uma única rachadura apareça. Mas na centésima primeira martelada a pedra se abre em duas, e eu sei que não foi aquela que conseguiu isso, mas todas as que vieram antes Jacob Riis Jacob Riis

26 OBRIGADO


Carregar ppt "PERFIL DE SENSIBILIDADE DAS UROCULTURAS DO HOSPITAL REGIONAL DA ASA SUL MONOGRAFIA CONCLUSÃO DE RESIDÊNCIA EM PEDIATRIA Hospital Regional da Asa Sul Residência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google