A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Faculdade Campo Real Engenharia de Produção 7º not. Ética O que devo ou o que posso fazer? (o desafio de compreender e agir com coerência) Prof. Ms. luigi.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Faculdade Campo Real Engenharia de Produção 7º not. Ética O que devo ou o que posso fazer? (o desafio de compreender e agir com coerência) Prof. Ms. luigi."— Transcrição da apresentação:

1 Faculdade Campo Real Engenharia de Produção 7º not. Ética O que devo ou o que posso fazer? (o desafio de compreender e agir com coerência) Prof. Ms. luigi chiaro

2 O acadêmico (de Engenharia de produção): entre desafios e provocações diante de uma sociedade globalizada em transformação ética. Crise ou transformação? Relação Ética e Engenharia.

3 Um fato: A Engenharia está impregnada na água que bebemos, nas estradas que percorremos, nas pontes que atravessamos, nas casas que habitamos, nos escritórios em que trabalhamos, nos alimentos que ingerimos, no modo como nos comunicamos, na maneira como a nossa saúde é preservada, no mobiliário de que nos rodeamos, na música que escutamos, na roupa que vestimos - em suma, numa infinda quantidade de facetas das nossas vidas. Esta relevância requer dos engenheiros um vigoroso sentido de responsabilidade e de ética - seja como funcionários, líderes, gestores, consultores ou empresários.

4 Nosso Mundo

5 Busca do ser humano Felicidade (desde o homem da caverna) 1º) Alimento + abrigo + sexo 2º) Alimento feito no fogo + a casa + domínio do território – família – tribo 3º) bem estar do espírito – religião – misticismo (Tales de Mileto/ Aristóteles/Platão) 4º) hoje...

6 SOCIEDADE DO CONHECIMENTO: revolucionária/complexa (contraditória-fragmentada) Exige... priva das condições Busca de felicidade Erros: Sucesso Todos (frio) FelizesTodos os dias ComprarTodo desejado (Godói) Bem estarpermanente

7 crise Muitos conhecem Princípios mas não vivem de acordo Princípios ? CRISE DE VALORES? INVERSÃO DE VALORES...

8 valores da atual sociedade Pai joga a filha pela janela Aluno entra na escola armado, atira na turma, mata colegas, professora em seguida se suicida. Medico ginecologista insemina paciente de forma artesanal... Acadêmicos de direito preso com posse de 6 ton. de droga... Agente de saúde abusa de paciente... Mulher traída mata e esquarteja o marido...

9 No mundo das engenharias... Compra sem licitações (enriquecimento ilícito) Notas frias (sonegação) Troca de material (obra apresenta rachaduras antes de inauguração) (produto deteriorado é responsável por intoxicar consumidores...)

10 Motivo da inversão? divina fonte que (in)forma (?) Mídia (formadora ou informadora?) Novela BBB Notícias Deputado... $ cueca... Ministro turismo: Cartão motel... Presidente Câmara Guarapuava... E nós...

11 Faculdade: cola festa em horário de aula repúdio aos trabalhos Família: Separação, falta de diálogo Trabalho: Câmbios constantes (5 anos), inveja Vida afetiva: Relações momentâneas e superficiais sem dúvida o nosso tempo... prefere a imagem à coisa, a cópia ao original, a representação à realidade, a aparência ao ser.. Ludwig Fauerbach (1842)

12 Motivo de estarmos aqui? Estimular o conhecimento Despertar novas consciências Ensinar a seduzir Produzir e Viver o saber Para transformá-los em bem estar Oficina de human iz ação PARA...

13 Pensar Mundo Declaramo-nos donos do agir Muitos falam Poucos pensam Analfabetos funcionais

14 É preciso transformar nosso mundo pelo conhecimento Sem deixar nossa humanidade Voltar a dialogar com o ser, a pensar o ser. Meio indispensável para pensar: Usar da sensibilidade humana (humanos, demasiadamente humanos)

15 Hoje palavra chave: crise Sociedade Família Indivíduo Mundo do trabalho Desrespeito à lei Corrupção na política Fome/miséria # Opulência CRISE (crasis=ruptura) DE VALORES? INVERSÃO DE VALORES...

16 CONSEQUÊNCIAS: (NOVA) SOCIEDADE DE DIREITOS NÃO (MAIS) DE DEVERES Axioma: Minimizar a austeridade e maximizar o desejo, minimizar a disciplina e maximizar a tolerância. ar

17 Esta mentalidade é chamada de pós-modernidade relativismo moral, individualismo exagerado, narcisismo hedonista, Questionar os princípios estabelecidos Não há verdade, mas sim verdades Ausência de Pietas (=solidariedade) Ruptura entre ética e conhecimento; entre o dever e o querer... Historia do pastor (Platão) (ontem) Hoje? (ver aula anterior)

18 Urge ´sensibilidade Responsabilidade Solidariedade ÉTICA

19 surge na vida do homem como uma profunda reflexão, através da qual podemos compreender as imensas angústias da alma humana.

20 Ética: Sabemos o que é, Todos falamos, Muitos cobramos Ninguém consegue explicar. ?

21 Definições (pseudo) Ciência da conduta humana, segundo o bem e o mal, com vista à felicidade = fruto do agi bem Tradicionalmente é entendida como estudo/reflexão sobre costumes ou ações humanas. Conjunto de valores que norteia o comportamento do homem em sociedade (orientando-o para o bem comum). Mas... Algumas dúvidas...

22 Dúvida: é a condição humana... Estou agindo certo? Devo seguir essa regra? O que é melhor para mim agora? Como devo viver? Sei o que certo, mas quero fazer o que gosto: posso? Difícil alinhavar... Dever Poder Querer ?

23 Fato Tudo o que é bomproibido gostosopecado agradávelengorda lei do + esperto ou + honesto? do trapaceiro ou do justo?

24 Diante de Fatos Coisas julgamos Pessoas entre o ser e o dever ser Normas heteronomia autonomia anomia Emitimos juízos de fato valor Valores = obrigações morais

25 Valores Princípios Não valem: dizem o DEVER-SER Herdados (alguém ensina) (respeitar velhos) Bipolares (bem – mal) Referibilidade (tomar necessariamente posições)(julgar) Orientam (não impõem) Valor fonte: HOMEM vale por si só Faz do ser o seu dever ser

26 Onde aplico os valores na Moral = comportamento, ação, costume = conjunto de regras que organizam a sociedade (Normas) Só o homem pode ser bom ou ruim (Scheller)

27 Urgem e surgem? Permitir ao homem organizar-se (# animal) Surgem inicialmente como proibições: incesto não matar não roubar Entre o (ser) real e (normas) o (dever ser) ideal (valores)

28 Importância É a ciência (que avalia) a conduta humana, segundo o bem e o mal, com vista na felicidade: Ciência não teórica sim prática Avalia: a qualidade da conduta humana

29 Esclarecendo ÉTICA Permanente Universal Regra Teoria Princípios Juízo de valor: não ficar indiferente MORAL Temporal Cultural Conduta de regra Prática Aspectos de conduta específicos Juízo de fato: comportamento

30 Finalidade qual o bem supremo que o homem pode conseguir com seus atos e durante sua vida? [...] FELICIDADE Aristóteles Caminho para alcançar uma vida moralmente boa e, por meio dela, conseguir a felicidade: Ser feliz é o resultado do habito do bem agir.

31 Para existir precisam : NORMA (Dever ser) (Imperativo) Lei externa para orientar FATO o que o homem faz movido pela consciência ( pessoal/social ) moral imoral jamais amoral

32 Para o ato ser (i)moral: Voluntário (voluntas; intelecto #desejo/paixão) Responsável( Responsum, Resposta a uma provocação) Livre (auto;hetero/nomia) (o h livre é aquele que pode prometer e trair) Intencional (querer) Solidário (solidum) cria um dever interior obrigatoriedade ñ ext. sim int. (sei o que devo, como e porque fazer)

33 Motivo de agir moralmente? Tornar-se virtuoso = ter VIS = Poder-Força capacidade de passar da POTENCIA para o ATO Virtuoso é permitir ao homem tornar-se novamente mais humano Eudamonía

34 Princípios derivados (da dignidade humana) Respeito ( o outro não pelo que faz sim pelo que é ) Regra de ouro ( trata... como quer ser tratado ) Não malevolência sim benevolência ( não prejudicar ) Integridade ( honesto na profissão ) Justiça Utilidade

35 Mandamentos éticos 1. fazer sempre o bem 2. agir com moderação 3. saber escolher 4. praticar as virtudes 5. viver a justiça 6. valer-se da razão 7. valer-se do coração 8. ser amigo 9. cultivar o amor 10. ser feliz

36 Hoje: O que a ética deve ser? Construção do sentido da vida humana desde o encontro com o outro. Nasce pela insatisfação da vida (quero mais, mas não sei o que quero) ( desejo mimético ) Ontem o homem habitava a terra poeticamente, hoje mistura dever e negação do dever...

37 Refletir O que significam os termos ética e moral? A ética se interessa pelos costume ou pelos atos humanos? Como definir ética? O que distingue o homem do animal? Por que a ética é considerada arte e ciência? O que faz da ética um tema filosófico? O que permite ao homem tornar-se virtuoso?

38 Algumas questões Quando um valor é verdadeiro? quando é capaz de humanizar o homem (a Engenharia é assim?) Ética Kantiana: Princípio ético sublime: agimos e tratemos os demais como se fosse nossa própria pessoa, nunca como meio, sempre como fim.


Carregar ppt "Faculdade Campo Real Engenharia de Produção 7º not. Ética O que devo ou o que posso fazer? (o desafio de compreender e agir com coerência) Prof. Ms. luigi."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google