A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

11. 2 Noël Rosa O Poeta, o Músico, Cronista de Uma Época de Cybele Giannini ProAC-ICMS6302 6302.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "11. 2 Noël Rosa O Poeta, o Músico, Cronista de Uma Época de Cybele Giannini ProAC-ICMS6302 6302."— Transcrição da apresentação:

1 11

2 2 Noël Rosa O Poeta, o Músico, Cronista de Uma Época de Cybele Giannini ProAC-ICMS

3 3

4 4 Release permanecendo em cartaz durante dois meses (de sexta-feira a domingo) em um teatro de fácil acesso, na cidade de São Paulo Este espetáculo cênico-musical objetiva dar continuidade às homenagens a Noël Rosa mesmo após o centenário do nascimento desse grande artista, permanecendo em cartaz durante dois meses (de sexta-feira a domingo) em um teatro de fácil acesso, na cidade de São Paulo. A vida de Noël desfila pelo palco: os problemas familiares (pai suicida, irmão e piléptico), os envolvimentos amorosos, a polêmica musical com Wilson Baptista, a luta íntima contra o defeito facial (provocado pelo parto a fórceps), os amigos cantores e/ou compositores (Almirante, Lamartine Babo, Joel e Gaúcho, Nonô, Orestes Barbosa, Nássara, Ismael Silva, Wilson Baptista, Homero Dornellas, Braguinha, Vadico, Mário Lago, Mário Reis, Francisco Alves, Aracy Cortes, Aracy de Almeida e Marília Baptista) até o momento da morte precoce, porém o enfoque especial dá-se às grandes obras que ele compôs em apenas sete anos (1929 a 1937) e – inédito – o fato que inspirou cada criação.

5 5 SINOPSE Gênero : biografia musical Gênero : biografia musical Duração : 2 horas (intervalo de 10 minutos entre os 2 atos) Duração : 2 horas (intervalo de 10 minutos entre os 2 atos) Linguagem : preserva o tom coloquial da época, utilizado pelo pessoal do morro e da cidade. Linguagem : preserva o tom coloquial da época, utilizado pelo pessoal do morro e da cidade. Cenário : o interior (sala de estar e quarto) do chalé onde morava Noël Rosa, o botequim onde se reuniam os amigos, o quarto de Ceci, a delegacia de polícia e o cabaré. Cenário : o interior (sala de estar e quarto) do chalé onde morava Noël Rosa, o botequim onde se reuniam os amigos, o quarto de Ceci, a delegacia de polícia e o cabaré. Ação : 1910; 1929 a Ação : 1910; 1929 a Figurinos : da época. Figurinos : da época. Coreografias: idealizadas de acordo com a época, como, por exemplo, um baile de carnaval. Coreografias: idealizadas de acordo com a época, como, por exemplo, um baile de carnaval. Música : ao vivo, principalmente de Noël Rosa, mas com novos arranjos, mais modernos. Música : ao vivo, principalmente de Noël Rosa, mas com novos arranjos, mais modernos. Público-alvo : Voltada para qualquer tipo de público, de qualquer classe social e idade, esta peça é um musical que encerra drama e comédia. A terceira idade vai deliciar-se por recordar; já a maturidade e a juventude vão conhecer e compreender o que representou, no Brasil, a Época de Ouro do Samba. Público-alvo : Voltada para qualquer tipo de público, de qualquer classe social e idade, esta peça é um musical que encerra drama e comédia. A terceira idade vai deliciar-se por recordar; já a maturidade e a juventude vão conhecer e compreender o que representou, no Brasil, a Época de Ouro do Samba.

6 6Justificativa A música brasileira constitui patrimônio inestimável para a humanidade, mas, em geral, tem maior reconhecimento do público internacional, porque o brasileiro tem contato em especial com o que se divulga nos grandes meios de comunicação, mais imediatos e de fácil assimilação. Talentos e obras admiráveis muitas vezes são esquecidos ou subvalorizados pela posteridade, o que gera um entendimento distorcido de si mesmo por parte do brasileiro, que, carente de hábito ou de formação estética, mal se percebe em seus valores e sensibilidade, oriundos apenas de músicas que cantarola sem saber o autor. A principal meta deste projeto é levar essas informações àqueles que amam a boa música, em especial o samba, mas pouco sabem dos que o popularizaram e traduziram, em verdadeiros poemas, nossa brasilidade. Que eles conheçam a importância da Época de Ouro para a música atual e descubram que tantas canções que hoje cantam, gravadas por Zeca Pagodinho, Maria Rita, Inimigos da HP, entre tantos outros, têm um autor genial: Noël Rosa !

7 7 Crítica 02/06/ :29 - Noel com tudo em cimaNoel com tudo em cima Maria Lúcia Candeias, especial para o Aplauso Brasil Musical conta vidaMusical conta vida e canta obra do Poeta da Vila Noel Rosa, o Poeta, o Músico, Cronista de Uma Época é um espetáculo em cartaz no Teatro Brigadeiro (nos fins de semana) que reúne músicas e biografia do autor de As Pastorinhas, entre tantas outras de suas composições. Você sabia que ele morreu com 26 anos (1910 a 1937) deixando mais de duzentos sambas que todo mundo canta até hoje? A maior parte dos músicos e críticos o considera o maior sambista de todos os tempos. Não se sabe se outros gênios tipo Nelson Cavaquinho, Cartola e Adoniram vão durar tanto em cartaz como ele. Vale lembrar que Chiquinha Gonzaga (século 19), que sobrevive há mais tempo, não mantém tanto sucesso, embora seu Abre Alas continue famoso. Só pra conhecer melhor esse gênio brasileiro, o Poeta da Vila, já vale correr para assistir a esse trabalho escrito e dirigido por Cybele Giannini (que também atua como a mãe do protagonista) e imagine, somado a isso ouvir suas maravilhosas músicas.

8 8 Não vacile, seja como as pessoas que nascem na Vila e nem sequer vacilam ao abraçar o samba. Ainda mais que além do elenco de treze atores há, também, o conjunto de seis excelentes músicos que integram o Grupo JB Samba. Nos papéis centrais estão: Glau Gurgel (Noel), Karina Pedrosa (a mulher indigesta) e Áurea Giovanini (Ceci) fazendo as duas namoradas. Além deles, a ótima direção musical é de Reinaldo Sanches, os excelentes figurinos são da diretora enquanto que a coreografia, a cenografia e a iluminação levam a assinatura de Paulo Perez que se dá bem em coisas tão diversas. Se você perder, provavelmente não vai poder pedir ao garçom uma média que não seja requentada e terá que se contentar com um simples pingado. Link:

9 9Objetivos - - Colaborar com a preservação da memória musical brasileira; - Divulgar e valorizar a obra de Noël Rosa, importante autor, compositor, violonista e cantor de diversos clássicos do samba; - Prestar homenagem não só a Noël, mas também a outros músicos de seu tempo, tais como: Mário Lago, Orestes Barbosa, Braguinha, Almirante, Francisco Alves, Aracy de Almeida e Marília Baptista, entre vários; - Levar ao conhecimento do público a vida e a obra de Noël Rosa num espetáculo de teatro musical, de médio porte, com música ao vivo e caracterização de época; - Estimular alunos do Ensino Fundamental, Médio e Superior, professores, pesquisadores, músicos, artistas e historiadores a desenvolver estudos sobre a história da música popular brasileira e, mais especificamente, sobre o samba; - Divulgar a música de Noël Rosa ao público jovem, que não teve contato com sua obra, e oferecer opção de entretenimento aos adultos e às pessoas da terceira idade; - Incentivar a formação de público teatral e fomentar a prática de espetáculos musicais brasileiros.

10 10 Público-alvo Pela natureza biográfica, o projeto tem despertado o interesse de pesquisadores, historiadores e artistas, além do público em geral das faixas sociais A, B e C e de todas as idades. O resgate de parte da história e da música brasileiras interessa a músicos, professores e ao público de terceira idade, para quem este espetáculo remete a saudosos tempos. Porém é também de notar o sucesso que esta peça faz entre os jovens e até entre crianças (a classificação etária é de 10 anos de idade). A música e o bom-humor de Noël Rosa, o dinamismo das cenas de fala coloquial, entrecortadas por coreografias e canções, cativam as mais diferentes pessoas. Por se tratar de Noël Rosa, a grande mídia tem sido generosa com nosso projeto: o work in progress, realizado em 2007, no Centro Cultural São Paulo e a temporada de 2009 no Teatro Sérgio Cardoso contaram com a divulgação pela Rádio Globo, Record, CBN, Eldorado e Jovem Pan, pela TV Globo (Programa Antena Paulista), TV Gazeta (Todo Seu e Mulheres) e TV Bus, pelos jornais O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde, Folha de S. Paulo, Agora, Empresas e Negócios, pelas revistas Veja, Guia SP e Boca a Boca e sites, como Yahoo!, etc. Em 2011, no Teatro Brigadeiro, além dessa mesma mídia espontânea, desta vez com patrocínio, também publicamos anúncios pagos e obtivemos retorno gratificante, com sessões lotadas e ótimas críticas.

11 11 Plano de Comercialização Materiais Gráficos Materiais Gráficos CARTAZES serão afixados no entorno do teatro, em escolas, faculdades, centros culturais, restaurantes e espaços de grande circulação e um BANNER, no saguão do teatro; FOLDERS serão distribuídos aos espectadores e FLYERS, em todos os locais de movimentação pública. Assessoria de Imprensa Assessoria de Imprensa Um produtor será contratado para buscar comunicação direta e eficaz com o público-alvo, pontuar a relevância e a qualidade artística do trabalho e dar visibilidade aos seus patrocinadores e apoiadores. Esse produtor será encarregado de iniciar o trabalho de assessoria de imprensa um mês antes da apresentação, também pela busca de mídia espontânea em diversos veículos de comunicação, como tevês, revistas, jornais e internet.

12 12 Patrocínio Integral na cidade de São Paulo Ao Patrocinador por 24 apresentações (de sexta-feira a domingo) na cidade de São Paulo as reciprocidades são as seguintes: Imagem: - Ênfase do patrocínio em todas as entrevistas, press-releases e em toda e qualquer oportunidade de divulgação do espetáculo, em mídia paga ou espontânea; - Referência ao patrocínio, sob o título de APRESENTA, em telão, no início de todas as sessões; - Aplicação da assinatura institucional do patrocinador, seguida do termo APRESENTA imediatamente acima do título do espetáculo, assim como a logomarca da empresa em todos os materiais gráficos: banner,cartazes, folders, flyers e no site oficial do espetáculo ;www.noelrosaomusical.com.br - Direito de uso de imagens e de partes do conteúdo do Projeto em futuras campanhas institucionais da empresa, inclusive em seu site, sem qualquer ônus;

13 13 -Cessão de 10% dos ingressos válidos de cada sessão para serem distribuídos a critério da empresa; - Exposição, no saguão do teatro, de BANNER EXCLUSIVO da empresa (dimensões máximas: 0,90 x 1,60 cm) e apresentação, no início de cada sessão, de filme comercial, os dois a a serem produzidos pelo patrocinador. Fiscal: - O espetáculo está aprovado pelo ProAC-ICMS, o que permite ao patrocinador a dedução de 100% do valor investido em ICMS-SP. Social: - A produção cederá ingressos a alunos de escolas públicas e desenvolverá promoções com descontos para ONGs, a fim de dar oportunidade a que pessoas de baixa renda, jovens em situação de risco social e portadores de necessidades especiais tenham acesso ao espetáculo, o que agrega valor social ao investimento.

14 14 Ações específicas: -Poderão ainda ser realizadas ações promocionais, degustações, merchandising, distribuição de brindes, sorteios de produtos, entrega de folders ou flyers encartados, montagem de quiosques ou stands, desde que previamente acordados entre a produção, o teatro e o patrocinador; - Outras ações poderão ser negociadas. Valor total do investimento: R$ ,00 – correspondentes a 100% do valor total do projeto.

15 15Copatrocínio Ao Copatrocinador por 24 apresentações na cidade de São Paulo as reciprocidades são as seguintes: Imagem: Imagem: - Citação do patrocinador em todas as entrevistas, press-releases e em toda e qualquer oportunidade de divulgação do espetáculo, em mídia paga ou espontânea; - Inclusão de referência ao patrocínio, em telão, na apresentação no início de todas as sessões do espetáculo; - Aplicação da assinatura institucional e da logomarca do patrocinador em todos os materiais gráficos: cartazes, folders, flyers, convites e no site oficial do espetáculo ; - Direito de uso de imagens e de partes do conteúdo do Projeto em futuras campanhas institucionais da empresa, inclusive em seu site, sem qualquer ônus;

16 16 - Cessão de 5% dos ingressos válidos de cada sessão para serem distribuídos a critério da empresa ao longo da temporada de apresentações; - Exposição, no saguão do teatro, do banner de Empresas Amigas do Espetáculo, sob o título de COPATROCINADOR. Fiscal: Fiscal: - O espetáculo está aprovado pelo ProAC-ICMS, o que permite ao patrocinador a dedução de 100% do valor investido em ICMS-SP. Social: Social: - A produção cederá ingressos a alunos escolas públicas e desenvolverá promoções de descontos a ONGs, para dar oportunidade a que pessoas de baixa renda, jovens em situação de risco social e portadores de necessidades especiais tenham acesso ao espetáculo, o que agrega valor social ao investimento.

17 17 Ações específicas: Ações específicas: - Poderão ainda ser realizadas ações promocionais, degustações, merchandising, distribuição de brindes, sorteios de produtos, entrega de folders ou flyers encartados, montagem de quiosques ou stands, desde que previamente acordados entre a produção, o teatro e o patrocinador; - Outras ações poderão ser negociadas. Valor total do investimento: R$ ,00, correspondentes a 50% do valor total do projeto.

18 18 Elenco: CYa. GRITA ABSOLUTA Noël Rosa Glau Gurgel D. Martha, Vó Rita, Julinha Cybele Giannini Neca, Homero Dornellas, Nássara, amigo, comissário Rafael Boese Hélio, Braguinha, colega, Pery Cunha, pierrô Dedé Goulart Ceci e Aracy Cortes Áurea Giovanini D. Olindina, Lindaura Karina Pedroza Francisco Alves, Alvinho, Joel, Mário Lago, garçom Danilo Andrade Clara, Aracy de Almeida, vizinha Ana Musidora Fina, Marília Baptista, amiga, vizinha Cínthia Kater Ismael Silva, Nonô, Wilson Baptista, locutor, fotógrafo Hélvio Silva Almirante, Mário Reis, Gaúcho, Lamartine Babo, garçom, repórter Soró Linhares Orestes Barbosa, Britto, Dr. Edgar, locutor Paulo Conti

19 19 Ficha Técnica Texto, direção e produção: Cybele Giannini Texto, direção e produção: Cybele Giannini Assistência de Produção: Priscila Midori Assistência de Produção: Priscila Midori Assistência de Direção: Soró Linhares Assistência de Direção: Soró Linhares Direção Musical: Reinaldo Sanches Direção Musical: Reinaldo Sanches Música ao vivo: Grupo JB SAMBA Música ao vivo: Grupo JB SAMBA Teclados: Renan Guazzelli/Reinaldo Sanches Teclados: Renan Guazzelli/Reinaldo Sanches Preparação vocal: Glau Gurgel Preparação vocal: Glau Gurgel Trilha sonora: Cybele Giannini Trilha sonora: Cybele Giannini Operação de som: Jô Jardin Operação de som: Jô Jardin Iluminação: Paulo Perez Iluminação: Paulo Perez Operação de luz: Ronaldo Dias Operação de luz: Ronaldo Dias Coreografia e cenografia: Paulo Perez Coreografia e cenografia: Paulo Perez Assistência de coreografia: Rafael Boese & Michael Goulart Assistência de coreografia: Rafael Boese & Michael Goulart Assistência de cenografia: Laércio Góes & Teco Nascimento Assistência de cenografia: Laércio Góes & Teco Nascimento Figurinos: River Barros/Cybele Giannini Figurinos: River Barros/Cybele Giannini Confecção dos figurinos: Salete André da Silva Confecção dos figurinos: Salete André da Silva Contrarregragem: Laércio Góes & Teco Nascimento Contrarregragem: Laércio Góes & Teco Nascimento Serviços de camareira: Vê de Jesus Serviços de camareira: Vê de Jesus Edição de som e mixagem: Sérgio Laurinavicius Edição de som e mixagem: Sérgio Laurinavicius Fotografia: Roger Spock/Luiz Roberto Giannini/ Cacá Bernardes Fotografia: Roger Spock/Luiz Roberto Giannini/ Cacá Bernardes Design Gráfico: Felipe Barros Design Gráfico: Felipe Barros Assessoria de Imprensa: Namoska Comunicações Assessoria de Imprensa: Namoska Comunicações

20 20 Músicas executadas no espetáculo Primeiro Ato Primeiro Ato Minha Viola – 1929 (Noël Rosa) Minha Viola – 1929 (Noël Rosa) Com que roupa? – 1929 (Noël Rosa) Com que roupa? – 1929 (Noël Rosa) Coração – 1931 (Noël Rosa) Coração – 1931 (Noël Rosa) Três Apitos – 1931 (Noël Rosa – póstumo) Três Apitos – 1931 (Noël Rosa – póstumo) Gago Apaixonado – 1930 (Noël Rosa) Gago Apaixonado – 1930 (Noël Rosa) Filosofia – 1933 (Noël Rosa e André Filho) Filosofia – 1933 (Noël Rosa e André Filho) Para me livrar do mal – 1932 (Noël Rosa, Ismael Silva, Francisco Alves) Para me livrar do mal – 1932 (Noël Rosa, Ismael Silva, Francisco Alves) Feitio de Oração – 1933 (Noël Rosa e Vadico) Feitio de Oração – 1933 (Noël Rosa e Vadico) Onde Está a Honestidade? – 1932 (Noël Rosa) Onde Está a Honestidade? – 1932 (Noël Rosa) Quando o Samba Acabou – 1932 (Noël Rosa) Quando o Samba Acabou – 1932 (Noël Rosa) Até Amanhã – 1932 (Noël Rosa) Até Amanhã – 1932 (Noël Rosa) Não Tem Tradução – 1932 (Noël Rosa e Ismael Silva) Não Tem Tradução – 1932 (Noël Rosa e Ismael Silva) Mulher Indigesta – 1932 (Noël Rosa) Mulher Indigesta – 1932 (Noël Rosa) O Orvalho Vem Caindo – 1933 (Noël Rosa e Kid Pepe) O Orvalho Vem Caindo – 1933 (Noël Rosa e Kid Pepe) Seja Breve – 1933 (Noël Rosa) Seja Breve – 1933 (Noël Rosa) Linda Pequena (Pastorinhas) – 1934 (Noël Rosa e João de Barro) Linda Pequena (Pastorinhas) – 1934 (Noël Rosa e João de Barro)

21 21 Segundo Ato Seu Jacinto – 1933 (Noël Rosa) Seu Jacinto – 1933 (Noël Rosa) Conversa de Botequim – 1935 (Noël Rosa e Vadico) Conversa de Botequim – 1935 (Noël Rosa e Vadico) Feitiço da Vila – 1934 (Noël Rosa e Vadico) Feitiço da Vila – 1934 (Noël Rosa e Vadico) Lenço no Pescoço (Wilson Baptista) Lenço no Pescoço (Wilson Baptista) Rapaz Folgado – 1933 (Noël Rosa) Rapaz Folgado – 1933 (Noël Rosa) Mocinho da Vila (Wilson Baptista) Mocinho da Vila (Wilson Baptista) Conversa Fiada (Wilson Baptista) Conversa Fiada (Wilson Baptista) Palpite Infeliz – 1935 (Noël Rosa) Palpite Infeliz – 1935 (Noël Rosa) Pela Décima Vez – 1935 (Noël Rosa) Pela Décima Vez – 1935 (Noël Rosa) Pierrô Apaixonado – 1935 (Noël Rosa e Heitor dos Prazeres) Pierrô Apaixonado – 1935 (Noël Rosa e Heitor dos Prazeres) De Babado – 1936 (Noël Rosa e João Mina) De Babado – 1936 (Noël Rosa e João Mina) Pra que Mentir? – 1937 (Noël Rosa e Vadico) Pra que Mentir? – 1937 (Noël Rosa e Vadico) O X do problema – 1936 (Noël Rosa) O X do problema – 1936 (Noël Rosa) Cem mil-réis – 1936 (Noël Rosa e Vadico) Cem mil-réis – 1936 (Noël Rosa e Vadico) AEIOU – 1932 (Noël Rosa e Lamartine Babo) AEIOU – 1932 (Noël Rosa e Lamartine Babo) Dama do Cabaré – 1936 (Noël Rosa) Dama do Cabaré – 1936 (Noël Rosa) Silêncio de Um Minuto – 1935 (Noël Rosa) Silêncio de Um Minuto – 1935 (Noël Rosa) Provei (e Vadico) – 1936 (Noël Rosa) Provei (e Vadico) – 1936 (Noël Rosa) Pela Primeira Vez – 1936 (Noël Rosa e Christovam de Alencar) Pela Primeira Vez – 1936 (Noël Rosa e Christovam de Alencar) Só Pode Ser Você – 1935 (Noel Rosa e Vadico) Só Pode Ser Você – 1935 (Noel Rosa e Vadico)

22 22


Carregar ppt "11. 2 Noël Rosa O Poeta, o Músico, Cronista de Uma Época de Cybele Giannini ProAC-ICMS6302 6302."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google